quarta-feira, 18 de junho de 2014

Famílias Portuguesas nas Missões: os Pereira de Escobar

Famílias Portuguesas nas Missões:
os Pereira de Escobar/Escovar
Autoria de: Zélce Mousquer e Diego de Leão Pufal
Edição de Diego de Leão Pufal
 [acréscimos, dúvidas e correções escreva para diegopufal@gmail.com]
[publicado em 18/06/2014]
[atualizado em 14/04/2017]

[Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: MOUSQUER, Zélce e PUFAL, Diego de Leão. Famílias Portuguesas nas Missões: os Pereira de Escobar/Escovar, in blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/]
***
ABREVIATURAS UTILIZADAS:
“bat.” para “batizado(a)”
“c/c” para “casou com”
“fal.” para “falecido(a)”
“n.” para “nascido(a)”
***

A família Escobar, também escrita Escovar, ora estudada, tem sua origem na pessoa de JOÃO GOMES DE ESCOBAR, nascido por volta de 1615/1625 e dado pelo pesquisador Lênio Luiz Richa[i] como nascido em Portugal, filho de Afonso Gomes e Maria de Escobar.
João Gomes de Escobar viveu na Parnaíba, em São Paulo, onde em 1646 já estava casado com Sebastiana de Victória, gerando a ANTÔNIO GOMES DE ESCOBAR[ii], nascido em Parnaíba/SP por volta de 1660/1665 e onde se casou com Ana Diniz Bicudo, também de Parnaíba e filha de Cristóvão Diniz da Costa e Maria Bicudo de Leme.
Antônio Gomes de Escobar e Ana Diniz Bicudo geraram a JOÃO GOMES DE ESCOBAR, nascido pelos idos de 1687/1700 em Parnaíba/SP e falecido em 1767 em Itu/SP, onde deve ter casado com Joana de Godoy Bicudo, ali n. em 1680, filha de Baltazar de Godoy Bicudo e Inês Dias de Alvarenga.
O casal João Gomes de Escobar e Joana gerou a BALTHAZAR GOMES DE ESCOBAR E GODOY, nascido em 1716 em Parnaíba/SP e casado em 1742 em Itu/SP com Joana de Godoy Bicudo, ali nascida, filha de Xisto de Quadros Bicudo e Francisca de Godoy Moreira.
Balthazar, sua esposa Joana de Godoy e filhos migraram de São Paulo para o Rio Grande do Sul, possivelmente na década de 1760, radicando-se em Vacaria e Santo Antônio da Patrulha.
Nesta última cidade, Balthazar faleceu a 30.9.1786 e foi dado pelo genealogista Moacyr Domingues (Presença Açoriana, p. 213) como um dos primeiros moradores da região.
Encontramos sete filhos do casal Balthazar e Joana:
·        Anna Maria de Escobar e Godoy, n. cerca de 1746, Itu/SP. C/c Leandro da Silva Soares.
·        Felizarda Antônia de Escobar, n. cerca 1753, Itu/SP. C/c José Pereira da Silva Maciel.
·        Floriana Esméria Gomes de Escobar, n. cerca de 1755, Itu/SP. C/c Luiz Antônio Rolim, n. Sorocaba/SP, filho de Francisco Xavier Rodrigues (n. Setúbal, Portugal) e Ana de Moraes Ferraz, ambos de Sorocaba. Casal com geração no sul do RS: Mostardas e Canguçu.
·        Francisca Maria Gomes de Escobar e Godoy, n. cerca de 1757, Vacaria e fal. a 16.1.1795 em Porto Alegre. C/c João Rodrigues Betim e com Miguel Bicudo de Campos.
·        José Gomes de Escobar, n. cerca 1760, Itu/SP. Casou a 25.2.1786 em Gravataí/RS com Joaquina Coelho de Mendonça (Joaquina Escolástica do Amaral).
·        Joana Eufrásia Gomes de Escobar, n. cerca de 1763, Vacaria c/c Dionísio Rodrigues Machado ou da Silva, filho de José Machado da SIlva e Teresa Maria de Jesus. Após, Joana casou a 5.6.1820 em Porto Alegre com Manuel Rodrigues de Jesus.
·        Maria Francisca Gomes de Escobar, n. Itu/SP. C/c José Silveira de Andrade.

Deteremo-nos na descendência da filha Felizarda Antônia de Escovar/Escobar:
Felizarda Antônio de Escobar n. cerca de 1753, Itu/SP e fal. em 16.7.1795 em Santo Antônio da Patrulha/RS. Casou a 10.8.1767 em Rio Pardo/RS com José Pereira da Silva Maciel[iii], n. cerca de 1750, Parati/RJ, filho de José Pereira Gomes/Terra, n. Ilha do Faial, Açores e de Margarida de Jesus, n. ilha do Faial ou Terceira. Felizarda e José foram pais de 11 filhos:
·        Eufrásia Antônia Pereira de Escobar, n. cerca de 1771, Vacaria/RS. Casou com o tenente Antônio de Barros e Mello, n. Itu/SP, filho do guarda-mor Calisto do Rego Sousa e Mello e de Maria de Cerqueira Pais de 8 filhos.
·        José Pereira Escobar, n. cerca de 1772, Vacaria/RS. Casou a 27.6.1797 em Viamão/RS com Florência Antônia/Antunes Pinto, n. Viamão, filha de Antônio Antunes Pinto, bat. em 1738 em Rio Grande/RS, e Ana Francisca de Souza Pereira, bat 27.9.1750 em Rio Grande/RS; Florência foi neta paterna de João Antunes da Porciúncula (mais informações, vide http://mitoblogos.blogspot.com.br/2008/06/genealogia-268-antunes-da-porcincula.html) e Antônia Pinto e, materna, de Silvestre Domingues Pereira e Antônia Pereira de Souza.
·        Inácia Antônia de Escobar, n. cerca de 1773, Vacaria/RS. Casou com Domingos Gomes Jardim, n. Viamão, filho de José Gomes Jardim e Helena Rosa de Jesus. Pais de 2 filhos.
·        Antônio Pereira de Escobar, adiante tratado.
·        Joaquina Gomes (Pereira) Maciel, n. cerca de 1777, Vacaria/RS. Casou a 29.8.1796 em Gravataí/RS com o capitão-mor Inácio de Almeida Leite, n. Santo Antônio das Minas de Apiaí/SP, filho de Inácio Rodrigues de Sampaio e Agostinha Rodrigues Bueno, neto paterno de Antônio de Arruda de Sampaio e Inácia de Almeida e, materno, de Braz de Almeida Lara e Maria Bueno. Pais de 2 filhos.
·        Manuel Pereira de Escobar/Escovar, n. por volta de 1779 em Santo Antônio da Patrulha, adiante tratado.
·        Maria Inácia Pereira de Escobar, bat. 18.6.1780, Santo Antônio da Patrulha. Casou a 6.2.1797 em Gravataí com Baltazar Rodrigues de Almeida, n. Apiaí/SP, filho de Inácio Rodrigues de Sampaio e Agostinha Rodrigues Bueno. De acordo com Alves, 2008, p. 56, foram pais de 7 filhos.
·        Clara Pereira de Escobar, n. 30.12.1783, bat. 5.1.1784, Santo Antônio da Patrulha/RS. Casou a 7.2.1802 em Itu/SP com o capitão Inácio Cerino Leite Penteado, filho de Inácio Barbosa de Araújo e Maria Leite de Barros Penteado. Sem descendência. Clara casou em 2º matrimônio com Manuel Bueno, filho de Antônio Alves Teyo e Maria Franco Pedroso. Maiores informações em Alves, 2008, p. 56.
·        Joaquim Pereira de Escobar Maciel, n. 17.1.1786, bat. 31, Santo Antônio da Patrulha/RS.
·        Felisberto Pereira da Silva Maciel, bat. 24.6.1790, Santo Antônio da Patrulha/RS.
·        Lucrécia, bat. 8.12.1794, Santo Antônio da Patrulha/RS.

Dentre esses 11 filhos, vamos tratar apenas da descendência de Antônio e Manuel, considerando que seus descendentes viveram na região das Missões, mais precisamente no Município de São Borja/RS[iv], então compreendendo São Miguel das Missões, Santo Ângelo, Cruz Alta e adjacências.
Seguem, assim, os dados que conseguimos descobrir das descendências dos irmãos Antônio Pereira de Escobar e Manuel Pereira de Escobar:

1. ANTÔNIO PEREIRA DE ESCOVAR, n. Vacaria/RS. Casou em 1796 com Leocádia Antônia Pereira Pinto/Antunes Pinto, n. 1.3.1776, bat. 25.3, Santana do Morro Grande, Viamão/RS e fal. 7.1.1822 em Alegrete/RS, de febre, aos 38 anos de idade, filha do tenente Antônio Antunes Pinto (bat. 12.6.1738, Rio Grande/RS) e Ana Francisca de Souza (bat. 27.9.1750, Rio Grande/RS), neta paterna de João Antunes da Porciúncula (para maiores detalhes, vide: http://mitoblogos.blogspot.com.br/2008/06/genealogia-268-antunes-da-porcincula.html) e Antônia Pinto e, neta materna de Silvestre Domingues Pereira e Antônia Pereira de Souza.
**Nota: Antônio Antunes Pinto e Ana Francisca foram pais de:
1. Firmiano;
2. Leocádia Antônia Pereira Pinto c/c Antônio Pereira de Escobar e, após, com Antônio Castanho de Araújo;
3. Florência Antônia c/c José Pereira de Escobar, e 
4. Feliciano Antunes Pinto c/c Angélica Marques da Silva.
***
Leocádia casou em 2º matrimônio com o furriel Antônio Castanho de Araújo. 
Antônio e Leocádia foram pais de 5 filhos: Xisto, Daria, Antônia, Bento e Pedro, que seguem:
F1. Xisto, bat 17.11.1796, Santo Antônio da Patrulha/RS.
F2. Daria Eufrásia de Escovar (gêmea com Antônia), bat. 8.10.1798, Santo Antônio da Patrulha/RS. Casou com João da Costa Varella, n. em Cima da Serra, filho de João da Costa Varella[v], natural de Parnaíba, e Flora Maria Joaquina, natural de Cima da Serra. Pais de 2 filhos:
N1. Ana, n. 11.7.1816 e foi bat a 6.3.1818, São Borja/RS. Faleceu no parto. Casou com Bento José Rodrigues (?) seu tio (?).
N2. José da Costa Varella, faleceu solteiro a 28.8.1843, São Borja/RS.
F3. Antônia Pereira de Escobar, bat. 8.10.1798, Santo Antônio da Patrulha/RS e fal. 15.11.1867, São Borja/RS. Casou a 12.10.1813 em São Borja/RS com Francisco de Paula Pereira, n. cerca de 1785 na Vila Nova da Constituição, atual Piracicaba/SP e fal. 25.6.1833 em São Borja, possivelmente (foi o que conseguimos extrair do registro de casamento) filho de Antônio Pereira dos Santos e Joana Gomes de Almeida/Bueno de Almeida, casados em Curitiba a 17.10.1769, neto paterno do alferes João Batista de Oliveira/Pereira e Catarina de Sene Dias Cortes (estes descendentes de Guilherme Dias Cortes e Baltasar Carrasco dos Reis, ambos povoadores de Curitiba), neto materno de Inácio de Sá e Arruda e Antônia de Almeida Bueno. Antônia e Francisco foram pais de 3 filhos: Antônio, Rita Maria e Francisco de Paula. Antônia casou em 2ª núpcias a 16.9.1856 em São Borja/RS com Constantino da Silva Brum, n. 14.12.1802, bat. 1º.1.1803 em Cachoeira do Sul/RS e fal. a 26.5.1857, São Borja/RS, filho de João de Brum Teixeira[vi] e Joaquina Rosa Cabral, ambos de Rio Pardo/RS. Foram pais de 8 filhos. Serena, João, Veridiana, Maria Cândida, Eufrásio, Felipe, Leocádia e Feliciana.
O casal Antônio Pereira dos Santos e Joana Bueno de Almeida vem citado por Lênio Richa, em títulos perdidos (http://www.genealogiabrasileira.com/titulos_perdidos/cantagalo_ptlemos.htm), assim como pela pesquisadora Roselys Roderjan que, em sua tese, "A Formação de comunidades campeiras nos planaltos paranaenses e sua expansão para o sul, séculos XVI e XIX", referiu: "Em 1789 Joana Buena está viúva, com seus filhos Francisco, de 15 anos, e Manoel, de 13 anos. Em 1814, com 65 anos Joana Buena reside com seu filho Francisco de Paula Pereira, que está casado com Antônia Pereira, de 20 anos, do Sul. Ele possui 15 escravos."

