sexta-feira, 31 de julho de 2015

Poesias de Mário da Silva Brasil: Contraste

Poesias de Mário da Silva Brasil


Desde julho de 2008 venho veiculando neste blog algumas poesias do meu bisavô Mário da Silva Brasil, as quais foram escritas em sua grande maioria na década de 1910, na cidade de Porto Alegre. Muitas delas foram publicadas nos jornais da época, já outras ficaram registradas em seu caderno.

Para que as obras de Mário da Silva Brasil não fiquem no esquecimento, disponibilizo mais uma de suas poesias, preservando a escrita da época:


Contraste

Dizer-te que te amei no mesmo instante
Em que, pela primeira vez, te vi,
É bem facil; porem, o que senti
Ao ver teu divinal, bello e radiante

Olhar e esse teu mágico semblante
Que sempre me fascina e me sorri,
É difficil dizer! Nem mesmo aqui
Exprimir é possivel a tocante

Sensação que abalou todo o meu ser,
Quando apertei tua mão a vez primeira!
Nesse instante feliz e venturoso

De alegria vibrei, e de prazer
Vibrou meu coração, minh'alma inteira
Porque tem casto amor me fez ditoso!


Santa Maria, 3-3- 1919.

Nenhum comentário: