sexta-feira, 1 de março de 2013

Alemães no RS: os Albrecht


Alemães no RS: os Albrecht
Autoria de Zélce Mousquer e Nathan Santos Rolim
edição e acréscimos de Diego de Leão Pufal

[dúvidas, acréscimos e correções, escreva para diegopufal@gmail.com]

[Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: MOUSQUER, Zélce, ROLIM, Nathan Santos e PUFAL, Diego de Leão. Alemães no RS: os Albrechtin blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/] 

[publicado em 1º/3/2013]
[atualizado em 09/03/2017]
***
Os Albrecht emigraram para o Brasil no ano de 1847, chegando na cidade de Porto Alegre/RS a 22.09.1847, representados pela matriarca Maria Catharina Albrecht, 40 anos, e seu único filho imigrante: Jacob, com 10 anos. Atravessaram o Atlântico a bordo do navio Henrietta Sophia “proveniente de Hamburgo ao Rio Grande com 122 passageiros a bordo". Os passageiros chegaram a Porto Alegre parte no Vapor Fluminense e parte no Iate Lycurgo. O documento de desembarque encontra-se no Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul (AHRS), no Códice n.º 299 do fundo Imigração. A família radicou-se na região missioneira do Estado, em seus diversos municípios.
Depois da publicação desta postagem, novos dados foram encontrados no ótimo trabalho de Stanley Savoretti de Souza, ao lançar o livro Langendörfer: os carreteiros de São Gabriel (Belo Horizonte: ed. do autor, 2015), cuja família Langendörfer também descende dos Albrecht. Essas novas informações permitiram conhecermos a ascendência de Maria Catharina Albrecht.
***
    Na presente pesquisa foram utilizadas as seguintes abreviaturas/siglas:

“bat.” para “batizado(a)”;
 “c/c” para “casado(a) com”;
 “fal.” para “fal.(a)”.
“n.” para “nascido(a)”;

***
a)   A ASCENDÊNCIA DOS ALBRECHT:

JOHANN WENDEL ALBRECHT, nascido em 1746 em Niederlinxweiler, St. Wendel, Saarland, Alemanha casou-se em 1771 em Völklingen, Saarbrücken, Alemanha, com Susanna Maria Wagner, nascida a 17.2.1739 em Niederlinxweiler, onde faleceu a 20.3.1797, filha de Johann Matthias Wagner e Anna Eva Nehlig. O casal Johann e Susanna gerou os filhos Maria Margaretha e Johann Jacob Albrecht, que seguem:

F1. MARIA MARGARETHA ALBRECHT, n. 16.1.1781 em Niederlinxweiler, Saarland, Alemanha.
Assim escreve Stanley S. de Souza sobre: MARGARETHA ALBRECHT, tia paterna de Elisabetha Albrecht (§ 2o, IV do capítulo 06), solicitou autorização para migrar da Alemanha (Niederlinxweiler) para a Polônia SET/1816, solteira, evangélica, então com 35 anos de idade. Não ​ foi encontrado nenhum  indício de que a viagem tenha sido realizada. Nesta data, já era mãe, uma ​ vez que o filho JAKOB ALBRECHT nasceu em 1808. Posteriormente, em 1828, migrou para o ​ Brasil, juntamente com o filho, viajando pelo trimastro Olbers, partindo de Bremen em 26/SET/1828 ​ e chegando ao Rio de Janeiro em 17.12.1828. Fez o trajeto Rio de Janeiro - Porto Alegre no Bergantim Dez de Maio, chegando a São Leopoldo, RS, em 10.5.1829.

Maria Margaretha gerou o filho Johann Jacob Albrecht, que segue:
N1. JOHANN JACOB ALBRECHT, n. 1809, Niederlinxweiler, Saarland, Alemanha e faleceu no dia 1º.10.1885, Santa Maria/RS, Brasil. Casou-se em 1834 na Alemanha com Maria Eva Müller, falecida a 10.5.1873 em Itaara (Pinhal, Santa Maria).

