quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Poesias de Mário da Silva Brasil


Poesias de Mário da Silva Brasil


           Desde julho de 2008 venho veiculando neste blog algumas poesias do meu bisavô Mário da Silva Brasil, as quais foram escritas em sua grande maioria na década de 1910, na cidade de Porto Alegre. Muitas delas foram publicadas nos jornais da época, já outras ficaram registradas em seu caderno.

                   Para que as obras de Mário da Silva Brasil não fiquem no esquecimento, disponibilizo mais uma de suas poesias, preservando a escrita da época:



Ao Amigo
(Ao amigo Quincas)

Amigo! é a palavra doce e pura
Que dá conforto ao triste desgraçado!
Amigo! oh, meiga e santa creatura
Que anima ao infeliz desamparado!

Amigo! vai até a sepultura
Si perde quem lhe foi affeiçoado!
Amigo! participa da amargura
Daquelle que é por elle tanto amado!

Amigo! é uma barca salvadora
Nas crueis tempestades desta vida!
Amigo! é a nossa arma defensora

Na batalha julgada então perdida!
E enfim é amigo, o laço de união
Que nos enche de affecto o coração!

Santa Maria, 5-7-1907.

2 comentários:

Shop Uggs Ireland Boots disse...

The particulars and specific recommendation are insurance particularly what I was wanting. I've book marked and can definitely be returning. Thanks to the details in this web site.

Leide Daiana Garcia Viasdeski Soares disse...

Boa noite estou tentando saber mais sobre meus antepassados mas a unica coisa que sei é que são de Palmeiras das Missões meu bisavó paterno seria Querino de Moura Amado minha Bisa Dócia Garcia meus avós eram Octacilio Garcia de Moura e Judite Vargas de Moura se puder me ajudar agradeço e deixo meu e-mail leideealexsoares@hotmail.com.
Obrigada