Filhos do 1º matrimônio com Francisco de Paula Pereira.
N1. Antônio Pereira de Escobar, n. 26.11.1817, bat. 25.2.1818, São Borja.
N2. Rita de Paula Pereira Escobar, n. cerca de 1823, São Borja, onde se casou a 15.2.1846 com José Antunes Monteiro, n. Viamão, filho de Zeferino José Monteiro e Cesária Eufrásia Pereira. Pais de:
Bn1. Maria José Monteiro, c/c Duarte Joaquim da Silva, citados neste blog na família de Sebastian José Martinez http://pufal.blogspot.com.br/2011/02/familias-portuhttps://familysearch.org/pal:/MM9.3.1/TH-1-15215-10749-42?cc=2177295&wc=M97B-JTG:n1053366379guesas-nas-missoes_06.html).
Bn2. Esmerilda Monteiro, n. Itaqui, onde fal. a 28.1.1914. Casou com José Ferreira Sampaio, filho de Miguel Ferreira Sampaio e Leonor de Araújo Nóbrega. Pais de 6 filhos.
Bn3. Zeferino José Monteiro, n. 25.4.1848, Itaqui/RS, bat. 10.9, São Borja. Casou-se em 1886 em Itaqui com Maria da Glória Athayde.
N3. Francisco de Paula Pereira Escobar/Butuhy, n. 1828, São Borja, onde casou a 24.8.1878 com Carolina Amália do Amaral, n. 1846, São Borja, filha de Domingos Francisco do Amaral e Isabel Maria Vidigal. Pais de:

Bn1. Antônia de Paula Butuhy, n. 13.12.1880. Casou em 1898 em Santiago do Boqueirão/RS com Valentim Emigdio da Silva, n. 1876 e fal. 6.12.1916 em Santiago, filho de João Emígdio da Silva e Clarinda Rodrigues do Amaral. Pais de 3 filhos.
Filhos do 2ª matrimônio de Antônia Pereira de Escobar com Constantino da Silva Brum:
N4. Serena Rosa Escobar (embora em seu casamento dada como filha de Francisco de Paula), n. 30.8.1829, bat. 20.9, São Borja/RS, onde casou a 6.11.1852 com Jerônimo Rodrigues Maganino, filho de Manuel Rodrigues Magarino e Bárbara Tomásia Dias.
N5. João Pereira Escovar, n. 25.9.1830 (?), bat. 3.10.1831, São Borja/RS e faleceu solteiro na "campanha a serviço da nação".
N6. Veridiana Virgínia Pereira Escovar, n. 3.3.1832, bat. 20.4, São Borja/RS. Casou a 9.12.1855 em São Borja com Carlos Correia Vasques, n. 2.8.1827, bat. 6.9, Rio Pardo/RS e fal. 25.12.1866 em São Borja/RS, filho do Tenente de Dragões José Maria Correia Vasques e Umbelina Hipólita Correia da Silva, ambos de Rio Pardo/RS. Os avós paternos de Carlos foram o sargento-mor José Maria Correia Vasques, n. Rio de Janeiro/RJ e Maria Dionísia Correia Vasques, n. Rio Pardo/RS. Seus avós maternos foram o capitão de dragões Domingos José da Silveira, n. Triunfo/RS, e Lina Rodrigues Lima, n. Rio Pardo/RS. 
***NOTA:
Domingos José da Silveira e Lina foram pais:
1. Terêncio José da Silveira, morador de Cruz Alta/RS.
2. Umbelina Hipólita da Silveira c/c José Maria Correia Vasques, moradora em Itaqui/RS.
3. Sebastiana Lima da Silveira c/c Marcelino Antônio da Silva, moradores em Itaqui/RS.
4. Maria José da Silveira c/c Francisco Dias, moradores em Uruguaiana/RS.
5. Claudina Lima da Silveira, casada.
***
Veridiana e Carlos tiveram 3 filhos localizados: João, Vicentina e Maria Thomásia, que seguem.
Bn1. João Vasques de Escovar, n. 5.9.1856, bat. 16, São Borja/RS. Casou a 25.10.1883 em Itaqui/RS, com Luciana Marques de Souza, ali n., filha de Tomaz José de Souza e Maria da Anunciação.
Bn2. Vicentina de Escobar Vasques, n. 19.7.1859, bat. 25, Itaqui. Casou a 4.2.1880 em São Borja com Agostinho Bernardo Freire, n. 19.7.1859, Itaqui, onde foi bat. 25.9.1861, filho de Bernardino Freire e Maria Michels. Pais de:
Tn1. Almerinda Freire
Tn2. Orcirio Freire
Bn3. Maria Tomásia de Escobar Vasques, n. 27.5.1861, bat. 25.9, Itaqui. Casou a 12.7.1880 em São Borja/RS com João Maria Marques, n. Itaqui, filho de José Maria Marques e Luciana Pereira. Pais de:
Tn1. Vicentina Vasques Marques, bat. 21.6.1884, São Borja/RS, e fal. 8.7.1963 no Rio de Janeiro. Casou a 12.7.1916 em São Borja/RS, com Vicente Rodrigues Goulart, n. 16.2.1881 e bat. 26.9.1882, São Borja/RS [maiores informações sobre a sua ascendência, vide neste blog a seguinte postagem: http://pufal.blogspot.com.br/search/label/fam%C3%ADlia%20Penteado]. Foram os pais do Presidente da República JOÃO BELCHIOR MARQUES GOULART, n. 1º.3.1919, São Borja e fal. 6.12.1976 Mercedes, Argentina.
Tn2. Gelsomina Vasques Marques
Tn3. Darsal Maria Vasques Marques, n. 14.3.1889.
N7. Maria Cândida Pereira de Escobar (embora em seu casamento dada como filha de Francisco de Paula), n. 8.10.1833, bat. 16.1.1834, São Borja/RS, onde fal. 2.5.1861. Ali casou a 24.7.1856 com o tenente João Antônio Soares[vii], n. de Rio Pardo/RS, filho de José Antônio Soares e Francisca da Rosa Conceição. Foram localizados 2 filhos: Pedro e Antônia.
Bn1. Pedro Antônio Soares, n. cerca de 1857. Casou a 14.11.1877 em Santiago do Boqueirão com Lina Cândida Pereira, bat. 24.10.1853, São Borja e fal. 12.2.1891, filha de Constantino Pereira Barbosa ou Constâncio Pereira Barbosa e Maria Tomásia dos Santos. Pais de 3 filhos.
Bn2. Antônia de Escobar Soares, n. São Borja/RS, onde casou aos 16 anos a 14.11.1877 com João Assunção Belém Bandeira, n. 1855, São Borja/RS, filho de Francisco José Belém Bandeira[viii] e Tomásia Maria.
N8. Eufrásio da Silva Brum, n. 17.3.1835, bat. 11.6, São Borja/RS.
N9. Felipe da Silva Brum[ix], n. cerca de 1841 em São Borja/RS e fal. 22.7.1919 em Pedro Juan Caballero/Paraguai, sepultado em Ponta Porã/MS. Casou com Balbina Brum, com teve a filha Juvita e com Henriqueta Caldeira da Fontoura (dúvida) teve 3 filhos: Maria, Constantino e Horizontina. 
Filhos do 1º casamento com Balbina Brum (?)
Bn1. Juvita da Silva Brum c/c Delecordense Ávila Maciel, filho de Damião Ávila Maciel e Carlota Antônia de Brum. Pais de:
Tn1. Antonina Ávilla Maciel, n. 15.10.1929, Bossoroca, 3ª distrito de São Luiz Gonzaga/RS.
Filhos do 2º matrimônio com Henriqueta Caldeira da Fontoura[x]:
Bn2. Maria Caldeira de Brum, n. cerca de 1868 em São Borja/RS. Faleceu jovem.
Bn3. Constantino de Brum,  n. cerca de 1869, São Borja/RS e fal. Corrientes/Argentina. Constantino casou-se 2 vezes:
Do 1º casamento, desconhecido teria tido o filho Henrique.
Do 2º casamento ocorrido por volta de 1894 em São Borja/RS, com Alice Manvailer, teve 8 filhos, todos nascidos em São Tomé, Corrientes/AR.
Tn1. Henrique de Brum
Tn2. Horizontina de Brum
Tn3. Maria Alida de Brum
Tn4. Maria Aurora de Brum
Tn5. Osvaldo de Brum
Tn6. Rita de Brum
Tn7. Elsa de Brum
Tn8. Aida Alice de Brum
Tn9. Constantino de Brum
Bn4. Horizontina de Brum n. São Borja/RS
N10. Leocádia da Silva Brum, n. 1843. Casou a 30.11.1853, São Borja/RS, com o coronel Joaquim da Silva Lago[xi], bat. 11.10.1815, São Borja/RS e fal. aos 52 anos, a 18.4.1866 em São Borja/RS, filho do coronel Manuel da Silva Pereira Lago[xii], falecido a 27.7.1857, São Borja/RS e Jacinta Maria de Jesus (ou Maria Jacinta), fal. aos 72 anos, a 27.7.1857 em São Borja/RS. Em 1867 Leocádia já estava c/c José Antônio Monteiro. Pais de:
Bn1. Constantino Pereira/da Silva Lago casou  aos 22 anos a 3.10.1880 em São Borja/RS com a prima Leontina da Silva Lago, 17 anos, filha de Francisco da Silva Lago[xiii], fal. 30.9.1880 em São Borja e de Felisbina Leopoldina de Freitas, fal. 19.7.1915 em São Borja/RS (que fora c/c Manuel Pereira Rego). Os avós paternos de Leontina foram o coronel Manuel da Silva Pereira Lago e Jacinta Maria de Jesus (ou Maria Jacinta). Seus avós maternos foram Serafim de Freitas e Maria Joaquina, ambos paulistas.
N11. Feliciano da Silva Brum, faleceu aos 27 anos a 10.5.1866 em São Borja/RS, de tifo.
F4. Bento José Rodrigues 
F5. coronel Pedro Antônio Pereira de Escobar (o Barão de São Lucas)[xiv] nasceu  a 19.10.1806, bat 26.10, São Borja/RS e faleceu a 26.12.1893 em Santo Tomé, Argentina, tendo sido sepultado em São Borja/RS, aos 90 anos, vizinho, de pneumonia (consoante pesquisa de Pedro Dornelles Picon). Pedro casou em 1º matrimônio a 23.5.1823 em São Borja/RS com Maria Tomásia de Almeida Toledo da  Paixão, n. 8.9.1808, bat. 10, em São Borja/RS, onde fal. a 5.6.1842, no Rincão da Cruz, filha de Manuel Thomaz da Paixão (n. 1779, Curitiba/PR e fal. 23.12.1809 em São Borja/RS) e de Inácia Maria de Toledo[xv] (bat. 2.7.1788, Cachoeira do Sul/RS), neta paterna de avós incógnitos e, materna, de Antônio de Almeida Toledo e Teresa de Toledo Jacques, ambos de Capão Alto, no Paraná.
Daguerreótipo feito no Rio de Janeiro, na Oficina Imperial Buvelot & Prat, na Rua dos Latoeiros, n. 36.
Retratado o Barão de São Lucas, Pedro Antônio Pereira de Escobar, e, de acordo com o pesquisador Firmino Chagas Costa, quem nos cedeu o daguerreótipo, com a segunda esposa Maria Felícia de Oliveira, de meados de 1880.
Contudo, considerando que nesta época o Barão de São Lucas contava 73 anos, acreditamos que ou se trate do retrato de seu noivado, ou de seu primeiro casal. 

Pedro Antônio e Maria Tomásia foram pais de 8 filhos. José Pedro, Lucinda, Emídio, João, Ivo, Leocádia, Israel e Ildefonso.
Pedro Antônio P. de Escobar teve com Maria Zeferina, o filho natural Ezequiel abaixo citado; com Maria Jacinta Rodrigues, o filho Wenceslau, também citado abaixo, e com uma outra companheira, que não descobrimos o nome, a filha Júlia.
Pedro Antônio casou em 2ª núpcias aos 73 anos, a 3.1.1880, São Borja/RS (lv. 5, p. 168v) com Maria Felícia de Oliveira, 23 anos, São Borja/RS, filha de Ângelo Vieira de Oliveira[xvi], falecido em São Borja/RS e Ana Neri, neta paterna de Ângelo Vieira/Domingues de Oliveira[xvii] e Maria Josefa Loureiro, e neta materna do sargento-mor Antônio Jacinto Pereira e Laura Inácia da Pureza Pavão [para maiores informações, vide neste blog as famílias de João Machado de Souza e Pereira Vianna].
Pedro Antônio e Maria Felícia foram pais de 3 filhos: Domingos, Pedro e Rafael.
O pesquisador Mário Teixeira de Carvalho (Nobiliário Sul Riograndense, pp. 246/247), assim referiu sobre o Barão de São Lucas:
Fazendeiro rico, proprietário das estâncias de São Domingos, Santa Cecília, São Lucas e Santa Luzia, fez diversas doações com fins humanitários, em benefício de asilos e hospitaes para os pobres. Durante a guerra do Paraguai prestou assinalados serviços à Pátria, embora já avançado em anos. Desde o ano de 1900, a maioria dos membros desta família passou a assinar Escobar ao em vez de Escovar, conforme usaram seus antepassados.
O "Visconde de Sanches de Baena" diz que esta família é originária de Castela (Espanha). Alguns membros desta linhagem passaram a Portugal no tempo d' El Rei D. Afonso V, e no tempo de D. Manuel passaram à Ilha da Madeira e desta ára os Açores e daí para o Rio Grande do Sul. São suas armas: em campo de prata cinco escovas de azul, em Santor, com correias vermelhas. Timbre: um braço vestido de verde, com uma escova na mão.
Por Decreto Imperial, de 24 de agosto de 1889, Pedro Antônio Pereira Escovar foi agraciado com o título de Barão de São Lucas.
Filhos do 1º matrimônio com Maria Tomásia da Paixão
N1. Tenente-coronel José Pedro Pereira de Escovar, n. 1824, Itaqui/RS e fal. a 20.2.1897, São Borja/RS. Casou em Itaqui/RS com Paulina Marques da Silva, filha de Antônio Marques da Silva e Euderia (?) Antônia da Oliveira. Pais de 4 filhos: Maria Henriqueta, Afonso, Maria José e Maria Thomásia, que seguem[xviii].
Bn1. Maria Henriqueta de Escovar c/c Odorico Antunes, fal. antes de 1897, deixando dois filhos:
Tn1. Carlos de Escobar Antunes
Tn2. Aurélio de Escobar Antunes
Bn2. Dr. Afonso Marques de Escobar, médico, casado a 1º.3.1891 em Itaqui/RS com Zaida Palmeiro, filha de Amâncio Machado Palmeiro e Luísa Lara Palmeiro, sendo pais de:
Tn1. Aluisio Palmeiro de Escobar c/c Olga Abott.
Tn2. Leônidas Palmeiro de Escobar, médico, c/c Zaida Silva.
Tn3. Asdrúbal Palmeiro de Escobar c/c Francisca Macedo.
Tn4. Ismar Palmeiro de Escobar c/c Gemina Travassos Alves.
Tn5. Naida Palmeiro de Escobar c/c Peri Constant Bevilacqua.
Tn6. Zaira Palmeiro de Escobar c/c Luis Pereira Lima
Tn7. Decio Palmeiro de Escobar c/c Diva Braga Noronha.
Tn8. Odila Palmeiro Escobar
Tn9. José Pedro Palmeiro c/c Ione Mello Ribeiro
Tn10. Marina Palmeiro de Escobar c/c Graciliano dos Santos.
Bn3. Maria José de Escovar, solteira.
Bn4. Maria Thomásia de Escobar, n. 10.5.1863, bat. 27.10.1864, São Borja/RS. Casou a 31.12.1889 em Itaqui/RS com o seu primo, o doutor Marçal Pereira de Escobar, filho de Lucinda Pereira de Escobar e José Pereira de Escobar.

N2. Lucinda Pereira de Escovar, n. Itaqui/RS, onde faleceu a 26.10.1902. Casou em 1º matrimônio com José Ramires e, em 2º matrimônio em Itaqui/RS, com José Pereira de Escobar, fal. 5.1.1894. Pais de 8 filhos: Celina, Josefa, Gil, Marçal, Tito, José, Emigdio e Pedro João ou Pedro Ivo, que seguem:
Bn1. Celina Pereira de Escobar, n. 5.7.1849, bat. 13.1.1850, São Borja/RS. Casou com Antônio Boaventura Carpes, n. 14.6.1833, Cachoeira do Sul/RS e fal. 12.4.1902 em Itaqui/RS, onde foram moradores, filho de João Antônio Carpes, natural de Florianópolis/SC, e Damiana Maria da Conceição, natural Cachoeira do Sul/RS, neto paterno do tenente Cisnando Antônio de Carpes e Perpétua Rosa do Sacramento, ambos do Desterro (hoje Florianópolis/SC).[xix] Pais de:
Tn1. Camélia de Escobar Carpes
Tn2. João de Escobar Carpes
Tn3. Ernestina de Escobar Carpes
Tn4. Julia de Escobar Carpes.
Tn5. Celina de Escobar Carpes
Tn5. Ildefonso Escobar Carpes, nasceu a 23.1.1880, Itaqui/RS e fal. a 16.1.1956. Casou com Bernardina Francisca de Carvalho em São Francisco de Assis/RS e, após, com Maria Constança de Brito.
Tn7. Eulo de Escobar Carpes.
Bn2. Josefa Pereira de Escobar, c/c o tenente-coronel Belisário José Moreira, fal. 30.3.1901 em Lages/SC. Pais de:
Tn1. Lycurgo de Escobar Moreira c/c Conceição Gonçalves Moreira.
Tn2. Célia d'Escobar Moreira
Tn3. Lucinda Morena Moreira c/c. Amando Bonorino
Tn4. Ana d'Escobar Moreira
Tn5. Ecilda Moreira casou com Amadeo de Almeida Santos e/ou Luiz Carlos Bonorino, filho de Emydio Bonorino e Joaquina de Almeida.
Qn1. Horácio, fal. aos 10 meses a 26.5.1910 em Guarani das Missões/RS.
Tn6. Rolante d'Escobar Moreira
Bn3. Gil Pereira de Escobar, n. cerca de 1851. Foi morador de Itaqui/RS. C/c Ambrosina Borges de Escobar.
Bn4. Dr. Marçal Pereira de Escobar, n. Itaqui, morador em Porto Alegre/RS. Casou aos 36 anos a 31.12.1889 em Itaqui/RS com sua prima Maria Thomasia de Escobar, n. 10.5.1863, São Borja/RS, filha de Tenente Cel. José Pedro Pereira de Escobar e Paula Marques da Silva. Pais de:
Tn1. Bruno Escobar
Tn2. Ruth Escobar
Bn5. Tito Pereira de Escobar, general, n. 14.1.1855, b. 5.1856, Itaqui/RS, morador em Porto Alegre/RS. Casou a 20.4.1887 em Porto Alegre com Ana Anália Ribeiro, n. 22.8.1863, Taquari, filha do coronel Antônio Israel Ribeiro e Ana Ilha Martins, neta paterna do capitão José da Silva Ribeiro Lima, natural de Ponte de Lima, Braga, Portugal, e Úrsula Clara da Trindade e Silva, e neta materna do alferes Policarpo José Martins de Carvalho e Umbelina Francisca Ilha.
Bn6. José Pereira de Escobar Filho, n. 1861. Casou a 24.6.1886 em Itaqui/RS com Maria Pinto Barbosa, ali n. 1866, filha de Tristão Pinto Barbosa e Efigênia Nunes Barbosa. Pais de:
Tn1. Tito de Escobar
Tn2. Tristão de Escobar
Bn7. Egídio de Escobar, n. 28.2.1865, bat. 8.5.1867, Itaqui/RS.
Bn8. Emígdio Pereira de Escobar, n. 3.6.1867, bat. 12.12.1868, Itaqui/RS, onde casou com Ernestina Martins Ornellas[xx], n. 6.11.1868, bat. 25.1.1869, Bagé/RS, filha de Pedro Nicolau de Ornellas (n. Funchal, ilha da Madeira e casou-se a 18.7.1857 em Bagé) e de Joana Isabel Martins (n. Caçapava do Sul), neta paterna de Nicolau João de Ornelas e Marciana Isabel Muniz e, materna, de Domingos Martins Pereira e Faustina Leme da Silva. Pais de:

Tn1. Lucinda Ornellas de Escobar, n. cerca de 1892. Casou em 1915 em São Borja/RS com Bonifácio Ramos da Silva.

Tn2. Rubens Dornelles Escobar, n. cerca de 1895.
Bn9. Pedro Ivo Pereira de Escobar, capitão, morador de Porto Alegre/RS, n. 1870, Itaqui/RS. Casou com a prima Maria das Dores de Escobar e/ou Ana Amália Ribeiro (?).
N3. Emigdio Pereira de Escovar, tenente, n. cerca de 1827 e fal. solteiro a 4.10.1865, São Borja/RS. Reconheceu seis filhos por escritura pública, havidos de Alexandrina Maria Pereira, também solteira, nascida em São Borja, filha natural de Eucheria (Euquéria) Antônia de Oliveira: Celina, Paula, Hortêncio, Carolina, Honório e Maria, que seguem.
Bn1. Celina Pereira Escobar, n. cerca de 1855 em São Borja/RS, onde a 12.1.1870 c/c Joaquim José dos Santos Nogueira, filho de Peregrino dos Santos Nogueira e Luzia Nogueira da Conceição. Foram moradores de Corrientes, Argentina.
Bn2. Paulina Pereira Escobar ou Paula Pereira Escobar, n. 28/09/1857 em São Borja/RS e falecida a 8/5/1939, aos 79 anos, em São Tomé, Corrientes, Argentina. Casou em torno de 1874 com Fidélis Batista Guimarães, n. 24.6.1853, bat. 29.12.1854, São Borja/RS, filho de José Antônio Guimarães (fal. 16.2.1901, São Borja) e Rita de Moura ou Rita dos Santos (n. 1818 e fal. por volta de 1910, São Borja), neto materno de Jacinto de Moura (fal. 9/7/1868, São Borja) e Josefa Maria dos Santos (fal. 6/4/1876, São Borja). 
**Nota: 
Antônio José Guimarães nasceu por volta de 1815 e fal. a 16.2.1901 em São Borja, com inventário no APERS. Casou-se em meados de 1840/1847 em São Borja com Rita de Moura/Rita dos Santos, n. 1818 e fal. por volta de 1910, quando fez seu testamento - APERS). O casal teve 6 filhos:
F1. Jacinto José Guimarães, n. 1847, São Borja; em 1901 casado;
F2. Josefa Guimarães, n. 1849, São Borja, c/c Astolfo de Medeiros Barros;
F3. João Nepomuceno Guimarães, n. 20.10.1850, São Borja; em 1901 casado;
F4. Fidélis Batista Guimarães, acima citado;
F5. Cândida Guimarães, c/c Ildefonso Pereira de Escobar, abaixo citados;
F6. Maurícia de Moura Guimarães, fal. em 1899 em São Borja. Foi casada com um Francisco de Barros, deixando os filhos: Idalina, Álvaro, Maria das Dores, Ildefonso, Eduardo, Zacarias, Joaquim, Antônio, Osório, Olímpio e Albertina de Barros Guimarães, alguns residentes em Alegrete, São Borja e São Tomé, Argentina.
Paula Pereira Escobar (Paubla Guimaraes), Clothildes Guimaraes (filha/hija) e José Raymundo Molinas (genro) na estância de Paula Pereira de Escobar, em Santa Ana - Santo Tomé, Corrientes - fotografia repassada por Rita Guimaraes, da Argentina.

O casal (Paulina e Fidélis) residiu em São Borja e depois passou para a Província de Corrientes, Argentina, para a localidade de São Tomé. Pais de nove filhos, conforme censo repassado por Rita Guimaraes, trineta de Paula e Fidelis, datado de 1895 de São Tomé:
Tn1. Brazilia Guimarães, n. 1877, São Borja/RS.
Tn2. Lídia Guimarães, n. 3.8.1879, bat. 1º.2.1880, São Borja/RS.
Tn3. Honório Guimarães, n. 1881, São Borja/RS.
Tn4. Célia Guimarães (Selia), n. 1882, São Borja/RS.
Tn5. Hermínia Guimarães, n. 1885, São Borja/RS.
Tn6. Antônio Guimarães, n. 1887, São Borja/RS.
Tn7. Clotildes Guimarães, n. 1889, Corrientes, Argentina. Casou-se com Raimundo Molinas.
Tn8. Antonia D. Guimaraes, n. 1891, Corrientes, Argentina.
Gumersindo/Gomercindo
Guimaraes - fotografia
passada pela neta Rita
Guimaraes.
Tn9. Gumercindo Guimaraes, n. 7.10.1893, São Tomé, Corrientes, Argentina, bat. 3/7/1903 na igreja da cidade de Tres de Julio, Argentina. Casou-se a 6/9/1924 com Juana Schneider, n. 6/5/1900, filha de José Schneider (n. Argentina) e Isabel Cândida Martins (n. Brasil) Foram pais de Nélida Guimaraes, José Fidel Guimaraes e Ruben Pablo Guimaraes e avós paternos de Rita Guimaraes, nossa informante (nuestra informante desta rama).
Tn10. Alcira Guimaraes, n. 1895, Corrientes, Argentina.
Bn3. Hortêncio Pereira Escobar, n. cerca de 1859, morador de Juty, Paraguai.
Bn4. Carolina Pereira Escobar, n. cerca de 1861. Casou em torno de 1880 com Luiz/Lino Antônio ou Antunes da Silva, moradores de Corrientes/ Argentina.
Bn5. Honório Pereira Escobar, n. 25.7.1863, bat. 29.3.1866, São Borja/RS. Foi morador de Corrientes, Argentina.
Bn6. Maria Pereira Escobar, n. 4.8.1865, bat. 17.4.1866, São Borja/RS. Casou em torno de 1882 com Antônio Alves de Moraes, fal. a 31.12.1900 em São Borja/RS. Foram moradores de Corrientes/Argentina e pais de 9 filhos:
Tn1. Soter Alves Moraes
Tn2. Ernestina Alves Moraes
Tn3. Antero Alves Moraes
Tn4. Claudelino Alves Moraes c/c Antônia Loureiro, filha de Manuel Lopes Loureiro[xxi] e Idalina de Assumpção, neta paterna de José dos Santos Loureiro (filho de Joaquim dos Santos Loureiro[xxii], n. Laguna/SC e fal. a 6.8.1852 em São Borja/RS e de Maria Eufrásia Lopes, n. Santo Antônio da Patrulha/RS e fal. a 4.1.1851 em São Borja/RS) e Ana Lopes da Silva (filha de Athanázio José Lopes e de Ana Joaquina).
N4. João Pereira de Escovar, tenente-coronel, republicano, n. cerca de 1829 e fal. solteiro, assassinado em sua estância Santa Rosa a 19.2.1892 em São Borja/RS. Teve os filhos abaixo citados com Maria Francisca Sezinando, também solteira, fal. a 26.1.1903, São Borja/RS. Pais de 6 filhos: João, Pedro, Timóteo, Arnia, Dulce e Outubrina. Sobre este crime[xxiii], reportamos o leitor ao artigo Samborja, publicado no jornal A Federação, em sua edição n.º 56, pp. 2/4, de 9.3.1892 [http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=388653&pasta=ano%20189&pesq=] e edição n. 115, fl. 2, de 22.5.1893 [http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=388653&pesq=ferreira%20de%20moraes]. João foi pai de:
Bn1. João Escobar
Bn2. Pedro Escobar, fal. 5.1.1910 em São Borja/RS.
Bn3. Timóteo Escobar, n. 8.5.1875. Casou em 1913 em São Borja/RS com Joana Valls, n. 11.12.1876, filha de Frederico Valls, n. Espanha, morador de Uruguaiana e de Florência Valls, n. Espanha. Pais de:
Tn1. Décio Escobar, n. 24.08.1905. Casou a 28.03.19_ em São Borja/RS com Clarinda Athayde Santos, n. 26.5.19, filha de Filemon Silvano dos Santos e Etelvina Athayde, n. Itaqui, neta materna, de Manuel Silvano dos Santos e Clarinda Mattos. Pais de: Mário Santos Escobar, Caio dos Santos Escobar, Joana Maria Santos Escobar, Rosa Maria Santos Escobar, Anna Maria Santos Escobar (avó de Luis Carlos Mello Luchese, nosso informante deste ramo), Mauro Santos Escobar, José Luiz Santos Escobar e Luiz Augusto Santos Escobar.
Tn2. Izaac Escobar, n. 12.11.1906. Casou em 1929 em São Borja/RS com Idalia Santos Mariense, n. 20.4.1909, filha de Álvaro Mariense, n. 1.11.1887, e Cenira Santos, n. 25.6.1891, neta paterna de Aparício Mariense da Silva e Maria Luiza Dornelles e, neta materna, de Manuel Silvano dos Santos e Clarinda Mattos. Pais de:   Timoteo Mariense Escobar e João Carlos Mariense Escobar.
Tn3. Américo Escobar, faleceu solteiro.


Izzac Escobar, Américo Escobar e Décio Escobar (atrás);
Joana Valls Escobar e o marido Timóteo Escobar (na frente).
Fotografia enviada por Luis Carlos Mello Luchese, bisneto de Décio.
Bn4. Arnia Escobar
Bn5. Dulce Escobar c/c Clemente Peixoto de Magalhães. Moradores de São Borja/RS.
Bn6. Outubrina Escobar
N5. Ivo Florêncio Pereira de Escovar, n. cerca de 1831 e fal. 12.12.1891. Casou com Inocência Inácia Pereira de Ataídes, fal. 23.11.1905, moradores de  Itaqui/RS. Pais de 8 filhos: Arão, Benício, Maria Tomásia, Ludovina, Maria das Dores, Mariana, Ivo Athaydes e Inácia, que seguem.
Bn1. Arão Ataídes de Escobar, morador de São Borja/RS. C/c Zulmira de Matos.
Bn2. Benício Ataídes de Escobar, morador de Itaqui/RS.
Bn3. Maria Tomásia Paixão Messina c/c Victor Messina, moradores de Itaqui/RS.
Bn4. Ludovina Ataídes de Escobar, n. 21.2.1861, bat. 31.5, Itaqui/RS, c/c Irineu Barreto Pinto, moradores de Santos/SP.
Bn5. Maria das Dores Escobar c/c o primo Pedro Ivo Pereira de Escobar, moradores de Itaqui/RS.
Bn6. Mariana Ataídes de Escobar, moradora de Itaqui/RS c/c o primo João de Escobar.
Bn7. Ivo Ataídes de Escobar, gêmeo com Inácia, morador de Itaqui/RS.

Bn8. Inácia Ataídes de Escobar moradora de Itaqui/RS. 
N6. Leocádia Antônia Pereira de Escovar, n. 12.6.1833, bat. 27.12, São Borja/RS, onde fal. a 4.3.1897 e onde se casou com Raimundo José Fagundes, bat. com 1 mês a 16.6.1818, em Encruzilhada do Sul/RS e fal, em São Borja/RS, filho de Bernardo José Fagundes[xxiv] e Ana Maria de Jesus/do Sacramento, neto paterno de José Carlos Fagundes (n. São Paulo, freg. da Sé) e de Isabel Maria da Conceição (n. Laguna/SC), neto materno de Antônio Rodrigues Goulart (n. Viamão, filho de Francisco Rodrigues Goulart, de Urzelina, Açores/PT e Maria Antônia de Jesus, n. Açores) e de Maria Inácia do Sacramento (filha de Cláudio José Moura, n. Vila do Porto, Açores, e Teodora Inácia do Sacramento de Souza, n. Rio Pardo/RS). 


Raimundo José Fagundes
foto cedida por Jurandir Zamberlam

Leocádia e Raimundo foram pais de 15 filhos: Fausta, Amélia, Maria da Conceição, Zeferino, Lucinda, Sofia, Maria Manoela, Pedro, Emília, Estanislau, Zeferina, Justino e João, que seguem.
Bn1. Maria da Conceição Escobar, n. 20.1.1850, b. 1º.1.1852, Cruz Alta/RS. C/c Leovegildo Vieira de Oliveira, fal. a 27.12.1893, São Borja/RS, filho de Manuel dos Santos Oliveira e Francisca Pereira de Souza, neto materno de Ana Pereira de Souza, fal. em São Borja/RS por volta de 1884 e de Manuel dos Santos de Oliveira[xxv]. Em 1897 Maria da Conceição estava casado em segundas núpcias com Manuel Ávila de Lima. Houve do primeiro casamento de Maria da Conceição os filhos:
Tn1. Gil de Oliveira, n. 3.12.1891, São Borja/ RS.
Tn2. Leocádia Fagundes Vieira, n. cerca de 1883. Casou a 30.6.1913, São Borja/RS, com Pedro do Nascimento Fagundes, n. 1879, filho de Manuel Ávila de Lima e Sofia Fagundes de Lima.
Bn2. Inácia Fagundes de Escobar c/c José Fonseca.
Bn3. Manoela Maria Fagundes, n. 14.11.1862, bat. 24.11.1863, Cruz Alta/RS. C/c Manoel Luiz da Rocha, filho de Claudino Martins da Rocha e Laura Pereira da Luz. Pais de:
Tn1. Arminda Fagundes da Rocha n.12.5.1890 em São Borja/RS c/c o primo Asturio Fagundes de Oliveira Freitas, n. 4.8.1891 em São Borja, filho do Gal. João José de Oliveira Freitas e Ecilda Fagundes de Oliveira.
Bn4. Zeferino Fagundes de Escobar, n. 26.6.1851, b. 1º.1.1852, Cruz Alta/RS, onde se casou a 24.11.1877 e onde também fal. a 31.8.1915. C/c Josefina Fagundes da Fonseca, fal. 5.1.1918, filha de Ângelo Rodrigues da Fonseca e Albana ou Libania Fagundes, neta paterna de José Ângelo da Fonseca e Zeferina Antônia de Jesus. 
** Notas:
# Ângelo Rodrigues da Fonseca e Albana ou Libania foram pais de:
1. Ana Fagundes da Fonseca c/c Juvêncio Fagundes dos Santos
2. Serafim Fagundes da Fonseca
3. Zeferina Fagundes da Fonseca
4. Porfírio Fagundes da Fonseca
5. Belmira Fagundes da Fonseca c/c Manuel Isaias Alves
6. José Fagundes da Fonseca.
7. Josefina Fagundes da Fonseca c/c Zeferino Fagundes de Escobar
8. Guilhermina Fagundes da Fonseca
9. Libanio Bicca da Fonseca.
10. João Fagundes da Fonseca.
11. Maria Fagundes da Fonseca c/c Antônio Telles Fogaça;
12. Camilo e/ou Osório Fagundes da Fonseca
***
# José Ângelo da Fonseca (filho de Ângelo da Fonseca e Rosa Maria da Encarnação) e Zeferina foram pais:
1. Bernardino Ângelo da Fonseca c/c Maria de Moraes, moradores em Bagé.
2. (Maria) Dorotea Delfina da Fonseca c/c João Antônio de Alentejano.     
3. Feliciana Antônia c/c Patrício José da Silveira ou da Silva.
4. Felicidade Perpétua da Fonseca c/c Hemetério da Silveira e, após, com Antônio de Vargas e Andrade.
5. Hermenegildo Ângelo da Fonseca        
6. (Luisa) Florisbela Antônia da Fonseca c/c José Francisco de Jesus.
7. Porfírio Ângelo da Fonseca c/c Ana Maria (Olinta) de Oliveira 
8. Ângelo Rodrigues da Fonseca c/c libania ou Albana Fagundes.
9. Maria Bernardina de Souza c/c Marcelino Luiz da Silveira.
10. Antônio Rodrigues da Fonseca c/c Bernardina Soares da Fonseca.
11. José Ângelo Rodrigues da Fonseca c/c Angélica Maria de Jesus.
12. Manoel José Rodrigues da Fonseca
**
Zeferino e Josefina foram pais de 10 filhos:
Tn1. Abreu da Fonseca Fagundes, n. 11.7.1894, Santiago/RS. Casou em São Borja/RS com Bryanor Garcia Moraes, filha de Paulino de Moraes e Edelmira Garcia de Moraes, neta paterna de Paulino Manuel Antônio de Moraes e Maria Paulina de Moraes e, neta materna, de Albino Garcia da Rosa e Francisca da Conceição Garcia.
Tn2. Maria Autília Fagundes, n. 13.5.1881, bat. 25.10.1884, São Borja/RS, onde c/c Pedro Fagundes da Fonseca/Fonseca Fagundes, n. 1º.11.1879, bat. 4.9.1880, São Borja/RS, filho de Manuel Rodrigues da Fonseca e Maria Thomásia da Paixão, neto paterno de José Ângelo da Fonseca e Zeferina Antônia de Jesus.
Tn3. Antero Fagundes da Fonseca c/c São Borja/RS, com Marciolina Fagundes, n. 24.1.1883, filha de Justino Fagundes e Angelina Lages Fagundes.
Tn4. Antônio Fagundes da Fonseca, casou cerca de 1916 em São Borja/RS com Maria Joaquina da Fonseca Dutra, filha de Leandro Vieira Dutra e Serena Fagundes da Fonseca. Os avós paternos de Maria Joaquina foram José Vieira Ruivo e Maria Joaquina Dutra. Seus avós maternos foram Manuel Rodrigues da Fonseca[xxvi] e Maria Thomazia da Paixão.
Tn5. Amantina da Fonseca Fagundes, n. 23.4.1888, São Borja/RS, onde casou em 1908 com Diniz Fagundes da Fonseca, n.10.5.1883, São Borja/RS, filho de Manuel Rodrigues da Fonseca e Maria Thomazia da Paixão. Os avós maternos de Diniz foram o coronel (Pedro) Antônio Pereira de Escobar[xxvii] e Leocádia Antônia Fagundes f.4.3.1897 São Borja/RS.
Tn6. Aurora Fagundes da Fonseca c/c Joaquim Bernardo Dutra, filho de José Bernardo Vieira e Cesária Pereira Dutra.
Tn7. Albano Fagundes c/c Elvira Almeida, filha de Idalino de Almeida e Glyceria Dutra de Almeida.
Tn8. Amazilia Fagundes da Fonseca c/c Ortêncio Fagundes, filho de Manuel Rodrigues da Fonseca e Maria Thomazia Fagundes da Paixão.
Tn9. Alzira Fagundes da Fonseca c/c Arthur José dos Santos, filho de Lourenço José dos Santos e Virginia Antônia dos Santos.
Tn10. Adriano da Fonseca Fagundes
Bn5. Tomásia Fagundes de Escobar               
Bn6. João Fagundes de Escobar, n. 1871. Casou-se em 1896 em São Borja/RS com Maria Cândida da Fonseca, n. 1875, filha de Manuel Rodrigues da Fonseca e Maria Tomázia da Paixão. Pais de 4 filhos: Carmelina, Ildefonso, Vitorino e Astrogildo. Pais de:

Tn1. Carmelina da Fonseca Fagundes, casou em 1929 em São Borja/RS com Assis Brasil Vieira Saraiva, filho de Atanásio Saraiva da Fonseca e Maria Angélica Vieira, neta paterna de Inocêncio Saraiva da Fonseca e Fausta Fagundes de Escobar e, neta materna, de Eduardo Vieira Ruivo e Amabelia Vicente Soares.
Tn2. Ildefonso da Fonseca Fagundes c/c Aracy de Oliveira Fagundes, filha de Franklin Vieira de Oliveira Sobrinho e Ecildinia Fagundes de Freitas Oliveira, neta paterna de Virgílio Vieira de Oliveira e Lisbela Lages de Oliveira e, neta materna, de João José de Oliveira e Ecilda Fagundes Freitas.
Tn3. Vitorino Sales Fonseca Fagundes c/c Noêmia Medeiros de Ávila, filha de Francisco Fagundes de Ávila e Gasparina Medeiros, neta paterna de Manuel Ávila de Lima e Sofia Fagundes de Ávila e, materna, de Silvestre Vitor de Medeiros e Ana Prestes.
Tn4. Astrogildo Fagundes c/c Carmelina Fagundes Fonseca, filha de Ortêncio Fagundes e Amazilia Fagundes da Fonseca, neta paterna de Manuel Rodrigues da Fonseca e Maria Tomázia Fagundes da Paixão e, materna, de Zeferino Fagundes Escobar e Josefina Fonseca Fagundes.
Bn7. Amélia Fagundes de Escobar, n. 12.1.1849, b. 1º.1.1852, Cruz Alta/RS e fal. 2.6.1905 em São Borja/RS. Casou em 1º matrimônio com Bernardino Fonseca, n. 1841, Cruz Alta e fal. 27.3. 1891 em São Borja/RS, filho natural de Ângelo Rodrigues da Fonseca[xxviii], n. Viamão/RS e Margarida dos Santos. Sem descendência. Amélia casou em 2º matrimônio em 1896 em São Borja/RS com Antônio Machado da Silva, filho de Apolinário Machado da Silveira, sepultado em São Francisco de Assis/RS, e de Manoela Vieira. Sem descendência.
Bn8. João Fagundes
Bn9. Maria Tomásia (Fagundes) da Paixão c/c Manoel Ângelo Rodrigues da Fonseca (também encontrado como Manoel José da Fonseca), filho de José Ângelo da Fonseca e Zeferina Antônia de Jesus. 
#Nota:
José Ângelo (filho de Ângelo da Fonseca e Rosa Maria da Encarnação) e Zeferina foram pais:
1. Bernardino Ângelo da Fonseca c/c Maria de Moraes, moradores Bagé/RS.
2. (Maria) Doroteia Delfina da Fonseca c/c João Antonio de Alentejano.
3. Feliciana Antônia c/c Patrício José da Silveira ou da Silva.
4. Felicidade Perpétua da Fonseca c/c Hemetério da Silveira e Antonio de Vargas e Andrade.
5. Hermenegildo Ângelo da Fonseca
6. (Luisa) Florisbela Antônia da Fonseca c/c José Francisco de Jesus.
7. Porfírio Ângelo da Fonseca c/c Ana Maria (Olinta) de Oliveira.
8. Ângelo Rodrigues da Fonseca c/c libania ou Albana Fagundes.
9. Maria Bernardina de Souza c/c Marcelino Luiz da Silveira.
10. Antonio Rodrigues da Fonseca c/c Bernardina Soares da Fonseca.
11. José Ângelo Rodrigues da Fonseca c/c Angélica Maria de Jesus.
12. Manoel José Rodrigues da Fonseca c/c Maria Thomásia da Paixão
 ***
Pais de:
Tn1. Diniz Fagundes da Fonseca c/c a prima Amantina Fagundes da Fonseca, filha de Zeferino Fagundes e Josefina Fagundes da Fonseca.
Tn2. Serena Fagundes da Fonseca casou com o primo Leandro Vieira Dutra, filho de José Vieira Ruivo e Maria Joaquina Dutra.
Tn3. Pedro Fagundes da Fonseca casou em São Borja/RS, com a prima Maria Autilia Fagundes,n. 13.5.1881, b. 25.10.1884 São Borja/RS, filha de Zeferino Fagundes de Escobar e Josefina Fagundes da Fonseca.
Tn4. Maria Cândida da Fonseca, c/c João Fagundes de Escobar.
Tn5. Ortêncio Fagundes, c/c Amazília Fagundes da Fonseca, filha de Zeferino Fagundes Escobar e Josefina Fonseca Fagundes.
Bn10. Maria Manoela Fagundes, n. 20.9.1873, São Borja/RS, onde bat. 30.10.1864. C/c Fermiano Martins da Rocha, filho de Claudino Martins da Rocha e Laura Joaquina Pereira da Luz. Pais de 3 filhos: Arlinda, Pedro e Arminda, que seguem:

Tn1. Arlinda Fagundes da Rocha, n. 15.6.1893, São Borja, onde casou em 1911 com Luiz Fidêncio Falcão, n. 21.8.1889, filho de José Lopes Falcão[xxix] e Francisca Machado de Almeida, neto materno do capitão Fidêncio Lopes Falcão e Gertrudes de Almeida Falcão e, neto materno, do tenente João Machado de Almeida e Joaquina Ferreira de Almeida.
Bn11. Emília Fagundes da Rocha, n. 1861, bat. 26.8.1864, Cruz Alta/RS.
Bn12. Sofia Fagundes de Escobar, n. 2.3.1856, bat. 26.6.1856, Cruz Alta/RS. C/c Manuel Ávila de Lima.
Bn13. Fausta Fagundes de Escobar c/c Inocêncio Saraiva da Fonseca, filho de Alberto Saraiva da Fonseca[xxx], n. Triunfo e fal. 24.2.1888 em São Borja/RS, e de Justina Cândida da Silva, fal. a 26.3.1904 em São Borja/RS, neto materno de José Manuel Mendes[xxxi], fal. 3.8.1870 em São Borja, e Inocência da Silva Neves, fal. aos 62 anos, a 21.5.1872. Pais de:
Tn1. João Pedro Fagundes, n. 3.5.1877, São Borja/RS, onde casou com Florisbela de Lima Mendes, n. 23.5.1872, bat. 11.9, filha de Quirino José Mendes e Amabília de Lima.
Tn2. Atanásio Saraiva da Fonseca, n. 24.6.1888. Casou-se com Maria Angélica Vieira, n. 30.1.1895, filha de Eduardo Vieira Ruivo e Amabelia Vicente Soares.
Bn14. Justino Fagundes de Escobar, casou a 25.5.1873 em São Borja/RS com Angelina Francisca Lages, natural de São Borja/RS, filha de Luiz Gonçalves Lages[xxxii], fal. 4.9.1902 em São Borja/RS, e  Rita Antônia de Oliveira. Justino Fagundes casou em 2º matrimônio em 1914 com Vidalvina Ferreira, n. 5.11.1864 em São Borja/RS, filha de Joaquina Ferreira de Almeida. Pais de 7 filhos: Homero, Marciolina, José, Malvina, Alayde, Doralia e Corália, que seguem.
Tn1. Homero Fagundes, n. 1879. Em 1902 era solteiro.
Tn2. Marciolina Fagundes, n. 1882. C/c o primo Antero Fagundes Fonseca, filho de Zeferino Fagundes e Josefina Fagundes da Fonseca.
Tn3. José Apolônio Fagundes, n. 6.4.1884, bat. 29.2.1887 em São Borja, onde casou em 1906 com Maria da Glória Ávilla, n. 1884, filha de Balbina da Silveira.
Tn4. Malvina Fagundes, n. 1886. Casou-se em 1916 com Oscar Fagundes da Rocha.
Tn5. Alaydes Fagundes, n. 1890. Casou-se em 1911 em São Borja/RS com Manuel Joaquim Falcão, filho de João Marcelino Falcão e Laudelina de Oliveira Falcão.
Tn6. Doralia Fagundes, n. 12.10.1892 em São Borja, onde c/c José Mario Falcão, n. 22.7.1887, filho de João Marcelino Falcão e Laudelina Vieira Falcão.
Tn7. Coralia Fagundes, n. 1895.
Bn15. Pedro Fagundes de Escobar, n. 27.7.1863, bat. 30.10.1864, Cruz Alta e  fal. solteiro aos 20 anos a 20.2.1889 em São Borja/RS.
Bn16. Ecilda Fagundes de Escobar n. 21.9.1870 em Cruz Alta/RS e fal. 24.12.1952 em Porto Alegre. Casou aos 18 anos, a 29.5.1887 em São Borja/RS com o general João José de Oliveira Freitas (engenheiro dirigente da Colônia Militar de Chapecó, nos primórdios da colonização do oeste catarinense) [xxxiii], n. 16.11.1846 em São Borja e fal. 16.6.1916 em Sapucaia do Sul/RS, tendo sido sepultado em Porto Alegre, filho de José Gonçalves de Freitas e Rita de Oliveira Marques. João José foi casado em primeiras núpcias a 6.3.1875 em Porto Alegre com Alzira de Menezes Cardoso, fal. 16.11.1884, filha do major Carlos Francisco Cardoso e Maria Altina de Menezes. Deste primeiro casamento de João José houve os filhos: Altina, Carlos, Rita, João e José. Já do segundo casamento de João José com Ecilda, os que seguem:
Tn1. Arlinda Fagundes de Oliveira Freitas  (Picucha), n. 29.4.1888.
Tn2. Pedro Fagundes de Oliveira Freitas,  n. 6.5.1889.
Tn3. Ecildina Fagundes de Oliveira Freitas  (Neneca), n. 29.6.1890.
Tn4. Asturio Fagundes de Oliveira Freitas, n. 4.8.1891, São Borja onde c/c a prima Arminda Fagundes da Rocha, n.12.5.1890, São Borja, filha de Manoel Luiz da Rocha e Manoela Fagundes da Rocha.
Tn5. José Fagundes de Oliveira Freitas,  n. 8.10.1892 São Borja/RS.
Tn6. Dorzila Fagundes de Oliveira Freitas,  n. 31.12.1893.
Tn7. Olinto Fagundes de Oliveira Freitas,  n. 26.9.1895.
Tn8. Alice Fagundes de Oliveira Freitas,  n. 10.2.1897.
Tn9. Osório Tuyuti de Oliveira Freitas, n. 24.5.1898. Autor da obra Pioneiros Militares em Paraná-Santa Catarina, cujo livro foi organizado e publicado pela filha de Osório, d. Yara Freitas da Silva.  
Tn10. Amadeu Fagundes de Oliveira Freitas, n. 2.1.1900, Paraná. Casou em 1930, São Borja/RS, com Doracy Lima Pereira, n. 10.2.1908, RS, filha de Claudiano Pereira da Silva (n. 31.7.1875) e Morena Constança Lima da Silva (n. 2.9.1889).
Tn11. Aracy Fagundes de Oliveira Freitas n. 31.10.1902, Chapecó/SC, onde casou a 29.12.1934 com Armando Buarque da Rocha Pedregulho n. 7.2.1897, Sant'Ana do Livramento/RS e fal. 23.7.1958.
Tn12. Jurema Fagundes de Oliveira Freitas, n. 23.9.1903, Porto Alegre/RS.
Tn13. Helvécio Fagundes de Oliveira Freitas,  n. 16.4.1904, Chapecó/SC.
Tn14. Dídimo Fagundes de Oliveira Freitas  (Didi), n. 11.9.1905, Porto Alegre/RS.
Tn15. Jade Fagundes de Oliveira Freitas, n. 19.10.1909, Porto Alegre/RS, onde fal. 2007.