Johann Jacob Albrecht


Belém, João. História do Município de Santa Maria. Porto Alegre, 1933, p. 164

Jacob e Maria Eva foram pais de 14 filhos:
Bn1. Anna Catharina Albrecht, n. 1836 ..., RS. Casou com Jacob Adamy Filho.
Bn2. Jacob Albrecht Filho, n. 1838 ..., RS. Casou com Isabel Bernd, filha de ... Bernd e Marianna. Isabel faleceu em 1886 em Santa Maria/RS.
Bn3. Elisabeth (Isabel) Albrecht, n. 1840. Casou com Adolfo Maurício Morgestern.
Bn4. Maria Albrecht, n. 1842. Casou com Luís Ilges.
Bn5. Frederico Albrecht, n. 1844. Casou com Catharina Weber.
Bn6. Helena Albrecht, n. 1846. Casou com João Henrique Kurtz.
Bn7. Anna Maria Barbara Albrecht, n. 5.8.1847 em Hamburgo Velho/RS. Casou com Andreas Jacob Lied.
Bn8. Sophia Albrecht, n. 20.4.1849, Hamburgo Velho/RS. Casou com André Beck Filho.
Bn9. Magdalena Albrecht, n. 11.10.1845, Hamburgo Velho/RS.
Bn10. Peter Albrecht, n. 3.3.1851, Hamburgo Velho/RS, onde fal. a 4.10.1851.
Bn11. Felipe Albrecht, n. 5.6.1853, Hamburgo Velho/RS, casou com Amália Kroeff.
B12. Luise Katharine Albrecht, n. 7.11.1855, Hamburgo Velho/RS. Casou com Frederico Roth.
Bn13. Pedro Albrecht, n. 1858. Casou com Margarida Nonnenmacher, que foram pais, ao menos, de Tn1. Elfrida Petronilha Albrecht (n. 31-07-1886, Pinhal, Santa Maria/RS. Casou em 1904 em Santa Maria com Henrique Alfredo Gehn, 22 anos, filho de Daniel Gehm (fal. em Santa Maria/RS), e Paulina Dietricht (residente em Passo Fundo), e Tn2. Otília Albrecht (n. 1906, Pinhal. Casou-se com Ademar dos Santos ou Edemar dos Santos, n. 1906, RS, filho de Fortunazo (sic) dos Santos e Guilhermina. Pais de vários filhos em São Pedro do Sul, Camobi e Dilermando de Aguiar).
Bn14. João Albrecht, n. 1860. Casou com Francisca Nonnenmacher.

F2. JOHANN JACOB ALBRECHT, n. 26.4.1778 em Niederlinxweiler, St. Wendel, Saarland, Alemanha, onde faleceu a 15.6.1840. Johann casou a 30.12.1808 em Niederlinxweiler com Elisabeth Dress, n. 1º.1.1785 em Alsweiler, Saarland, Alemanha e falecida a 18.11.1836 em Niederlinxweiler, St. Wendel, Saarland, Alemanha. Foram pais de 2 filhas: Maria Catharina e Maria Elisabeth (Elisa).
n1. MARIA CATHARINA ALBRECHT, que segue no item “b”.

Bn2. MARIA ELISABETH (ELISA) ALBRECHT, n. 12.1.1812 em Niederlinxweiler, Saarland, Alemanha, onde fal. a 12.11.1855. Casou a 19.3.1840 em St. Wendel, Saarland, Alemanha, com Johannes Langendörfer, n. 10.12.1814 no mesmo local, filho de Michael Langendörfer e Anna Elisabetha Mayer (ou Elise). Pais de JOHANNES LANGENDÖRFER ou João Langendorf, n. 22.4.1841 em Niederlinxweiler, St. Wendel, Saarland, Alemanha e falecido a 12.6.1913 em Catuçaba/RS, radicado em São Gabriel/RS, onde deixou numerosa descendência citada no livro Langendörfer: os carreteiros de São Gabriel, de Stanley Savoretti de Souza.

***



   B) A DESCENDÊNCIA DE MARIA CATHARINA ALBRECHT

1. MARIA CATHARINA ALBRECHT, evangélica, n. 1808, Niederlinxweiler, Alemanha, filha de Johann Jacob Albrecht (n. cerca de 1785 em Niederlinxweiler, onde se casou a 30.12.1808) e Elisabeth Dress (n. 1º/1/1785, Alsweiler), neta materna de Nikolaus Dress (n. 02.12.1751, Wolfersweiler, Alemanha e fal. 21.11.1822 em Alsweiler) e Anna Eva Seiler (n. 1734, Farschweiler e fal. 14.2.1805, Alsweiler).
Embora Catharina Albrecht seja citada como viúva, talvez tenha tido o filho Jacob Albrecht no estado de solteiro, conforme Gilson Justino da Rosa in Imigrantes Alemães 1824-1856 (Porto Alegre: EST, 2005, p. 222). Meses depois de chegar ao Brasil, Catharina Albrecht casou-se, a 26/06/1848 em São Leopoldo/RS com Johann Philipp Elicker (Philipp Elicker), nascido a 7.1.1792 na mesma cidade de Catharina, em Niederlinxweiler, evangélico, tecelão de linho, e fal. 30.31860 em Sapiranga, filho de Peter Elicker e Anna Maria Bettinger.
Philipp Elicker emigrou para o Brasil, chegando viúvo em São Leopoldo, com a filha Maria Barbara, a 18.3.1829. Segundo referem Hunsche e Astolfi (O Quadriênio 1827-1830 da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: G&W, 2004, vol. II, p. 669) Johann Philipp emigrou da Alemanha com sua esposa Anna Elisabeth Scherer e duas filhas, sendo que sua mulher e uma das filhas faleceram durante a viagem. Após, Philipp Elicker casou-se com Catharina Albrecht, com quem teve três filhos: Johann Jacob Elicker (c/c Leopoldina Röhrig); Johann Christian Friedrich Elicker e Maria Catharina Elicker (c/c Johann Hagemann), mudando-se em seguida para Teutônia/RS.
Além disso, afora outros ramos Albrecht que emigraram para o Rio Grande do Sul, destacamos o de Maria Margaretha Albrecht, pois certamente aparentada de Catharina Albrecht, pois ambas vieram da mesma cidade na Alemanha.
Maria Margaretha Albrecht nasceu a 16.1.1781, Niederlinxweiler, viúva, passageira do bergantim Dez de mãe, chegou em São Leopoldo também com o filho de nome Jacob Albrecht a 10.05.1829. Margaretha/Margarida casou-se em São Leopoldo, na igreja Evangélica, com Jacob Rensch e foi filha de Johann Wendel Albrecht e Maria ou Susana Wagner. O filho de Margaretha, Jacob Albrecht, nasceu em 1809 em Niederlinxweiler, e foi curtidor em São Leopoldo, onde se casou com Maria Eva Müller, estabelecendo-se na Costa da Serra (Novo Hamburgo), enquanto alguns de seus filhos foram para Santa Maria/RS.
Pelo que constatamos, ambas os ramos Albrecht acima mencionados abandonaram a colônia de São Leopoldo com o passar dos anos, radicando-se nas novas colônias alemãs no Estado, mais precisamente em Teutônia e em Santa Maria. Enquanto isso, o filho de Catharina Albrecht, de nome Johann Jacob Albrecht, seguiu para a parte das Missões, radicando-se em Santo Ângelo/RS, onde deixou larga descendência. É deste ramo que trataremos, abordando a descendência de Johann Jacob Albrech nas Missões:
F1. Jacob Albrecht (Johann Jacob Albrecht), n. em torno de 1837 em Niederlinxweiler, Alemanha, e fal. a 11.08.1892, Santo Ângelo/RS. Pinhal, atual Itaara/RS, foi o primeiro ponto de parada de Johann Jakob Albrecht, onde foi um dos pioneiros e onde está sepultado, embora tenha vivido grande parte de sua vida em Santo Ângelo.
assinatura de "Johan Jakob Albrecht"
Jacob casou com Carolina Luísa Sonnet, fal. a 28.12.1885, Santo Ângelo/RS, filha de Bartolomeus Sonnet (n. Alemanha) e de Christina Feldmann (n.  08.04.1827, São Leopoldo/RS) – cuja família tratamos em: http://pufal.blogspot.com.br/2010/02/familias-alemas-i-os-sonnet.html. Acredita-se que Carolina faleceu após o parto de sua última filha. 
Filhos de Johann Jacob Albrecht.
[Sentados E/D]: Ana Albrecht, ...., ...
[Em pé E/D]: Leopoldina Albrecht, ... Júlio Albrecht, ...
O casal teve onze filhos: Henrique, Carlos, Rosalina, Christina, Leopolda, Júlio, Ana, Amantina, Concórdia, Guilhermino e Celina, que seguem:
Henrique Octávio Albrecht
N1. Henrique Otávio Albrecht n. em torno de 1863 e f. a 13.07.1931, aos 67 anos, distrito missioneiro de Entre-Ijuís. Casou em 08.06.1884, Santo Ângelo/RS, com Rosalina Fuchs, filha de Felipe Fuchs e Joaquina Francisca dos Santos. Residentes em São Nicolau/RS.
N2. Carlos Mena Albrecht n. 04.01.1866, Santo Ângelo e fal. a 27.06.1925, em Montevidéu, Uruguai, casado a 29.04.1911 em Montenegro/RS com Maria Davina Daudt, nascida a 23.08.1885, Montenegro/RS, onde fal. a 23.4.1926, filha de Frederico Daudt e Rita Martins da Rocha (com descendência descrita em: http://freepages.genealogy.rootsweb.ancestry.com/~korndorfer/daudt_genealogia.htm). Pais de:
Bn1. Olympio Vianna Albrecht, n. 26.10.1898, São Leopoldo. Casou-se com Auracy Beck, pais de cinco filhos.
Bn2. Hercília Daudt Albrecht n. a 19.04.1912 e fal. 17/01/1985. Casada a 1928, Santo Ângelo/RS, com Moacyr Moraes Barbosa, n. 07.11.1907, São Gabriel/RS, filho de Oscar Fernandes Barbosa (fal. 11.11.1920) e Lélia Moraes Barbosa (n. 27.10.1884). Pais de: Zilá, Luiz Carlos e Luiz.
Bn3. Eunice Daudt Albrecht, n. 1º/4/1914, Montenegro/RS, e fal. 22/3/1994. Casou-se com Mário Oswaldo Hofheinz, n. 3/9/1905, Jaguari/RS e fal. 24/04/1974, Santa Maria. Pais de: Maria Eunice.
Bn4. Dulce Vianna Albrecht f. a 12.7.1929, aos 22 anos, 1º distrito de Santo Ângelo/RS, solteira. Sem descendência.
N3. Rosalina Albrecht n. a 22.05.1868, Santo Ângelo/RS, onde foi batizada no mesmo ano e onde fal. a 2.9.1951. Casou em primeiras núpcias com Christiano Albrecht. Casou em segundas núpcias em 1898 em Santo Ângelo/RS com Gabriel João Beck (viúvo de sua irmã Christina Albrecht), n. a 07.06.1857 e fal. a 22.04.1923, Santo Ângelo/RS, filho de Margarida Beck, moradora em Santa Maria/RS. Pais de:
Olympio Beck
Bn1. Margarida Albrecht Beck, n. 28.10.1899, Santo Ângelo/RS, funcionária pública, onde se casou em 1934 com Peri Osmar Ponzi, n. 20.06.1905, Jaguarão/RS, funcionário público, f. a 20.1.1910, Santa Maria /RS, filho de José Ponzi (n. 20.05.1859) e de Comba Maia (n. 06.07.1878, residentes em Guaporé/RS), neto paterno de Rafael Ponzi e Lucrécia Ponzi e, materno, de José Luiz Maia e de Gertrudes Passos Maia, já falecidos em 1905. 
Bn2. Olympio Beck, n. 15.01.1901, Santo Ângelo/RS, onde fal. a 22.5.1947 e onde casou em 1922 com Horizontina Fernandes Maia, n. 18.12.1902 e fal. 25.12.1992 em Santo Ângelo/RS, filha de Galdino Luiz Fernandes (n. 29.6.1868) e de Elisa Fernandes Maia (n. 25.8.1870), neta paterna de José Luiz Fernandes e de Maria Antônia Fernandes e, neta materna, de Joana Rodrigues da Fonseca e Antônio de Souza Maia (?).
Bn3. Amantina Albrecht Beck, n. 28.06.1902, Santo Ângelo/RS, onde se casou em 1935 com Olivério Osório da Silveira, n. 24.02.1910, 1º distrito de Santo Ângelo, filho de João Osório da Silveira (n. 25.09.1878) e de Clara Teixeira da Silva (n. 08.05.1888, moradores do 1º distrito de Santo Ângelo), neto paterno de Olivério Osório da Silveira e de Francisca Nogueira da Silveira e, materno, de Isidoro Manuel de Lima e Ilibia Teixeira de Lima.
D. Francisca Nogueira da Silveira, em pintura,
enviada pelo descendente
Felipe Osório da Silveira.
#Nota:
Isidoro Manuel de Lima (filho de Manuel de Lima Rosa e Úrsula Maria de Mello)  e Ilíbia (filha de Manuel da Silva Teixeira e Madalena Maria da Rosa) foram pais de:
1. Aquino Teixeira de Lima c/c Mercedes Coimbra Barcellos
2. Clara Teixeira de Lima c/c João Osório da Silveira
3. Moisés Teixeira de Lima c/c Vidalvina de Mello.
4. Alcides Teixeira de Lima c/c Elvira Freitag
5. Pedro Arcelino de Lima c/c Ângela Maria da Silva
6. Rosalina Teixeira de Lima c/c José Ferreira de Lima
7. Angelina Teixeira de Lima c/c Antônio Gonçalves
8. Idalina Teixeira de Lima c/c João Francisco de Lima.
***
Bn4. Jacob Albrecht Beck, n. Santo Ângelo/RS.
N4. Christina Albrecht, n. em torno de 1870 e fal. a 1º.04.1897, São Borja/RS. Casada com Gabriel João Beck, n. 25.09.1857 e f. a 22.04.1923, Santo Ângelo/RS, filho de Margarida Beck e neto materno de Johann Ernst Beck (João Ernesto Beck) e Anna Maria Blum. Moradores de Cruz Alta/RS. João Gabriel casou em 2º matrimônio com a cunhada Rosalina Albrecht. Christina e Gabriel foram pais de:
Bn1. João Átila Beck, n. 14.4.1887, bat. 15.10, Cruz Alta/RS.

Bn2. Celina Beck, n. 05.11.1894, Santo Ângelo/RS, onde se casou em 1912 com Guilherme Tybuch, de profissão artista, filho de Gottlieb Tybuch e Guilhermina, moradores em Ijuí/RS.
Leopolda
Albrecht
Bn3. José Heitor Beck, n. 30.1.1895, Cruz Alta/RS. Casou em 1921 em Santo Ângelo/RS, com Lydia Fernandes Maia, n. 02.04.1905, filha de Galdino Luiz Fernandes e de Eliza Fernandes Maia, acima referidos, neta paterna de José Luiz Fernandes[1] e de Maria Antônia Fernandes e, materna, de Joana da Fonseca.
Bn4. Gabriel Carlos Beck, n. a 1896, Cruz Alta/RS.
N5. Leopolda Albrecht, n. 25.11.1872, Santo Ângelo/RS. Casou em 1895 com Carlos Fuchs, n. 18.08.1868 e f. a 11.01.1913, Santo Ângelo/RS, filho de Pedro Fuchs e de Catharina Fuchs. Leopolda casou a 18.03.1916, em 2ªs núpcias, com Ernesto de Aguiar Kruel, filho de Christiano Kruel Sobrinho e Zelinda de Aguiar Kruel (v. família Kruel em Família Kruel: http://familia-kruel.blogspot.com.br/). Leopolda não deixou descendentes.
capitão Júlio Albrecht
N6. Júlio Albrecht, n. 18.08.1874, Santo Ângelo/RS, onde se casou em 1896 com Ernestina Cassel, n. 02.01.1874, Santo Ângelo/RS, filha de João Cassel Sobrinho[2] (n. em São Leopoldo/RS, católico) e de Anna Biermann (n. 29.05.1847, bat. 29.05.1848, São Borja/RS). Neta paterna de José Cassel e Catharina Elisabetha (Isabela). Neta materna de João Henrique Biermann e Henriqueta Kruel. Pais de: 
Bn1. Eurico Albrecht, n. 23.01.1897, Santo Ângelo/RS, onde se casou em 1920, com Otacília Fernandes Maia, n. 25.10.1898, filha de Galdino Luiz Fernandes e de Elisa Fernandes Maia, acima mencionados. Pais de:
Tn1. Luci Albrecht
Tn2. Vani Albrecht
Tn3. João Albrecht

