quinta-feira, 31 de maio de 2018

A mãe da mãe de minha avó paterna...: uma genealogia matrilinear


A mãe da mãe de minha avó paterna...: uma genealogia matrilinear

Autoria de
Diego de Leão Pufal

[dúvidas, acréscimos e correções, escreva para
diegopufal@gmail.com]

[Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: PUFAL, Diego de Leão. A mãe da mãe de minha avó paterna ...: uma genealogia matrilinear, in blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/]

[publicado em 31/05/2018]

***
No final de 2017 e início deste ano publiquei no blog a minha genealogia matrilinear e a de meu avô materno. Neste post cuidarei da linha materna de minha avó paterna, com origem na Itália e que pouco consegui retroagir na pesquisa.
Interessante notar que muitos dos sobrenomes destas poucas gerações até então conhecidas encontram representatividade na imigração italiana no Rio Grande do Sul, sem prejuízo de em outros Estados. Contudo, não consegui descobrir ainda eventual conexão com estas outras famílias, embora muitas delas tenham vindo do mesmo local dos meus antepassados ou dos arredores das respectivas cidades onde nasceram ou viveram.  
Abaixo seguem oito gerações, contando com a minha, da linha matrilinear de minha avó paterna:

1. LIBERA PENACCHIO (sobrenome também grafado como Benacchio e variantes) nasceu cerca de 1805 possivelmente em Bardolino, Verona, Vêneto, Itália, onde deve ter se casado com GIUSEPPE SABAINI, nascido por volta de 1800 no mesmo local. Deste casamento houve ao menos a filha:
2. CATERINA SABAINI, nascida a 21/06/1828 em Bardolino, Verona, Vêneto, Itália e falecida depois de junho de 1878 possivelmente na cidade de Verona. Casou-se a 26/07/1850 com MARCO TRENTI, guarda civil, nascido a 09/07/1811 na cidade de Vicenza, Itália e falecido depois de junho de 1878 talvez na cidade de Verona, filho de Gaetano Trenti e Giustina Perini. Alguns detalhes do núcleo familiar podem ser visto neste blog: http://pufal.blogspot.com/2011/04/italianos-no-rs-ix-os-trenti.html Caterina e Marco tiveram sete filhos: Gaetano Trenti, Eugenio Trenti, Maria Trenti, Angela Trenti, Francesco Trenti, Cesare Trenti e:
3. PIERINA GIOVANNA TRENTI ou PIETRA GIOVANNA TRENTI, nascida a 27/03/1858 na cidade de Verona e falecida a 06/06/1945 em Porto Alegre, RS, Brasil. Vó Pierina como era chamada emigrou com o marido e três filhos para o Brasil em meados de 1894/1895, estabelecendo-se em Porto Alegre, no conhecido 4º Distrito, reduto de imigrantes e industrial. Na Itália, em Schio, declarou ser parteira, enquanto que no Brasil, após a prematura morte do marido, trabalhou em vários locais, inclusive nos Correios e Telégrafos. Alguns detalhes de vida de Pierina podem ser vistos em http://pufal.blogspot.com/2009/11/pierina-giovanna-trenti-canova.html. Casou-se a 09/06/1878 em Schio, Vicenza, Itália com DOMENICO ANTONIO LUIGI CANOVA ou apenas Domenico Canova, nascido a 23/10/1852 em Carmini, Vicenza e falecido a 07/02/1897 em Porto Alegre, de febre tifoide. Domingos Canova como passou a ser conhecido no Brasil era tecelão, não sabia ler e escrever, residia na Avenida do Parque em Porto Alegre e era filho de Giuseppe anova e Maria Madalena Magnabosco. Maiores detalhes sobre a família Canova, veja: http://pufal.blogspot.com/2008/07/famlia-canova.html. Pierina após a morte de Domenico viveu com o italiano FRANCESCO ANDOLFATO, filho de Gaetano Andolfato e Barbara Baldi, com quem teve ao menos uma filha de nome Caetana Carolina Andolfato, nascida em 1900 em Porto Alegre, cujo destino se ignora. 
Família de Domingos Canova, com a esposa Pierina Trenti e os filhos Giuseppe, Genebra e Carolina,
logo após a chegada ao Brasil. Fotografia restaurada por Milena Campos.
Do casamento com Domenico, Pierina teve quatro filhos, dentre eles:
4. GINEVRA CANOVA ou GENEBRA CANOVA, vó Boeta como era chamada, nascida a 26/02/1888 em Schio, Vicenza, Itália e falecida a 06/12/1962 em Porto Alegre, onde se casou a 13/11/1926 com JOÃO ROMANO CONSTANTINO COLATTO SCORCIONI ou apenas João Scorcioni, nascido a 24/06/1879 em São Leopoldo/RS e falecido a 22/6/1942 em Porto Alegre/RS, filho dos italianos Alessandro Scorcioni e Luigia Colatto, com maiores detalhes em http://pufal.blogspot.com/2009/10/familia-scorcioni-ii.html. Genebra e João foram pais de duas filhas Josephina e:
5. LUIZA PIERINA SCORCIONI, chamada de Tati, nascida a 13/09/1908 em Porto Alegre/RS, onde faleceu a 02/10/1984 e onde também casou a 04/12/1926 com HELMUTH SCHMIDT FILHO, nascido em 1898 em Aurora, Taquara/RS e falecido a 27/09/1958 em Porto Alegre, filho de Helmuth Schmitt e Leopoldina Fischer. Houve duas filhas deste casamento, dentre elas:
6. ODETTE LUIZA SCHMIDT, nascida em 1927 e falecida em 2015 em Porto Alegre/RS, onde casou em 14/12/1946 com PEDRO CORRÊA PUFAL, filho de João Luiz Pufal e Julieta Corrêa da Silva, cujas famílias foram tratadas neste blog, como exemplo: http://pufal.blogspot.com/2011/02/familia-pufal-ii-origem-do-nome.html. Odette e Pedro foram pais de 2 filhos, dentre eles:
7. H. L. S. PUFAL nascido em Porto Alegre, onde casou com D. B. DE LEÃO, com quem teve quatro filhos, dentre eles:
8. DIEGO DE LEÃO PUFAL. 
***
FONTES DE PESQUISA:

- Agradecimentos a César Viero, Ernani Manganelli, Ivonni S. Fischer, Josephina S. Luckei e Odette L. S. Pufal.

- Archivio Generale del Comune di Verona.

- Arquivo da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (igreja mórmon), disponível em: https://www.familysearch.org

- Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana de Porto Alegre (AHCMPA): livros de batismos, casamentos e óbitos de Porto Alegre.

- Arquivo pessoal de Diego de Leão Pufal.

Nenhum comentário: