domingo, 6 de fevereiro de 2011

Famílias Portuguesas nas Missões (Sebastián Martinez)

Famílias Portuguesas nas Missões
Família de Sebastián André Martinez e
Flaubiana de Vargas

Autoria de Zélce Mousquer
Edição e acréscimos de Diego de Leão Pufal
[dúvidas, acréscimos e correções, escreva para diegopufal@gmail.com]


[Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: MOUSQUER, Zélce e PUFAL, Diego de Leão. Famílias Portuguesas nas Missões (Família de Sebastián André Martinez)in blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/] 
 [atualizado em 30/06/2016]

***
SEBASTIÁN/ANDRÉ MARTINEZ[1] (ou André Martins) nascido na Espanha e falecido provavelmente em Santo Ângelo/RS, filho de Francisco Martinez e Teresa Freire de Volar (?), espanhóis. Casou com (MARIA) FLAUVIANA ou FABIANA DE VARGAS, nascido em Rio Pardo/RS em 1796[2], filha de Manuel de Vargas e Maria Joaquina. Em 1856 André Martins e Maria Flaubiana de Vargas, registram uma hipoteca na Villa do Espírito Santo da Cruz Alta. No Brasil a família passou a usar o sobrenome Martins. Em LAGO, 1996, p.65 lemos: “...esta por sua vez era filha de um espanhol Sebatián Martinez e de uma missionera , Flaubiana de Vargas, segundo memórias manunscritas, deixadas por André Gudolle”. Nos registros de nascimento de seus netos, em Santo Ângelo, encontramos seu nome como André Martins. Mas, sem dúvida, trata-se da mesma pessoa. Em 1873 Sebastián/André e Maria Flaubiana eram falecidos. O casal teve nove filhos: Virgínia, Isidoro, Ana, Ana Amélia, Isolina, Vicentina, Fabiane, Teresa, João Damasceno e Umbelina (na dúvida), que seguem:
F1. VIRGINIA MARTINS nascida em Rio Pardo/RS, em 1829 e falecida aos 62 anos (?) em 29/6/1891[3], Itaqui/RS. Casa em torno de 1850, Cruz Alta, com Jean Gudolle[4] nascido em 1824, Lascarry, Cantão de Rabastens/Departamento dos Hautes Pyrénées/Região Midi Pyrénées/ França, filho de Guillaume Gudolle[5]. Jean faleceu no 1º distrito de São Borja/RS em 5/1/1869. O casal transfere-se para Itaqui em torno de 1854/55.
A história corrente na família é que Jean Gudolle teria sido assassinado pelo "bandido Cláudio Picada", em 05 de janeiro de 1859, andando ele mascateando. André Gudolle, seu filho, em seu manuscrito, informa: "... fiquei órfão aos 16,17 anos com minha extremosa mãe..." (in memórias manuscritas de André Gudolle, do arquivo pessoal de Marilia Gudolle Göttens.
Porém, o processo criminal que Cláudio Cardoso, vulgo Cláudio Picada, respondeu (processo n.º 1168, maço 40, ano 1869, em São Borja - Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul), não ficou provada a autoria do crime que vitimou Jean Gudolle.Disseram as testemunhas, em resumo, que no dia 05/01/1869 estava de "poso" em sua casa "Jean Guidol com duas carretas de negócio", com dois de seus piões e mais familiares dela testemunha. Nesta ocasião chegou a casa Cláudio Cardoso, "depois de estar elle testemunha e mais pessoas que se achavão em casa, sahio para fora, d’ahi a pouco sahindo elle testemunha ha rua, vio o dito Claudio lutando com Guidot, imediatamente sahio elle, digo,gritou elle testemunha e dirigiu-se aos dois desapartando-os,fasendo vir para a casa Claudio;então dirigio se Guidol para as carretas, e reciando elle testemunha que se fosse armar disse para o Claudio que se retirasse, por que Guidol tinha uma pistola de dois canos e que podia atirar-lhe, imediatamente Claudio montou acavalo e retirou se, vendo isto Guidol armado de um relho de cano de ferro, principiou a injuriar a Claudio desafiando o o que Claudio sempre caminhando respondia as injurias de Guidol até que desapareceo por detrás de uma coxilha;então voltou Guidol pras carretas e ordenou a seus piões que continuassem no trabalho que estavão , que era em uma lata que tinha comprado, vendo tudo apasiguado, voltou elle testemunha com seo pai, e Albino para dentro de casa, d’ahi a pouco gritou o pião de Guidol – acudão ao homem que morre – sahio imediatamente elle testemunha com as mais pessoas que estavão em casa e virão o pião segurando Guidot pelos peitos sem pode lo fazer sentar,ahi chegou elle testemunha , e vio que Guidot não podia levantar a cabeça, com o pescoço muito mol, banhou lhe os pulsos com água fria e quis ver se o fasia beber um pouco de água, o que foi impossivel, fes então deita lo e logo reconheceu (?) o finado que apresentou grandes olheiras negras, assim como o rosto e nunca mais tornou a si."
Outras testemunhas informaram, ainda, que Jean Gudolle:
"(...) não tinha ferimento algum e que no ato de vesti lo virão que o finado estava todo preto dos peitos para cima o que levou elle testemunha e as mais pessoas presentes que Guidolt morreu de um ataque visto não ter signal algum de ferimento ou contusão e nem tão pouco sangrou por parte alguma".
"(...) conduziu Claudio para dentro de casa e que João Guidoll o seguiu armado com duas pedras uma em cada mão; então elle testemunha dirigindo se a Guidoll,perguntou lhe o que era que havia acontecido, o que elle respondeo que Claudio era um malcriado e que não lhe queria pagar uma conta e que elle o queria ensinar (...)".
Após, "(...) vindo a chamado de Salvador Carvalho para examinar o corpo de João Guidoll, veio .... e encontrou o corpo o qual examinou escrupolosamente, e não vio vestígio algum de pedrada ou qualquer outra cousa, que verifico se foi que Jean Guidoll falleceo de um ataque apoplético. Que no mesmo dia que falleceo João Guidoll, elle testemunha tratou de indagar dos próprios piões do finado e estes lhe dicerão que depois que Gudolle teve a resinga com Claudio, ainda veio ajudar a trabalhar na lata e que dahi a poucos momentos cahio com o ataque. Que no dia seguinte em companhia de outras pessoas e do próprio filho do finado, de nome Andre, ainda no acto de vestir o cadáver, fiserão novo exame e vio se que o cadáver estava todo denegrido dos peitos para cima, ao que foi examinado também pelo filho e não acharão firimento ou contusão alguma e muito menos veia arrebentada."
Descreve a denúncia que "João Guidoll súbdito francês, casado, proprietário e morador na Villa de Itaquyk, tendo a muito sahido para campanha com carretas de negociar, fez sua parada no 1º distrito de São Borja, onde deixando sua família sahiu com uma carreta a mascatiar, parando com ella no2º distrito em frente da casa de Salvador dos Santos Carvalho.
No dia 5 de janeiro do corrente ano hás 8horas da hora da manhã estando o mesmo Guidoll sentado em seu fogão junto a carreta, ali apareceo Claudio de tal, filho de Joaquim Picada, que armado com uma pedra, principiou a travar rasoens com Guidoll por ter este pedido um dinheiro que aquelle lhe devia, achandose o dito Guidoll desarmado.
Sendo elle por mais de uma vez ameaçado levantou-se para repelir aqueles insulto, no acto porem ele levanta-se lança-se sobre elle o referido Claudio que conseguindo pegar com a mão direita nas goellas do Guidoll, da com a outra uma forte pedrada sobre o pescoço de Guidoll, que instantaneamente chaio morto, esvaído em sangue."
Após a instrução do processo, com a oitiva de cinco testemunhas, a denúncia foi julgada improcedente, concluindo o juiz que Jean Gudolle faleceu em decorrência de congestão cerebral, e, consequentemente, absolveu o acusado Cláudio Cardoso ou Cláudio Picada das acusações. O processo seguiu ao Tribunal para recurso necessário, tendo sido negado e, assim, mantida a decisão do juiz.


Registro de Jean Gudolle junto ao Consulado Francês de Buenos Aires[6]: Nº Sobrenome Nome Lugar nasc Data nasc Estado civil Procedência últ domicíl. Características Motivo da inscrição Assinatura.

registro de óbito de Virgínia Gudolle

Nº de matrícula (junto ao consulado): 4194 Sobrenome e data de registro no consulado: Gudolle – 14 outubro 1844 Nome: Jean Lugar de nascimento: Lascarri (Lascarry), Cantão de Rabastens/ Departamento dos Hautes Pyrénées/Região Midi Pyrénées Data de nascimento: 1824 Estado civil e profissão: solteiro, jardineiro. Chegado de Montevidéu Último domicílio na França: Tarbes (capital do Departamento dos Hautes Pyrénées) Caracteríscas: Cabelos: castanhos Fronte: sem particularidades Olhos: castanhos Nariz: sem particularidades Boca: grande Rosto: oval Motivo da Inscrição: Imigrante em Montevidéo nº 6248 (vindo de Montevidéo). Assinatura.
Registro de óbito de Virginia Martins Gudolle[7]: “NÚMERO 10 - Aos cinco dias do mes de julho de mil oitocentos e noventa e um neste segundo districto do Termo de Itaquy, Estado do Rio Grande do Sul, (...) cartório passo a transcrever a partir do óbito que me foi dirigido pelo cidadão André Gudolle e o qual é de theor seguinte: Cidadãos: Comunico-vos que no dia vinte e nove de junho, mês próximo findo, faleceu as cinco horas da manhã, Dona Virginia Martins Gudolle, com sessenta e dois anos de idade, viúva em primeiras núpcias de João Gudolle, cidadão francês, casada no município de Cruz Alta. O falecimento foi devido a uma Bronchite crônica e não teve assistência médica, não fez testamento, deixando uma parte (...) na cidade de Itaquy, tendo por único herdeiro o seu filho André Gudolle abaixo assignado. Foi sepultada no dia trinta do referido mês, no cemitério de Santo Christo. Era natural deste estado, nascida em Rio Pardo, filha legitima de André Martins, cidadão Hespanhol com dona Fabiana de Vargas Martins, brasileira, já falecidos. Revolução, 2º districto de Itaquy. Cinco de julho de mil oitocentos e noventa e um. André Gudolle ao cidadão José Ferreira Sampaio, escrivão de Pás neste districto. Era o que continha na ditta parte que eu fielmente transcrevi para este livro de próprio (...)”.
Jean e esposa tiveram três filhos, cuja descendência segue:
N1.Rosalina Gudolle falecida aos 12,13 anos 1866.
N2. Marcolina Gudolle falecida aos 2 anos.
N3. Cel. André Gudolle, político republicano, nasceu em 4/2/1852 Cruz Alta/RS e faleceu em 11/11/1928, Itaqui/RS, vitimado pela gripe. André casou três vezes. Teve dois filhos quando solteiro: Malvina Gudolle e Raul Gudolle. Casou a 24.5.1884, São Borja/RS, aos 32 anos, com Maria Benvinda Pereira[8], nascida a 11.07.1861, bat. 11.11.1862, São Borja/RS e falecida em 18/12/1894, Itaqui/RS, com 33 anos. Filha de Galdino Francisco Pereira Nunes, falecido em 27/8/1894, São Gabriel/RS e Camila Vieira Nunes, falecida em 21/3/1897.
André teve 5 fihos de seu 1º casamento com Benvinda: Djalma, Deuclydes, Raul, Djalmira, Delminda e Malvina.
André casa, novamente, aos 45 anos, em 23/7/1897, Itaqui/RS com Maria Luiza Sampaio, 19 anos, nascida em 25/8/1878, Itaqui/RS e falecida aos 27 anos, em 3/4/1905 Itaqui. Filha do Tenente José Ferreira Sampaio[9] e Esmerilda Monteiro Sampaio falecida aos 65 anos, em 28/1/1914, 2º distrito de Itaqui. Seus avós paternos foram Miguel Ferreira Sampaio e Lenor de Araújo Nóbrega, casados no 2º distrito de Itaqui. Avós maternos foram: Duarte Joaquim da Silva e Maria José Monteiro da Silva, naturais deste estado e falecidos no município de Itaqui. Maria José Monteiro da Silva era filha do capitão José Antunes Monteiro e Rita de Paula Monteiro).
André e Maria Luiza tiveram 2 filhos: Heraclydes e Esmerilda que nasceu em Itaqui/RS e faleceu em 1975 na Bahia.
André casa depois, aos 62 anos, em 4/1/1917 Itaqui/RS com Júlia Nunes Netto, 29 anos, nascida em 21/7/1888, Itaqui/RS, residente em Santiago do Boqueirão, filha de José Nunes Netto e Idalina Saldanha Netto. Sem filhos.
Filhos de André Gudolle, na condição de solteiro[10]:
Bn1. Malvina Gudolle nasceu em 30/10/1870
Bn2. Raul Gudolle nasceu em Itaqui em 20/1/1873 e faleceu solteiro em 28/12/1905, Itaqui/RS.
Filhos do 1º casamento de André Gudolle com Benvinda Pereira:
Bn3. Djalma Pereira Gudolle nasceu em 26/6/1885 Itaqui/RS, casa-se aos 22 anos, em 26/10/1907, Itaqui/RS com Izolina Monteiro da Silva, 21 anos, natural de Itaqui, filha de Duarte Irineu/Joaquim da Silva e Maria José Monteiro da Silva.
Bn4. Deuclydes Pereira Gudolle (Dico) nascido em 5/1/1888 em Itaqui/RS e falecido em 26/6/ 1971, São Borja/RS aos 83 anos. Casa com Duartina Monteiro da Silva, nascida em 1890 Itaqui/RS e falecida em 30/8/1969 Itaqui/RS, aos 79 anos, sepultados em Porto Alegre.
Bn5. Raul Pereira Gudolle assassinado em 1906, Itaqui/RS, aos 18 anos.
Bn6. Dejalmira Pereira Gudolle nasceu em 23/6/1890 ou 23/71889, Itaqui/RS casa-se com Hugo Cacciatore
Bn7. Diulmira/Deolmira Pereira Gudolle nascida em 3/4/1901, Itaqui/RS e falecida em10/7/1977, casa com Parmênio Lara Palmeiro[11], 21 anos, natural deste estado, Itaqui em 1888 e falecido em 1958 Porto Alegre. Residente em Itaqui, 13º filho de Francisco Amâncio Machado Palmeiro, nascido em 18/5/1838, Itaqui/RS e falecido em 24/7/1900/RJ e Luiza Lara Palmeiro nascida em Porto Alegre em 12/11/1847 e falecida em 20/3/1918.
Bn8. Delminda Benvinda Pereira Gudolle (Vindinha) nasceu em 13.09.1894-Itaqui/RS e faleceu em 15.02.1969-Rio de Janeiro, RJ. Delminda casa em 12.06.1917-Itaqui/RS com o político e diplomata Oswaldo Euclydes de Souza Aranha (de Freitas Valle Aranha), nascido em 15.02.1894, Alegrete/RS e falecido em 27.01.1960, Rio de Janeiro, filho do Coronel Euclides Egídio de Souza Aranha nascido em 3/3/1862[12] Campinas/SP (filho de Martim Aranha[13] e Talvina do Amaral Noqueira Aranha) e de Maria Luiza Jacques de Freitas Valle (Luizinha) nascida em torno de 1872, Alegrete/RS.
Filhos do 2º casamento de André Gudolle com Maria Luiza:
Bn9. Heraclydes Sampaio Gudolle nasceu em 14/7/1899, Itaqui/RS e faleceu aos 18 anos, em 19/1/1918 em Porto Alegre.
Bn10. Esmerilda Sampaio Gudolle (freira), nascida em 3/4/1901, Itaqui/RS e falecida em 1975, Bahia.
F2. ISIDORO MARTINS nascido em torno de 1848, distrito de São Miguel/RS e falecido em Santo Ângelo/RS em torno de 1920. Casa, em 1901, com Virginia Martins de Moura (sua sobrinha, filha de sua irmã Anna Martins de Moura), nascida possivelmente em 1873, Santo Ângelo/RS e falecida em Santo Ângelo/RS. Isidoro lutou na Guerra do Paraguai com a patente de Alferes. Pais de:
N1. Zulmira Martins de Moura, nasceu 18/10/1893 São Miguel, faleceu em Santo Ângelo/RS. Casou em 1920, no distrito de São Miguel, com Antônio Nunes da Silva, 29 anos, nascido em 15.4.1891, São Miguel, filho natural de Maria Vaz Gomes, natural do RS e moradora São Miguel. Os avós maternos de Antônio foram Domingos Vaz da Silveira e Fermina Maria Gomes, ambos naturais do RS.
N2. Olmira(o) nasceu em 19/1/1894, batizada(o) em Santo Ângelo.
N3. Arlindo nasceu em 19/5/1895, batizado em Santo Ângelo. 
N4. Herminia nasceu 19/1/1895 Santo Ângelo/RS e faleceu em Santo Ângelo/RS
N5. Deolmira/Deolminda Martins nasceu em 22/5/1896, casou em 1914 com Guilherme Antunes de Freitas, filho de Delfino Antunes de Freitas e Zeferina Baptista Dornelles. Os avós paternos de Guilherme foram Joaquim Antunes de Freitas e Margarida Inácia da Cruz, os maternos, José Cardoso de Oliveira e Felisbina Corrêa ou Felisbina Baptista Dornelles. 
Joaquim Antunes de Freitas (inv. 1892, Santo Ângelo) e Margarida (inv. 1884, Santo Ângelo, APRS) foram pais, ainda, de: 
- Antônio Antunes de Freitas, 
- Manuel Antunes de Freitas, 
- Jacinto Antunes de Freitas, 
- José Antunes de Oliveira  Freitas (c/c I - Luísa Maria de Oliveira e, depois, com Isabel Alves Teixeira); 
- Constantina Antunes de Freitas (c/c (H)Eliodoro Corrêa de Moura); 
- Senhorinha Antunes de Freitas casada com Antônio de Oliveira Pinto (seu sobrinho?);
- Alexandrina/Alexandra Antunes de Freitas casada com Joaquim Manoel Gonzaga; 
- Francisco Antunes de Freitas (casado com Joaquina Antunes da Conceição);
- Ana Antunes de Freitas casada com Reginaldo José da Silva; 
- João Antunes de Freitas casado com Maria Cardoso de Oliveira; 
- Joaquim Antunes de Freitas Filho (casado com Ana Cardoso de Oliveira);  
- Leopoldo Antunes de Freitas casado com Joaquina Cardoso de Oliveira.
- Rosária Antunes de Freitas casada com Ricardo dos Santos Ribas, moradores em Curitiba; 
- Damásia Antunes de Freitas casada com João Cardoso de Oliveira; 
- Delfino Antunes de Freitas casado com Zeferina Baptista Dornelles e 
- Jerônima Antunes Ribas, e Feliciano Manoel Antunes.
N6. Ezolina de Moura Martins, nascida em 28/3/1903, em São Miguel/RS, casa em 1924, aos 21 anos com Pedro Correia de Moura, 21 anos, nascido em 30/8/1902, São Miguel/RS, filho de João Corrêa de Moura e Alexandrina Antunes de Moura. Os avós paternos de Pedro foram Mathias Corrêa de Moura e Felisbina Cardosa de Oliveira. Seus avós maternos foram Florentino Antunes de Freitas e Felisbina Antunes Gonzaga
N7. João Martins de Moura nasceu 7/9/1904, São Miguel/RS. Casou aos 23 anos, em 1927 com Maria Conceição da Silva, nascida em 4/4/1906, 21 anos, filha de Ernesto Nunes da Silva e Maria Alexandrina da Silva.
N8. Arlindo Martins de Moura (?)
N9. Maria Concórdia Martins nasceu em 10.9.1901, distrito de São Miguel, onde casou aos 18 anos, em  1919, com Jordão Nunes de Siqueira nascido em 7.3.1896 4º distrito de  Santo Ângelo, filho de Olivério Nunes de Siqueira e Maria Bibiana da Silva. Os avós paternos de Jordão foram Salvador Nunes de Siqueira e Ana Maria da Conceição. Seus avós maternos foram Antonio José da Silva e Maria Francisca da Silva. 