Bn2. Amazilda Albrecht, n. 16.04.1900 e f. 26.02.1987, Santo Ângelo/RS, onde se casou a 23.09.1922 com Ernesto Cardoso de Aguiar, n. 23.11.1894, Santo Ângelo/RS, onde faleceu a 26.10.1967, filho de Delfino Cardoso de Aguiar e Henriqueta Kruel de Aguiar. Neto paterno de João Cardoso de Aguiar e de Rosa Constância da Silva Machado. Neto materno de Frederico Kruel e Generosa Quaresma. Pais de:
Tn1. Cyrene Albrecht Aguiar, n. 20.06.1923. Casou a 26.12.1942, Entre-Ijuís/RS, com Leonardo Martins Lubini, n. 12.10.1917, São Luiz Gonzaga/RS, e f. a 14.06.1968, Entre-Ijuís/RS, filho de Leonardo Lubini e Josefina. Pais de 02 filhos.
Tn2. Delfino Cardoso Aguiar, n. 03.07.1930, Entre-Ijuís/RS, e f. a 29.04.2001, Santa Maria/RS, tendo exercido o Apostolado Marista em Livramento, Cruz Alta (Ginásio Cristo Redentor), Getúlio Vargas, Erechim, Passo Fundo (Instituto Marcelino Champagnat), Uruguaiana, São Gabriel, Santa Maria. Foi diretor Interino do Colégio Cristo Rei de Getúlio Vargas/RS, no ano de 1964.
Tn3. Júlio Cardoso Aguiar, n. a 17.04.1933 e f. a 17.04.1934.
Família de Julio Albrecht: Sentados da E/D: Amazilda Albrecht , Ernestina Cassel ( foi cc João Albrecht), Julio Albrecht, Olinda Albrecht. Em pé da E/D: Eurico Albrecht , Alcides Albrecht, Hilda Albrecht, Colotario Albrecht, Gumercindo Albrecht  e Armando Albrecht.
Bn3. Alcides Cassel Albrecht, n. 03.04.1902 e f. 21.04.1949. Casado com sua prima Gasparina Romy Albrecht Chamum, n. 14.02.1898 e f. 23.10.1972, filha de Miguel Chamun, libanês, e de Amantina Albrecht. Pais de:
Tn1. Maria Neiva Chamum Albrecht
Tn2. João Chamum Albrecht
Bn4. Hilda (Dica) Cassel Albrecht casada com Dorival Mello. Pais de:
Tn1. Júlia Mello
Tn2. Maria Mello
Tn3. Júlio Mello
Bn5. Clotário Cassel Albrecht n. a 29.11.1909 e f. a 28.06.1951 em Giruá/RS, casado com Maria Zulmira (Marica), n. a 05.05.1916 e fal. a 1º.10.2006. Pais de:
Tn1. AdairAlbrecht
Bn6. Gomercindo Cassel Albrecht casado com Adi, com quem teve os filhos:
                                    Tn1. Edil Albrecht
                                    Tn2. Antônio Albrecht
                                    Tn3. (filha)
                                    Tn4. (filha)
Bn7. Armando Cassel Albrecht casada com Juvência.
Tn1. Solange Albrecht
Bn8. Olinda Albrecht, n. 19.02.1899. Casada a 27.1.1917, Santo Ângelo/RS, com Oswaldo Demétrio Beck, então com 25 anos, filho de Matheus Beck Sobrinho e Carlota Demétrio de Oliveira. Neto paterno de Jacob Beck Sobrinho e Emília Heim. Neto materno de Antônio Demétrio Machado[3], f. a 13.05.1864, Palmeira das Missões/RS, e de Ana Francisca de Oliveira.
Ana Albrecht, Celeste
 e Libindo R. M.
N7. Ana Albrecht, n. 30.06.1876, bat. 15.08.1876, Santo Ângelo/RS, tendo como padrinhos João e Anna Cassel. Ana faleceu a 24.11.1957, às 05 horas, Inhacorá/RS, doméstica, aos 81 anos. Casada em 1896, 2º distrito de Santo Ângelo, com Libindo Rolim de Moura, n. 22.11.1872, Santo Ângelo/RS, onde faleceu a 23.08.1932, filho de Vidal Rolim de Moura e Francelina Rolim dos Reis. Os avós paternos de Libindo foram Bento Rolim de Moura e Eufrásia Florisbela Taborda. Seus avós maternos foram Amâncio Antônio dos Reis e Maria Joaquina Côrtes Taborda. O casal Ana e Libindo teve oito filhos: Ibanez, João, Jenny, Concórdia, Celeste, Romy, Vilma e Oliva, cujas descendências seguem:
Bn1. Ibanez Rolim de Moura, n. em torno de 1900, natural deste Estado, e f. a 18.03.1924, às 03h30min, Inhacorá/RS, de ferimentos mortais produzidos com projéteis de arma de fogo, decorrentes do pós-revolução de 1923, cor branca, aos 24 anos. Casado com sua prima Honorina Aurora Pires, n. 14.03.1906, Inhacorá/RS, e f. a 11.10.1988, as 21 hs, Alegria/RS, aos 82 anos, filha de João Batista Pires e Celícia Rolim Pires. Residentes e domiciliados em Inhacorá/RS. O casal teve um único filho: Assis, e ficando Honorina em estado de gravidez quando do óbito de seu 1º marido, cuja criança viveu poucos dias após o nascimento. 
Pais de:
João Sagitário Rolim