Tn16. Jacy Fagundes de Oliveira Freitas,  n. 22.5.1911, Porto Alegre/RS.
               Bn17. Maria Fagundes de Escobar n. 20.9.1873 São Borja/RS, onde foi b. a      11.8.1874.
               Bn18. Lucinda, n. 22.1.1854, bat. 1167.1.1855, Cruz Alta/RS e falecida antes de sua mãe, por seu nome não constar no inventário dela.
N7. Israel de Escovar, bat. aos 7 meses a 24.6.1835 em São Borja/RS.
N8. Ildefonso Pereira de Escovar, n. cerca de 1837, em São Borja/RS, onde faleceu aos 35 anos, a 21.2.1869, e onde casou a 14.6.1862 com Cândida dos Santos Guimarães, n. São Borja/RS e já falecida em 1888, filha de Antônio José Guimarães[xxxiv], fal. a 16.2.1901 em São Borja/RS, e Rita de Moura Guimarães. Pais de:
Bn1. Antônia Guimarães Escobar, n. 9.9.1867, bat. 21.2.1868, São Borja/RS, onde casou a 4.7.1888 com Ovídio Marques Guimarães, n. 1860, filho de Cândido José Guimarães e Maria Marques Guimarães. Foram moradores em Itaqui/RS e São Gabriel/RS.
Bn2. Maria Tomásia de Escobar, n. 24.8.1864, bat 12.10, São Borja/RS. Casou com Modesto Francisco Dornelles[xxxv], n. São Borja/RS, filho de Umbelina Francisca Dornelles, fal. 14.11.1892, e Serafim Francisco Dornelles. Pais de:
Tn1. Ildefonso Escobar Dornelles
Bn3. Blandina Escobar, n. 14.4.1863, bat. 15.8, São Borja/RS. Faleceu solteira.
Filho natural com Zeferina de Oliveira:
N9. Ezequiel Escovar casou a 11.11.1918, São Borja/RS, com Lídia de Almeida Machado, fal. 15.12.1905 (deixou o filho Celso). Ezequiel casou em 2º matrimônio em 1908 em São Borja/RS com Adélia Castilho Mendes, n. 29.6.1880, São Borja/RS, filha de João Francisco Mendes e Esmerilda Castilho. Pais de:
Bn1. Celso Escobar, n. 26.7.1889. Casou em 1920 em São Borja/RS com Autildes/Olitilia Dutra Ruivo, n. 31.8.1897, filha de Fortunato Vieira Ruivo, n. 25.6.1873, e Goemercinda Dutra, fal. 23.2.1918 e sepultada Alegrete/RS. Pais de:
Tn1. Cenira Ruivo Escobar c/c Justino Lopes Falcão, filho de Pedro Lopes Falcão e Joana Vaz Lopes Falcão.
Bn2. Elio Mendes Escobar, n. 15.8.1909, São Borja/RS, onde casou em 1943 com Suzana Silva Moura, n. 16.7.1921, São Borja/RS, filha de Rodolfo José de Moura e Alzira Silva Moura. Os avós paternos de Suzana foram Conrado José Rodrigues e Maria Margarida de Moura. Seus avós maternos foram Eufrásio Machado da Silva e Belarmino Antônio da Silva.
Filho natural com Maria Jacinta Rodrigues:
N10. Wenceslau Pereira de Escobar, n. 12.8.1857, São Borja/RS[xxxvi] e fal. 14.4.1938 no Rio de Janeiro/RJ. Casou a 16.3.1882 em Porto Alegre/RS com Cândida Pinto Ribeiro, n. Rio Pardo/RS, filha de João Pinto Ribeiro e Cândida de Souza e Silva.
Filha natural de Pedro Antônio com mãe ainda de nome incógnito, conforme pesquisa de Pedro Dornelles Picon:
N11. Júlia Escobar, n. 1840, em São Borja, onde fal. a 19.4.1870, tísica. Casou-se em São Borja/RS com Louis Nolibos, vindo de Bordeaux, França, em 8-4-1858. Pais de 3 filhos, dentre eles:

Bn1. Pedro Nolibos, n. 29.4.1865, bat. 1º.11.1866, São Borja, tendo como padrinhos o capitão Pedro Antônio Pereira de Escobar e Enilda Troes Braga.
Filhos do 2º matrimônio com Maria Felícia de Escobar:
N12. Domingos Escovar, n. 20.12.1880. Casou com Almerinda Freire, fal. 16.8.1929, sepultada Porto Alegre/RS, filha de Agostinho Freire e Vicentina Freire. Pais de 2 filhos:
Bn1. Érico Freire Escobar, n. 12.8.1904. Casou em 1929 em São Borja/RS com Almerinda Guimarães da Silveira, n. 13.10.1904, filha de Ireneu Silveira Rojas, fal. 20.1.1905, sepultado Uruguaiana e Idalina Guimarães da Silva, n. 22.11.1886. (casaram São Borja/RS). Os avós paternos de Almerinda foram Inocêncio Velasques Rojas e Auta Abrilina da Silveira. Seus avós maternos foram Hildebrando Pereira Guimarães e Magdalena Dondo Guimarães.
Bn2. Sílvio Escobar c/c Clarinda Lago Escobar, filha de Athanazio Lago e Porfiria Fraga Lago. Com geração.
Bn3. Lília Freire de Escobar
N13. Pedro Escovar, n. 23.1.1882, bat. 3.7, São Borja/RS, onde casou em 1902 com Lavínia Pereira de Souza, n. 20.9.1882, bat. 4.9.1884, São Borja/RS, onde fal. 2.4.1903, filha de Eduardo Pereira de Souza[xxxvii], fal. 24.5.1902 em São Borja/RS e Laura Pereira de Oliveira. Sem descendência. Os avós maternos de Lavínia foram Ângelo Vieira de Oliveira e Ana Neri Pereira. Pedro casou em 2º matrimônio em 1905, São Borja/RS, com Proserpina Guedes, n. 26.8.1886, bat. 2.12.1888 em São Borja/RS, filha de José Caetano Guedes, n. Portugal, e Leopoldina Villa Nova dos Santos Guedes/Figueiredo Guedes.
N14. Rafael Escovar, n. 24.10.1883, b. 5.9.1886, São Borja/RS.
2. MANUEL PEREIRA DE ESCOVAR/ESCOBAR, n. Santo Antônio da Patrulha/RS. Casou a 15.1.1812 em São Borja/RS com Inácia Maria de Toledo, bat.  2.7.1788, Cachoeira do Sul/RS e fal. 1.12.1851 em Itaqui/RS  (teve inventário autuado em 1856 em São Borja/RS - APERS), filha de Antônio de Almeida de Toledo[xxxviii] (bat. 16/1/1757, Capão Alto/PR; casou-se a 8.6.1782 em Cachoeira do Sul) e Teresa de Toledo Jacques/Teresa Paes de Toledo (exposta em casa de Simão Pereira, bat. 14.11.1760 em Capão Alto/PR), neta paterna de Antônio Lopes de Toledo (n. Baependi/MG) e Inácia Dias de Freitas (n. Curitiba/PR).
Inácia Maria de Toledo fora casada, anteriormente, com Manuel Thomaz da Paixão, com quem teve a filha: Maria Thomázia de Almeida Toledo da Paixão (c/c Pedro Antônio Pereira de Escobar, o Barão de São Lucas), sobrinho de Manuel Pereira de Escobar, acima citados.
Registro de casamento de Manuel Pereira de Escobar e Inácia Maria de Toledo.
São Borja, 1812.
Fonte: "Brasil, São Paulo, Registros da Igreja Católica, 1640-2012."
Images. FamilySearch. http://FamilySearch.org : accessed 2014.
Manuel e Inácia foram pais de 7 filhos: Veríssimo, José, Antônio, Mariana e Teresa, Josefa e Maria.
F1. Veríssimo Pereira de Escovar casou cerca de 1857 em Itaqui/RS com Amélia de Araújo Castanho. Pais de: Ana, Izaias e Zelinda, que seguem:
N1. Ana Escovar, n. 13 ou 3.5.1865, bat. 2.7.1867, Itaqui/RS.
N2. Izaias Pereira de Escovar, nasceu e faleceu em Itaqui/RS, onde casou a 30.5.1883 com Cândida de Mattos Santos, n. Itaqui/RS, filha de Manuel Silvano dos Santos e Clarinda de Mattos Santos. Pais de:
Bn1. Tarcila dos Santos Escobar, n. 1888. Casou em 1912 em São Borja/RS com Antônio de Oliveira Pontes, n. 1883, Portugal, morador Pelotas/RS, filho de José de Oliveira Pontes e Maria Victoria Pontes. (dúvida neste casamento)
N3. Zelinda Pereira de Escobar casou a 4.4.1879, Itaqui/RS, com Sezefredo José Monteiro, filho do major José Antunes Monteiro e Rita de Paula Monteiro.
F2. José Pereira de Escobar, n. 8.5.1819, bat. 18.9, São Borja/RS.
F3. Antônio Pereira de Escobar, n. São Borja/RS. Casou a 12.7.1858 em Cruz Alta/RS com Fausta Joaquina dos Santos, filha de Manuel Joaquim dos Santos[xxxix], n. Taquari/RS e fal. em 1861, Cruz Alta/RS, e Maria Francisca de Oliveira, fal. 5.9.1889 em Cruz Alta/RS. Pais de 5 filhos: Manuel, Horácio, José, João Manuel e Anísio, abaixo descritos [vide neste blog a família de Manuel Joaquim dos Santos].
N1. Manuel Pereira de Escobar, n. cerca de 1863, Santiago/RS. Casou com Ana Vaz de Escobar, filha de Francisco Vaz Martins e Maria Vicência dos Santos Vaz. Pais de:
Bn1. Antônio Pereira de Escobar, n. 27.9.1889, Santiago/RS, onde faleceu.
N2. Horácio Pereira de Escobar, n. em torno de 1868.
N3. José Pereira de Escobar Sobrinho, n. em torno de 1873. Casou em Cruz Alta/RS com Engrácia Vaz (Vaz Martins, dos Santos Vaz), filha de Francisco Vaz Martins e Maria Vicência dos Santos Vaz.
#Nota:
Francisco Vaz Martins e Maria Vicência foram pais de:
1- Ana Vaz Martins c/c Manuel Pereira de Escobar, acima citados.
2- Conceição Vaz Martins c/c Carlos Maria dos Santos
3- Engrácia Vaz Martins c/c José Pereira de Escobar Sobrinho
4- Senhorinha Vaz Martins c/c Antônio Veríssimo da Silva
5- Alfredo Vaz Martins c/c Vitalina Soares
6- Pedro Vaz Martins
7- Malaquias Vaz Martins
8- Armando Vaz Martins 
9- Fevarino Vaz Martins 
10- Dorival Vaz Martins 
***
N4. João Manuel Pereira de Escobar (João Manoel Escobar), n. 24/05/1873, bat. 25/04/1876, Itaqui/RS (conforme do bisneto Daniel A. Escobar) e fal. a  9.1.1927 em Carazinho/RS, aos 53 anos de idade, casado com Gertrudes Lopes, filha de Luiz Pereira Lopes e Januária. João e esposa foram pais de: Acylino, 25 anos, Antônio, 23 anos, Áurea, 21 anos, Lino Carlindo, 19 anos, Hecilda, 14 anos e:

Bn1. Vital Lopes Escobar, com 11 anos em 1927, nasceu a 24/8/1915 em Passo Fundo. Foi agricultor e se casou a 11/10/1939 em Carazinho com d. Rute Trelha, n. 25/2/1922, em Palmeira/RS, filha de Claudionor Trelha e Maria Cândida. Vital e Rute são avós paternos de Daniel Andreis Escobar, de Passo Fundo e quem nos passou dados e documentos do ramo de João Manuel.
D. Rute e Vital Lopes Escobar.
Fotografia enviada por Daniel A. Escobar.
N5. Anísio Pereira de Escobar
F4. Mariana de Escobar, n. 9.10.1811, bat. 5.1.1812, São Borja/RS.
F5. Mariana Felizarda Gomes/Pereira de Escobar, n. 26.12.1814, bat. 27.1.1815, São Borja/RS, onde casou a 2.7.1834 com Pedro Ferreira Jardim, n. Rio Pardo/RS, filho do capitão Nicolau Ferreira Jardim e Feliciana Pereira de Camargo. Pais de 5 filhos: Tertuliano, Nominata, Luiza, Agostinho e José.
N1. Tertuliano Ferreira Jardim
N2. Nomimata Ferreira Jardim
N3. Luiza Ferreira Jardim
N4. Agostinho Ferreira Jardim
N5. José Ferreira Jardim
F6. Teresa Pereira de Escovar c/c Elesbão Machado de Souza, fal. 8.5.1875, Santa Maria da Boca do Monte/RS. Pais de:
N1. Pedro
F7. Josefa, bat. 16.3.1818, São Borja/RS, onde fal. 12.2.1822.
F8. Maria, seu nome não consta no inventário materno, fazendo presumir fosse falecida neste tempo.

FONTES PESQUISADAS:
- ALVES, Luiz Antônio. Balthazar Fernandes. Genealogia. Porto Alegre: Edição do autor, 2008.
- ARQUIVO HISTÓRICO DA CÚRIA METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE (ACHMPA): arquivo do genealogista Jorge Godofredo Felizardo.
- ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (APERS): inventários, testamentos, habilitações de casamento e livros de notas dos tabelionatos de São Borja e região das Missões.
- Arquivos pessoais de: Daniel Andreis Escobar, Diego de Leão Pufal, Elisabeth Berté da Cruz, Elsa Brum, Jurandir Zamberlam, Luis Carlos Mello Luchese, Pedro Dornelles Picon e Ricardo Giacomoni Brum.
- Associação Catarinense de Imprensa - Casa do Jornalista (http://www.casadojornalista.org/noticias/jornalista_mario_xavier_resgata_historia_sobre_coronel_freitas_e_colonia_militar_de_chapeco-311214.html), postagem datada do dia 3.4.2014.
- Brasil, Rio Grande do Sul, Registros da Igreja Católica, 1738-1952. Images. FamilySearch. http://FamilySearch.org: accessed 2014.
- CARVALHO, Mário Teixeira de. Nobiliário Sul-Riograndense. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1937.
- CAVALARI, Rossano Viero. Os olhos do General: Porque Firmino de Paula foi um dos homens mais temidos de seu tempo? Porto Alegre: Martins Livreiro ed., 2007.
- DOMINGUES, Moacyr. Presença Açoriana em Santo Antônio da Patrulha. Porto Alegre: EST, 1993. Organizadora: Vera Lúcia Maciel Barroso.
- LOUREIRO, Glaci Mousquer. Família Loureiro. Disponível em http://loureirogenea.blogspot.com.br/2009/01/manoel-dos-santos-loureiro-cel.html -  acesso em janeiro 2014.
- MELO, Otávio Peixoto de. Blog. http://maragatoassessoramento.blogspot.com.br/2009/09/gauchos-ilustres_14.html acesso em janeiro 2014.
- PEREIRA, Cláudio Nunes (org.). Genealogia Tropeira. Vol. VI, disponível em: http://pt.scribd.com/doc/120878210/97/MANUEL-PEREIRA-DE-ESCOBAR-Z-Mousquer
- PEREIRA, Izaias de Lacerda. Síntese do Coronel Felipe de Brum. Disponível em http://www.correiodafronteira.com.br/modules.php?name=Sections&op=printpage&artid=21, acesso janeiro 2014.
- RICHA, Lênio Luiz. Títulos perdidos. Disponível em http://www.genealogiabrasileira.com/titulos_perdidos/cantagalo_ptferrazes.htm  acesso janeiro 2014.

- RODERJAN, Roselys Veloso. A Formação das Comunidades Campeiras nos Planaltos Paranaenses e sua expansão para o sul, séculos XVI a XIX. Florianópolis, 1989. Dissertação de Mestrado. UFSC, disponível em https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/112222/79349.pdf?sequence=1, acesso em junho de 2014.
- RODRIGUES, Jones Santos. Genealogia do Brasil. Disponível em http://www.genealogiadobrasil.com.br/genealogi/pafg77.htm#2706, acesso em janeiro de 2014.
- SILVA LEME, Luiz Gonzaga da Silva. Genealogia Paulistana.
- VILLAS-BÔAS, Pedro Leite. Dicionário Bibliográfico Gaúcho. Porto Alegre: EST, 1991.

- XAVIER, Mário. O Coronel Freitas e a Colônia Militar do Chapecó. Os primórdios de Xanxerê e a colonização do Oeste Catarinense. Florianópolis: Insular ed., 2016.