F3. ANA MARTINS (Nica), n. 30.7.1855, bat. 30.11.1855, Cruz Alta/RS e fal. Santo Ângelo/RS. Casou em 04/09/1874, Santo Ângelo, aos 21 anos, com Emiliano Bartolomeu de Moura, 21 anos, nascido possivelmente em 1850 na vila de Cruz Alta e falecido em Santo Ângelo, filho de João Militão de Moura (fal. em 18/5/1882 no 3º distrito de Santo Ângelo e Ana Gomes de Oliveira, fal. em Santo Ângelo em 29/10/1902 [O casal de João Militão de Moura, morador em São João Mirim, falecido aos 66 anos, em 18/5/1882, Santo Ângelo e Anna Gomes de Oliveira, teve cinco filhos: Fidélis Honorato de Moura, casado com Ana Maria de Oliveira; Emiliano Bartolomeu de Moura c/c Ana Martins; Rosalina de Moura casada aos 24/04/1881 com Adão Kaiper, Lucidorio Feliciano de Moura e Angélica de Moura c/c Orlando Gomes de Oliveira ou Alves de Oliveira]. Os avós paternos de Emiliano foram Fidélis Militão de Moura e Maria. 
Joaquim Gomes de Oliveira (filho de Jerônimo Gomes e Rosa Maria) e Ana Inácia (filha de Manuel Inácio e Doroteia Maria da Rosa) foram pais de, pelo menos:
1. Ana Gomes de Oliveira cc João Militão de Moura
2. Manuel Gomes de Oliveira
3. Salvador Gomes de Oliveira
4. Rosária Gomes de Oliveira n. 4.3.820 e foi bat 22.5.1820 São Borja/RS.
Obs: Manuel Inácio da Cruz n. c. 1778 Santa Catarina (filho de Matheus Teixeira e Antônia Leonarda de Jesus, naturais da Ilha Terceira/PT) casou com Maria Dorothea n. Rio Pardo/RS (filha de Estevão da Rosa, n. Ilha do Pico/PT e Mariana Joaquina Garcia, naturais da Ilha do Faial/PT ou Ilha do Pico) foram pais de:
1. Maria Teixeira n. 9.1.1793 Rio Pardo/RS onde foi bat a 20.1.1793.
2. Ana Teixeira (dúvida)
3. Joaquim Teixeira n. 28.1.1797 Rio Pardo/RS e foi bat a 7.2.1797 Rio Pardo/RS.
4. Feliciana da Cruz n. 20.5.1798 e foi bat. 7.6.1798 Rio Pardo/RS.
5. José da Cruz n. 19.3.1800, bat 31.3.1800 Rio Pardo/RS.
6. Senhorinha da Cruz n. 2.7.1801 e foi bat. 24.7.1801 Rio Pardo/RS.
7. Ana Inácia da Cruz cc Joaquim Gomes de Oliveira.
Foram localizados 9 filhos do casal Ana e Emiliano:
N1. Virgílio de Moura Martins nascido em 19/8/1877, aos 36 anos casa em 1902, com Cândida Alexandrina Kaiper 20 anos, nascida em 6/6/1882, filha de Adão Kaiper e Rozalina de Moura. Pais de:
Bn1. Georgina Kaiper de Moura nascida em 10/10/1904, 3º distrito de Santo Ângelo (São Miguel), onde casou em 1928 com Frederico Jung Filho, nascido em 15/10/1906 3º distrito de Santo Ângelo, filho de Frederico Jung e Custodia de Paula Jung.
Bn2. Celenciana Kaiper de Moura nascida em 14/3/1911, casa-se em 1928, São Miguel, com Osvaldino Jung nascido em 23/2/1901 no 3º distrito de Santo Ângelo, filho de Frederico Jung e Custodia de Paula Jung. 