Tn1. Assis Rolim, n. 17.01.1923, Inhacorá/RS, e f. 11.04.2002, as 15:15 hs, Três de Maio/RS, cor branca, aos 79 anos, industrialista. Casado a 31.07.1943, Inhacorá/RS, com Iracema Ribeiro Lemos, n. 06.01.1924, Ajuricaba/RS, e f. 20.07.2003, às 14:50 hs, Três de Maio/RS, aos 79 anos, doméstica, filha de Avelino Ribeiro Lemos e Silvéria Ferreira de Lemos. O casal teve nove filhos.
Bn2. João Sagitário Rolim, n. 15.10.1901, 2º distrito de Santo Ângelo. Casado em 1931 com Laura Christaldi, n. 27.04.1913, Taquari/RS, filha do Dr. Nicolau Christaldi, n. a 12.05.1881, morador em Santo Ângelo/RS e de Maria Inácia Seguin, f. a 09.05.1919 Porto Alegre/RS. Foi escrivão no cartório municipal da cidade de São Leopoldo/RS.
Tn1. Ana Maria Christaldi Rolim
Jeny R. de Moura
Bn3. Jeny Rolim de Moura, n. 09.05.1908, às 01hs, 2º distrito de Santo Ângelo, doméstica. Casada em 1927 com Paulo Amarante Machado, n. 10.01.1902, Palmeira das Missões/RS, comerciante, filho de Alberto Alves Machado, n. a 07.08.1860, e de Ambrosina Antunes Machado, n. a 07.05.1962. Neto paterno de Gabriel Alves da Costa Machado[4] e de Virgínia Maria da Cruz, n. em Santa Catarina. Neto materno de Antônio Manoel Fernandes e de Maria Joaquina Antunes. Residentes e domiciliados em Santo Ângelo/RS. Ver neste blog, a família de Antônio José Antunes.
Bn4. Concórdia Rolim de Moura, n. cerca de 1910, possivelmente no 2º distrito de Santo Ângelo. Casou-se com Vilarim Rodrigues.
Concórdia e Vilarim
Bn5. Celeste Rolim de Moura, n. 10.12.1912 e f. 02.11.1970. Casado com sua prima Felisberta Almerinda Pires, n. 27.03.1914 e f. a 31.08.1993, filha de João Batista Pires e de Celícia Rolim Pires. Atualmente, a avenida principal de Inhacorá/RS possui seu nome. 
Celestem Rolim de Moura
Celeste e Felisberta foram pais de:
Tn1. Rony Libindo Pires Rolim, n. 10.11.1934, às 05hs, Inhacorá/RS.
Romy Rolim de Moura
e Benício Chamum
Tn2. Cerony Pires Rolim, n. 07.05.1936, às 02:25 hs, Inhacorá/RS.
Tn3. Paulo Romildo Pires Rolim, f. a 20.02.1944, às 04 hs, aos 06 meses e 19 dias, Inhacorá/RS.
Bn6. Romy Rolim de Moura, n. 22.06.1910, 2º distrito de Santo Ângelo. Casada a 1926, Santo Ângelo/RS, com seu primo Benício Chamum, n. a 13.04.1899, Santo Ângelo/RS, filho de Miguel Chamum e de Amantina Albrecht. Os avós paternos de Benício foram Isahy(?) Chamum e Milani Suffi. Seus avós maternos foram Jacob Albrecht e Carolina Luiza Sonnet.
Vilma R. de Moura
Bn7. Vilma Rolim de Moura
Bn8. Oliva Carolina Rolim de Moura, n. 29.05.1918 e f. 20.02.1968, Passo Fundo/RS. Casada com Felisberto Weydmann, filho dos comerciantes Carlos Weydmann e de Anna. Pais de:
Tn1. João Egmar Weydmann, n. 26.06.1935, às 21:30 hs, em Inhacorá/RS.
Oliva R. de Moura
Tn2. Joremy Weydmann, n. 15.02.1937, às 07 horas, em Inhacorá/RS.
N8. Amantina Albrecht, n. 09.08.1878, Santo Ângelo/RS. Casada em 1896 com Miguel Chamum, n. 18.12.1868, Beirute, Síria, filho de Isahy Chamum e de Milani Suffi. Pais de:
Bn1. Gasparina Romy Albrecht Chamum, n. 14.02.1898 e f. a 23.10.1972. Casada com seu primo Alcides Cassel Albrecht, n. 03.04.1902 e f. 21.04.1949, filho de Júlio Albrecht e Ernestina/Ernesta Cassel. Pais de:
Tn1. Maria Neiva Chamum Albrecht
Tn2. João Chamum Albrecht
Bn1. Benício Chamum, n. 13.04.1899, Santo Ângelo/RS, onde se casou a 1926 com sua prima Romy Rolim de Moura, n. 22.06.1910, 2º distrito de Santo Ângelo, filha de Libindo Rolim de Moura e Ana Albrecht.
Amantina Albrecht
e filhos
N9. Concórdia Albrecht, n. 25.02.1882 e f. 26.4.1980. Casou em 28.4.1908, Santo Ângelo/RS, com Henrique Grass, n. 23.03.1882 e f. 27.07.1947, filho de Carlos Frederico Grass (Carl Friedrich Kras[5]) e Maria Eva Hoffmann, neto paterno de Johann August Moritz Kras (João Augusto Maurício Krass) e Catharina Dorothea Poesch, nascidos na Alemanha, e neto materno de Johann Philipp Hoffmann e Maira Magdalena Zimmermann, nascidos na Alemanha.
N10. Guilhermino Albrecht, n. em torno de 1882, comerciante. Casado em 1914 com Emília Demétrio Beck, n. em torno de 1887, filha de Matheus Beck Sobrinho e de Carlota Demétrio de Oliveira. Os avós paternos de Emília foram Jacob Beck e Emília. Neta materna de Antônio Demétrio Machado (f. 13.05.1864, Palmeira das Missões/RS), e de Ana Francisca de Oliveira.
N11. Celina Albrecht n. em torno de 1885.