[i] Títulos Perdidos. Pretos, disponível em: http://www.genealogiabrasileira.com/titulos_perdidos/cantagalo_ptpretos.htm
[ii] Citado por SILVA LEME, Luiz Gonzaga da Silva. Genealogia Paulistana, IX-214 e VII-251.
[iv] Quanto aos demais filhos, reportamos o leitor às seguintes fontes: DOMINGUES, 1997, p. 213; ALVES, 2008, p. 56; BARROSO, 1997, p.213 e, ainda, nos seguintes sítios: http://www.genealogiabrasileira.com/titulos_perdidos/cantagalo_ptpretos.htm e http://lageshistorica.blogspot.com.br/2012/05/ancestralidade-lageana-apresentacao.html?showComment=1337123870270#c1049375257388605790
[v] João da Costa Varella e (Flora) Joaquina foram pais de:
1. João da Costa Varella c/c Daria ou Eufrásia Pereira Escobar.
2. Joaquim da Costa Varella
3. José da Costa Varella
4. Maria Joaquina Varella c/c Sargento-mor Francisco Borges do Amaral Castro.
5. Úrsula Maria Varella
6. Policena Maria Varella
7. Ana Maria Varella, moradora Santo Antônio da Patrulha/RS, c/c Paulo José Pereira, morador Lages/SC.
[vi] Sobre a ascendência de João de Brum Teixeira, acessar:
João de Brum e Joaquina Rosa (casamento ocorreu 5.11.1791 Rio Pardo) foram pais:
1. Ana Joaquina da Conceição, b. 8.7.1792, Rio Pardo ou Cachoeira do Sul, c/c Alexandre Garcia da Rosa b. 8.7.1792, Taquara/RS, filho de Antonio Garcia da Rosa (das Ilhas) e Inocência Maria do Nascimento (Viamão)
2. José da Silva Brum/Brum Teixeira, b. 23.4.1794, Rio Pardo/RS.
3. Jacinta Joaquina Pereira, b05.09.1795, Cachoeira do Sul/RS, onde casou a 03.02.1821 com Inácio Pereira da Luz.
4. Maria Joaquina da Silva Brum, bat. 30.5.1797, Cachoeira, c/c João Francisco da Silva.
5. Leonor Balbina de Brum, b. 18.11.1798 Cachoeira/RS, c/c Francisco José Pereira da Luz.
6. Lino Antonio da Silva Brum, n. 12.5.1800, b. 21.5.1800, Cachoeira do Sul/RS,  c/c Albana Antônia Nunes de Mello f. 2.5.1877.
7. Constantino da Silva Brum, n. 14.12.1803, Cachoeira/RS,  c/c Antônia Pereira de Escobar.
8. Eduardo da Silva Brum, n. 1.11.1804, Cachoeira do Sul. Solteiro, teve filhos reconhecidos com mulher incógnita, Gertrudes e Francisca d’Assunção.
9. Antônio da Silva Brum, n. 19.8.1805, b . Rio Pardo/RS, fal 3.3.1874 c/c Águeda Maria Carolina de Borba, falecida a 9.8.1872 em São Luiz Gonzaga/RS . Foram pais do  Cap. Francisco Antonio de Brum, n. c. 1831 em Rio Pardo/RS ou São Borja/RS e fal.1865 na Guerra do Paraguai.Francisco casou a 17.12.1854 com Felisberta da Silva Mattos, nascida em Alegrete/RS. Francisco e Felisberta foram pais de Constantino da Silva Brum n. 1860 Bossoroca/RS e Felipe da Silva Brum que n. 12.1.1863 em São Borja/RS e casou com Justina Gregório (pais de Juvita, Genésia da Silva e Emília Brum).
10. Felisberta Rosa Brum, n. 12.5.1806, Cachoeira/RS, c/c Felício Pereira da Luz.
11. Constantina Rosa Brum, n. 24.4.1808, Cachoeira, c/c Vicente Pereira da Luz.
12. Leocádia Rosa Brum, n. 2.6.1812, Cachoeira/RS, c/c João Felipe Álvares de Almeida.
13. Felipe da Silva Brum, n.c.1817.
[vii] João Antônio Soares casou em 2º matrimônio a 12.1.1865 em São Borja/RS com Rita de Cássia Machado, natural de São Borja, filha de Ana Maria Silveira.
[viii] Francisco José e Tomásia foram pais de:
1. Francisco Atanásio Belém Bandeira c/c Teodolina Alves de Andrade
2. João Assunção Belém Bandeira c/c Antônia de Escobar Soares.
3. Luiza Belém Bandeira
[ix] Em http://www.correiodafronteira.com.br/modules.php?name=Sections&op=printpage&artid=21, lemos: "Felipe da Silva Brum nasceu em 1841, natural do Estado do Rio Grande do Sul, filho de Constantino da Silva Brum e Antônia Escobar Brum, casado com Balbina Brum e vindo a falecer em 22 de junho de 1919 em Pedro Juan Caballero, Paraguai". Felipe da Silva Brum adquiriu terras no sul do Mato Grosso, fazendo parte do contingente sulino que migra para Mato Grosso, fugindo da Revolução Federalista.
[x] Maiores informações sobre os filhos de Henriqueta, podem ser obtidos em:
[xi] O coronel Joaquim da Silva Lago deixou a filha natural Rita da Silva Lago.
[xii] Manuel da S. P. Lago e Jacinta foram pais de:
1. Cel. Joaquim da Silva Lago c/c Leocadia da Silva Brum.
2. Maurícia da Silva Lago faleceu 11.9.1880 c/c Tenente Cel Manuel Coelho de Souza.
3. Porfiria da Silva Lago c/c Luiz de Oliveira Goytacazes.
4. Francisco da Silva Lago c/c Felisbina de Freitas (viúva de Manuel Pereira Rego).
5. Margarida da Silva Lago c/c Cap. Francisco Marques Pereira. Sem descendência.
6. Manuel da Silva Lago c/c Porcina de Souza Nunes.
[xiii]Francisco da Silva Lago reconheceu através de escritura de perfilhação os 2 filhos que teve com Felisbina Leopoldina de Freitas, ambos solteiros na época.
1. José Pereira do Lago c/c Laudelina (?)
2. Francisco da Silva Lago 1853 c/c Maria da Conceição Souza, filha de do capitão João de Souza Nunes (pais de Alexandra de Souza).
Após o matrimônio, Francisco e Felisbina foram pais de outros 12 filhos, a seguir:
3. Joaquim Pereira Lago c/c Maria Manoela Lago.
4. Jacinta Lago Carneiro, n. 1861 c/c Joaquim Alves Carneiro.
5. Victor Pereira Lago, faleceu solteiro aos 38 anos.
6. Leontina da Silva Lago c/c Constantino Pereira do Lago.
7. Sonilda Pereira do Lago, faleceu solteira aos 33 anos.
8. Nilo Lago, faleceu em 1931, c/c Liberata F. Lago.
9. Adolfo Lago
10. Emila Lago
11. João Lago
12. Aldina Lago c/c João Batista de Paula.
13. Atanásio Lago c/c Porfíria de Souza Fraga e Liberata F.
[xiv] Teria sido pai, também, de João Antônio Pereira de Escobar falecido aos 18 anos a 25.1.1872 em São Borja. O registro de óbito não cita o nome da mãe.
[xv] Inácia depois se casou com (2) Manuel Pereira de Escobar, que era tio do Barão de São Lucas, genro de Inácia. Manuel e Inácia tiveram 8 filhos, relacionados na respectiva genealogia.
[xvi] Ângelo e Ana Neri foram pais:
1. Francisca Pereira de Oliveira c/c Manuel dos Santos de Oliveira.
2. Maria Joaquina de Oliveira
3. Laura Pereira de Oliveira c/c Eduardo Pereira de Souza.
4. Maria Felícia Escobar c/c Cel. Pedro Antônio Pereira de Escobar.
5. Laura Pereira de Oliveira c/c Eduardo Pereira de Souza.
6. Elvira de Oliveira c/c José Setembrino Falcão.
[xvii] Ângelo e Maria Josefa foram pais de:
1. Ana Teresa de Oliveira c/c Manuel Francisco Guerreiro.
2. Ângelo Vieira de Oliveira c/c Ana Neri Pereira
3. Jerônimo Vieira de Oliveira c/c Ana Rosa de Oliveira.
4. Rita Antônia de Oliveira c/c Luiz Gonçalves Lages.
5. Manuel dos Santos Oliveira c/c Francisca Pereira Dutra (de Souza).
6. Belizário Vieira de Oliveira c/c Josefina Pereira Dutra.
7. Manoela Rosa de Oliveira c/c Manuel dos Santos Oliveira e/ou Apolinário Machado da Silveira.
8. Cap. Joaquim Vieira de Oliveira c/c Maria Joaquina de Oliveira.
9. Antônio Vieira de Oliveira c/c Cecília Adriana Nunes.
[xviii] Mário Teixeira de Carvalho no Nobiliário Sul Riograndense, p. 246 e seguintes refere inclusive os trinetos do Barão de São Lucas, nem todos mencionados nesta pesquisa.
[xix] Maiores informações podem ser obtidas em: http://www.genealogiadobrasil.com.br/genealogi/pafg77.htm#2706
[xx] Sara Martins de Oronellas, irmã de Ernestina, foi casada com Alfredo Domingos Lacroix, tratados neste blog: http://pufal.blogspot.com.br/2012/01/franceses-no-rs-os-lacroix-2.html
[xxi] Manuel L. Loureiro e Idalina foram pais:
1. Homero Loureiro c/c Luiza Loureiro Pires.
2. Ana de Assumpção Loureiro c/c Gabriel Fagundes de Oliveira.
3. Epaminondas Loureiro c/c Elmira Escobar de Moraes.
4. Antônia Loureiro c/c Claudelino Alves Moraes.
[xxii] Joaquim dos Santos Loureiro, n. Laguna/SC e fal. 6.8.1852, São Borja/RS (filho de Manuel Francisco Loureiro e Maria Josefa do Espírito Santo) e Maria Eufrásia Lopes, bat. 03.05.1778, Santo Antônio da Patrulha/RS e fal. aos 75 anos a 2.1.1851 em São Borja/RS (filha de Antônio Jose Lopes, n. Portugal, e Helena Eufrásia Pereira, n. Rio Grande/RS), foram pais de 12 filhos:
1. Ana Joaquina Loureiro c/c Lino Pedro Belmonte e Felipe Carvalho da Fonseca.
2. Joaquim dos Santos Loureiro.
3. José dos Santos Loureiro c/c Ana Lopes da Silva.
4. Manuel dos Santos Loureiro c/c Antônia Lopes da Silva.
5. Antônio dos Santos Loureiro c/c Maria Pereira do Nascimento/Maria Dornelles Pereira.
6. Maria Josefa c/c Ângelo Vieira de Oliveira.
7. Felisberto dos Santos Loureiro c/c Antônia Lopes Loureiro.
8. Belisário dos Santos Loureiro c/c Ana Máxima da Silva.
9. Cândida Joaquina dos Santos Loureiro c/c 1x com Domingos Rodrigues de Lima; c/c 2x com Moisés Antônio da Silva Furquim.
10. Francisca Joaquina Loureiro c/c Manuel Lopes da Silva/Manuel José Lopes e Serafim José/Rodrigues dos Santos.
11. Mariana Joaquina Loureiro c/c José Lopes da Silva e Rufino Rodrigues dos Santos.
12. Felicidade Joaquina Loureiro c/c Manuel Máximo da Silva e Urbano Joaquim dos Santos.
[xxiii] Em novembro de 1891 após Júlio de Castilhos (republicano) abandonar sob pressão a presidência do Estado, assumiu o poder o triunvirato, composto por Joaquim Francisco de Assis Brasil, Domingos Alves Barreto Leite e João Barros Cassal, que governaram até 17.6.1892, quando Júlio de Castilhos, através de um golpe, retorna ao poder. Em novembro de 1892 Júlio de Castilhos elegeu-se para o governo do Estado (cujas eleições foram dadas como fraudulentas), tendo início no ano seguinte, a Revolução Federalista (partido federalista fundado em março 1892).
[xxiv] Bernardo José Fagundes e Ana foram pais de:
1. Camilo (citado em PEREIRA, Cláudio Nunes - org.), que deve ter falecido criança, pois não referido no inventário materno.
2. Raimundo José Fagundes c/c Leocádia Antônia de Escobar.
3. José Bernardes Fagundes c/c Maria do Céu. Pais de, entre outros, Crescêncio José Fagundes (dos Santos), casado com Rosalina Ribas, casal que originou a família RIBAS FAGUNDES.
4. Damázia c/c Zeferino dos Santos.
5. Francisco José Fagundes, fal. antes de sua mãe, por não figurar no inventário dela.
6. Cipriana Maria de Jesus c/c Joaquim José dos Santos.
7. Gaspar José Fagundes c/c Jacinta da Mota Fagundes
8. Albana c/c Ângelo Rodrigues da Fonseca.
9. Ana Antônia c/c Porfírio Ângelo da Fonseca.
10. Maria Joaquina c/c Antônio Telles Fogaça.
11. Ismael José Fagundes c/c Joaquina Maria Aurora.
12. Bonifácio José Fagundes (gêmeo com Emílio) c/c Maria Zeferina Garcez, viúva de José Corrêa de Oliveira e irmã do delegado e federalista José Antônio Garcez (Cabelleira).
13. Emilio José Fagundes c/c Alexandrina Maria Pereira.
14. Patrício José Fagundes c/c Rosária Maria Fagundes.
15. Ambaília
Fonte: PEREIRA, Cláudio Nunes (org.) (http://www.alfredo.com.br/arquivos/gentrop8.pdf,).
***
[xxv] Ana P. de Souza e Manuel foram pais de:
1. Francisca Pereira de Souza c/c Manuel dos Santos de Oliveira
2. Maria Joaquina de Oliveira
3. Laura Pereira de Oliveira c/c Eduardo Pereira de Souza.
[xxvi] Manuel Rodrigues e Maria Thomázia foram pais de, no mínimo:
1. Serena Fagundes da Fonseca c/c Leandro Vieira Dutra.
2. Diniz Fagundes da Fonseca c/c Amazilia Fagundes da Fonseca/Fonseca Fagundes.
3. Hortêncio Fagundes da Fonseca c/c Amazilia da Fonseca Fagundes.
4. Pedro da Fonseca Fagundes c/c Maria Otília Fagundes da Fonseca.
5. Maria Cândida da Fonseca c/c João Fagundes de Escobar.
[xxvii] coronel (Pedro) Antônio e Leocádia foram pais:
1. Cap. Raymundo José Fagundes
2. Maria da Conceição Fonseca c/c Osório Fagundes da Fonseca.
3. Inácia Fagundes da Fonseca c/c José Fonseca.
4. Manoela Fagundes da Rocha c/c Manuel Luiz da Rocha.
5. Zeferino Fagundes c/c Josefina Fagundes da Fonseca?
6. Thomasia Fagundes de Escobar
7. João Fagundes de Escobar
8. Amélia Fagundes de Escobar
9. João Fagundes
10. Maria Thomasia da Paixão c/c Manuel Rodrigues da Fonseca.
11. Maria Manoela Martins c/c Firmiano Martins da Rocha.
12. Emilia Fagundes da Rocha
13. Sophia Fagundes de Ávila c/c Manuel Ávila de Lima.
14. Fausta Fagundes da Fonseca c/c Inocêncio Saraiva da Fonseca.
15. Justino Fagundes
16. Ecilda Fagundes de Freitas c/c Dr. João José de Oliveira Freitas.
[xxviii] Ângelo Rodrigues da Fonseca teve filho(s) com Albana Fagundes da Fonseca (casados)?
[xxix] José Lopes (filho do Cap. Fidêncio Lopes Falcão e Gertrudes de Almeida) e Francisca (filha do Tenente João Machado de Almeida e Joaquina Ferreira de Almeida) foram pais de:
1. Elvira de Almeida Falcão c/c Eduardo Vieira de Oliveira.
2. Manuel Fidêncio Falcão c/c Ortalina Centurião Falcão
3. Ulisses Fidêncio Lopes Falcão c/c Clara Francisca de Lima.
4. João Machado Falcão casado com Silvina Dias.
5. Luiz Fidêncio Lopes Falcão c/c Arlinda Fagundes da  Rocha.
[xxx] Alberto S. da Fonseca e Justina foram pais:
1. Julio Saraiva da Fonseca
2. Alfredo Saraiva da Fonseca faleceu solteiro aos 50 anos a  6.8.1915 em São Borja/RS.
3. Maria da Conceição Saraiva da Fonseca c/c Felicíssimo de Oliveira Prestes.
4. Horácio Saraiva da Fonseca
5. Gabriela Saraiva da Fonseca c/c Bráulio Francisco da Trindade.
6. Perciliana Saraiva da Fonseca c/c Sabino Saraiva da Fonseca.
7. Cyro Saraiva da Fonseca c/c Norberta Francisca do Nascimento
8. Inocêncio Saraiva da Fonseca c/c Fausta Fagundes de Escobar.
9. Percilia Saraiva da Fonseca c/c Efigênio Weber.
10. . Emília Saraiva da Fonseca
11. Josefino Saraiva da Fonseca c/c Madalena Bergalo.
[xxxi] José Manuel Mendes (filho de José Luiz Martins de Ávila e Vicência Maria da Conceição) e Inocência foram pais:
1. Justina da Silva Mendes c/c Alberto Saraiva da Fonseca.
2. Francisca da Silva Mendes c/c Jerônimo Martins de Ávila. 
3. Rita Albina da Silva Mendes c/c Pedro Guilherme (da Suíça).
4. Quirino José Mendes c/c Cristiana da Rosa Cunha e com a prima Joaquina da Souza Rocha.
5. sargento Pedro José Mendes c/c com Virgilina Espíndola.
6. Maria Eufrásia da Silva Neves c/c Antônio José da Silva.
7. Joaquina da Silva Mendes c/c Amâncio Rodrigues de Ávila.
8. Bernardina da Silva Mendes c/c Antônio Ferreira Lima.
9. Paulina da Silva Mendes c/c Frederico Rieth.
[xxxii] Luiz Gonçalves e Rita foram pais:
1. Angélica de Oliveira Jacques c/c Marcolino de Oliveira Jacques.
2. Lisbela Lages de Oliveira c/c Virgilio Vieira de Oliveira.
3. Angelina de Oliveira Fagundes c/c Justino Fagundes.
[xxxiii] O engenheiro e general João José de Oliveira Freitas dirigiu a colônia militar de Chapecó, em Xanxerê, nos primórdios da colonização do oeste catarinense. Com previsão de lançamento o dia 18/2/2016, este tema será abordado pelo jornalista Mário Xavier Antunes de Oliveira, no livro que se propõe a resgatar a história do coronel Freitas e da Colônia Militar de Chapecó. Aos que tiverem interesse, o lançamento da obra ocorrerá em Florianópolis/SC, na Fundação Cultural Badesc, às 19 horas do dia 18/02/2016. Interessados podem contatar o autor pelo e-mail marioxavier@redactor.com.br ou pelo Facebook: https://www.facebook.com/joaojoseoliveirafreitas
[xxxiv] Antônio e Rita foram pais:
1. Jacinto José Guimarães
2. Josefa Guimarães de Barros c/c Astolfo de Medeiros Barros.
3. João Nepomuceno Guimarães.
4. Fidelis Baptista Guimarães morador São Tomé/Argentina.
5. Cândida Guimarães de Escobar c/c Ildefonso Pereira de Escobar.
6. Maurícia de Moura Guimarães c/c Francisco de Bairros Leite.
[xxxv] Modesto Francisco casou a 21.4.1889 São Borja/RS, com Maria Luiza Roque, 16 anos, natural de São Borja/RS, filha do Alf. Augusto Reis e Eduvirges Falcão Reis.
[xxxvi]  Villas-Bôas, 1991, p.82.
[xxxvii] Eduardo e Laura foram pais:
1. José Pereira
2. Olavo Pereira
3. Posidônio Pereira c/c Zulmira de Souza Dutra.
4. Manuel Mario Pereira
5. Francisco Pereira
6. Eufrásia Pereira
7. Lavínia Pereira c/c Pedro Escobar.
8. Tristão Pereira c/c Rita Jacques Oliveira ou Oliveira Jacques.
9. Maria Felícia Pereira
10. Elvira Pereira
11. Francisca Pereira
12. Maria José Pereira
13. Pedro Pereira
14. Josué Pereira
15. Rosa Cândida Pereira
[xxxviii] Antônio de Almeida Toledo e Teresa foram pais de 12 filhos ao menos:
1. Maria de Almeida Toledo, n. 1782, Cachoeira do Sul, onde casou em 1795 com Manuel Peres da Silva, cujo casal seguiu para Santa Maria e depois para São Borja.
2. Helena Maria de Toledo, n. 1785, Cachoeira do Sul. C/c o guarda-mor Manuel Gonçalves de Almeida.
3. Elói de Toledo, n. 1787, Cachoeira do Sul.
4. Inácia Maria de Toledo, n. 1788, Cachoeira do Sul, c/c Manuel Thomaz da Paixão e Manuel Pereira de Escobar.
5. Salvador Fragoso de Toledo, n. 1791, Cachoeira do Sul, onde c/c Ana Francisca de Jesus.
6. José de Toledo, n. 1793, Cachoeira do Sul.
7. Manuel de Toledo, n. 1795, Cachoeira do Sul.
8. Caetana? de Toledo, n. 1797, Cachoeira do Sul.
9. Simiana Maria de Almeida Toledo, n. 1800, Santa Maria/RS. C/c João Damasceno de Córdova.
 Ana Francisca de Almeida n. Cachoeira/RS, c/c Luiz Antônio de Mello n. Castro/PR, filho de Luiz de Mello e Ana de Quadros.
10. Francisco de Toledo, n. 1801, Santa Maria.
11. Ireno Baltazar de Toledo, n. 1804, Santa Maria. C/c Ana Maria de Lima.
12. Ana Francisca de Almeida, n. Cachoeira do Sul, c/c Luís Antônio de Mello.
[xxxix] Manuel Joaquim dos Santos casou em 1º matrimônio (Triunfo/RS) com Mariana Joaquina do Nascimento, com quem teve 11 filhos. Casou em 2º matrimônio com Maria Fausta (ou Maria Núncia?) de Oliveira, com quem teve 5 filhos;
1. Flacila Josefina dos Santos c/c Tibúrcio José Maria Souto Maior.
2. Diolinda Emilia dos Santos c/c João José de Oliveira.
3. Urbano Joaquim dos Santos c/c Felicidade Joaquina dos Santos Loureiro.
4. Venceslau Joaquim dos Santos
5. Constância Cândida dos Santos c/c Cap. Augusto do Nascimento e Silva.
6. Serafim Joaquim dos Santos
7. Gertrudes Joaquina dos Santos c/c Ângelo Alves da Silva.
8. Rufino Joaquim dos Santos
9. Carolina Joaquina dos Santos c/c Mauricio da Silva Moraes.
10. Manuel Rodrigues dos Santos c/c Fermina Maria dos Santos.
11. Luiz Joaquim dos Santos
12. Antônio Joaquim dos Santos c/c Josefina Lopes de Oliveira.
13. Fausta Joaquina dos Santos c/c Antônio Pereira de Escobar.
14. Ana Joaquina dos Santos c/c Antônio Rodrigues (Joaquim) da Silva e/ou Manuel Luiz de Vargas.
15. João Felício (Felix) dos Santos
16. Joaquim Aníbal dos Santos.