N2. Virginia de Moura Martins nasceu em 2/8/1877, batizada em 17/7/1877 em Santo Ângelo, casa em 1901 com Izidoro Damasceno Martins, seu tio, nascido possivelmente em 1848, Santo Ângelo/RS e falecido em São Miguel/RS em torno de 1920. Pais de:
Bn1. Zulmira nasceu 18/10/1893 distrito de São Miguel, faleceu em Santo Ângelo/RS. Casou em 1920, no distrito de São Miguel, com Antonio Nunes da Silva, 29 anos, nascido em 15.4.1891, São Miguel, filho natural de Maria Vaz Gomes natural do RS e moradora no distrito de São Miguel. Os avós maternos de Antonio foram Domingos Vaz da Silveira e Fermina Maria Gomes, ambos naturais do RS.
Bn2. Olmira(o) nasceu em 19/1/1894, batizada (o) em Santo Ângelo.Bn3. Arlindo nasceu em 19/5/1895, batizado em Santo Ângelo.
Bn4. Herminia nasceu 19/1/1895 (?) Santo Ângelo/RS e faleceu em Santo Ângelo/RS
Bn5. Deolmira Martins nasceu em 1/5/1896, casou em 1914 com Guilherme (?) Antunes de Freitas, filho de Delfino Antunes de Freitas e Zeferina Baptista Dornelles. Os avós paternos de Guilherme foram Joaquim Antunes de Freitas e Margarida Ignácia da Cruz. Seus avós maternos foram José Cardoso de Oliveira e Felisbina Correa/Baptista Dornelles.
Bn6. Isidoro Martins Filho, nasceu a 19.10.1898, São Miguel das Missões.
Bn7. Ezolina de Moura Martins, nascida em 28/3/1903, em São Miguel das Missões/RS, casa em 1924, aos 21 anos com Pedro Correia de Moura, 21 anos, nascido em 30/8/1902 São Miguel/RS, filho de João Corrêa de Moura e Alexandrina Antunes de Moura. Os avós paternos de Pedro foram Mathias Corrêa de Moura e Felisbina Cardosa de Oliveira. Seus avós maternos foram Florentino Antunes de Freitas e Felisbina Antunes Gonzaga
Bn8. João Martins de Moura, nasceu 7/9/1904 São Miguel/RS, casa aos 23 anos, em 1927 com Maria Conceição da Silva, nascida em 4/4/1906, 21 anos, filha de Ernesto Nunes da Silva e Maria Alexandrina da Silva.
Bn9. Arlindo Martins de Moura?
Bn10. Maria Concórdia Martins nasceu em 10.9.1901, distrito de São Miguel, onde casou aos 18 anos, em  1919, com Jordão Nunes de Siqueira nascido em  7.3.1896 4º distrito de  Santo Ângelo, filho de Oliverio Nunes de Siqueira e Maria Bibiana da Silva. Os avós paternos de Jordão foram Salvador Nunes de Siqueira e Ana Maria da Conceição. Seus avós maternos foram Antonio José da Silva e Maria Francisca da Silva.
N3. Virgilina de Moura Martins nascida em 2/8/1877, casa com Marcelino João da Silva nascido em 2/6/1873, filho de Reginaldo José da Silva e de Anna Antunes de Freitas (filha de Joaquim Antunes de Freitas e Margarida Ignácia da Cruz) de Freitas, ambos naturais deste estado. Pais de:
Bn1. Lindolpho de Sene e Silva nascido em 30/5/1900, São Miguel/RS, casa aos 30 anos com Alcisia Nunes da Silva 16 anos, nascida em 7/1/1914, São Miguel, filha de Felisberto Nunes da Silva nascido em 19/3/1852 e Virgilina Ribeiro da Silva. Seus avós paternos foram Ricardo Nunes da Silva e Ana Telles de Souza. Os avós maternos foram José Ribeiro Lemes e Teresa Ribeiro Martins.
Bn2. Alorina Solidade e Silva nasceu em 24.10.1906 3ºdistrito de Santo Ângelo, onde casa em 1932 com Ricardo Carlos Frese.
Bn3. Germino Anthero da Silva nasceu em 10.8.1901, São Miguel, onde casou em 1929 com Segundina Cardoza Baptista, nascida em 11.6.1907 São Miguel, filha natural de Maria da Gloria Batista, natural do RS e moradora no distrito de São Miguel. Os avós maternos de Segundina foram Diogo Manoel Baptista e Manoela de Souza Baptista naturais do RS.