****
FONTES/BIBLIOGRAFIAS:
- Arquivo Histórico do RS (AHRS): Coleções, publicações, Registros diversos.
- Arquivo pessoal de Ricardo Giacomoni Brum.
- Arquivo Público do RS (APERS): Inventários, testamentos, Habilitações para casamento, Livros de Transmissões e notas, Registros diversos.
- CHF – Centro de História da Família da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias:  microfilmes de Santo Ângelo, Santa Tecla, São Miguel, Inhacorá, Santiago, Santa Maria.
- Cúria da Catedral de Santa Maria/RS – casamentos, batizados e óbitos.
- Cúria da Catedral de Santo Ângelo/RS – casamentos, batizados e óbitos.
- Família Daudt, disponível em: http://freepages.genealogy.rootsweb.ancestry.com/~korndorfer/daudt_genealogia.htm
- Fotos do acervo de Nathan Santos Rolim e Jacintha Kruel de Almeida.
- HUNSCHE, Carlos H. e ASTOLFI, Maria. O Quadriênio 1827-1830 da Imigração e Colinização Alemã no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: G&W, 2004.
- PUFAL, Diego de Leão – blog: pufal.blogspot.com
- ROSA, Gilson Justino da. Imigrantes Alemães 1824-1853. Porto Alegre: EST, 2005.
SOUZA, Stanley Savoretti de. Langendörfer: os carreteiros de São Gabriel. Belo Horizonte: ed. do autor, 2015., p. 57.

- TINM, Octacílio B. e GONZALES, Eugenio (org. e editores). Album ilustrado do Partido Republicano Castilhista – RGS. Porto Alegre: Livraria Selbach de J.R da Fonseca e Cia,1934.




[1] José Luiz Fernandes e Maria Antônia foram pais de:
1. Antônio Luiz Fernandes
2. João Luiz Fernandes
3. Ludgero Luiz Fernandes
4. Cesária Maria (Luiza) Fernandes cc Joaquim da Rosa Mello.
5. Galdino Luiz Fernandes casado com Eliza Fernandes Maia.
6. Edvirges Luiza Fernandes
7. Sebastião Luiz Fernandes casou com Maria Marcelina Padilha.
8. José Luiz Fernandes
9. Valério Luiz Fernandes casado com Henriqueta Machado.
10. Francisco Luiz Fernandes casado com Leonor Antunes Maciel.
[2] João Cassel e Ana foram pais de:
1. Ernestina Cassel casada com Júlio Sonett Albrecht.
2. João Jorge Cassel
3. Luiz Cassel casado com Julia Holsback.
4. Fernando Cassel
5. Zunilda Cassel
6. Etelvina Cassel
[3] Antônio Demétrio fora casado em 1ª núpcias com Ana Vieira da Rosa com quem teve o filho Amâncio.
[4] Gabriel e Virginia foram pais de:
1. João Alves Machado
2. Francisca Alves Machado
3. Manoel Alves Machado cc Clementina Antunes Fernandes.
4. José Alves Machado já falecido
5. Gabriel Alves Machado casado com Isabel Rolim de Moura.
6. Alberto Alves Machado casado com Ambrosina Antunes Fernandes.
7. Rosa Alves Machado
8. Maria Alves Machado 
[5] O casal mudou-se para Santo Ângelo, por volta de 1856, onde seu sobrenome e dos filhos constam como Grass. Informação disponibilizada por Gilson Justino da Rosa (RS-Gen). O casal Carlos F.Kras e Maria Eva foram pais de 7 filhos localizados.