Bn4. Emiliano Evergito (sic) da Silva nasceu em 20.10.1902, São Miguel, onde casou em 1929 com sua prima Jorgina Corrêa de Moura, nascida em 17.10.1908, filha de Avelino Corrêa de Moura e Emília de Moura Martins 49 anos, naturais do RS e moradores São Miguel, neta paterna de Leodoro Corrêa de Moura e Constantina Antunes de Freitas e, materna, de José Cardoso de Oliveira e Felisbina (Maria) Batista Dornelles/Nascimento.
Bn5. Amado Reginaldo da Silva nasceu em 15.1.1904 São Miguel, onde casou aos 24 anos, em 1928, com Anália Antunes Ribas 24 anos, nasceu em 29.7.1904 São Miguel, filha de Delfino Antunes de Freitas falecido aos 55 anos, em torno de 1912 distrito de São Miguel, e Jerônima Antunes Ribas, moradores no distrito de São Miguel. Os avós paternos de Anália foram Joaquim Antunes de Freitas e Margarida Ignácia da Cruz. Seus avós maternos foram Basílio de Oliveira Ribas falecido São Miguel e Fermina Antunes Ribas.  
Delfino e Jerônima foram pais de três filhos: Anália Antunes Ribas (c/c Amado Reginaldo da Silva); Amália Antunes Ribas (casada com Emerêncio Castanho Ferreira) e Júlia Antunes de Freitas (c/c Antônio Gonçalves da Silva). 
Delfino casa, posteriormente, com Zeferina Baptista Dornelles, filha de José Cardoso de Oliveira e Felisbina Corrêa/Baptista Dornelles, com quem teve 11 filhos. Já Jerônima Antunes de Freitas (acima referida) casou-se também com Constâncio Fernandes Irassoquy.
Bn6. Ana do Rosário, nasceu a 19.8.1898, São Miguel das Missões.
N4. Emília de Moura Martins, nasceu em 24.12.1879 distrito de São Miguel, onde casou em 1910, aos 30 anos, com Avelino Corrêa de Moura, 22 anos, nascido em 9/8/1888, filho de Mathias Côrrea de Moura e Felisbina Cardoso de Moura, neto paterno de Leodoro Corrêa de Moura e Constantina Antunes de Freitas e, materno, de José Cardoso de Oliveira e Felisbina (Maria) Batista Dornelles/Nascimento.
N5. Fabiano de Moura Martins nasceu em torno de 1888, casa aos 27 anos, em 1915 com Ernestina Gonçalves da Silva, nascida em 15/1/1899 São Miguel/RS, filha de Miguel Pinto Sobrinho e Vicentina Gonçalves da Silva. Os avós paternos de Vicentina foram: Felipe Pinto da Silva (falecido em 09.06.1901, Santo Ângelo) e Antônia Maciel (falecida em 1903?, São Miguel das Missões). Avós maternos: João Francisco da Silva e Maximilia Gonçalves de Oliveira. Pais de:
Bn1. Jorgina Corrêa de Moura nasceu em 17.10.1908, distrito de São Miguel, onde casou em 1929, com seu primo Emiliano Evergito da Silva, nascido em 20.10.1902, no mesmo distrito, filho de Marcellino João da Silva e Virgilina de Moura Martins.
N6. Angelina de Moura Martins nasceu em 15.9.1881 e fal. 28.2.1954 em Giruá/RS. Casou aos 21 anos, em 1903, São Miguel das Missões com José Loureiro da Silva, 19 anos, nascido em 25.12.1884, filho de Antônio Felippe, falecido em Cruz Alta/RS e Emilia Loureiro da Silva, moradora em São Borja/RS. Pais de: 
           Bn1. Domingos Loureiro de Moura, nasceu a 20.1.1906, bat. em Santo Ângelo.
           Bn2. Arminda Loureiro de Moura, bat. aos 7 anos em Santo Ângelo.
           Bn3. Osório Loureiro de Moura, nasceu a 3.5.1904, bat. em Santo Ângelo.
           Bn4. Anatólio Loureiro de Moura, nasceu a 25.03.1910, bat. em Santo Ângelo.
           Bn5. Antônio Loureiro de Moura, n. Santo Ângelo.
           Bn6. Emiliano Loureiro de Moura, n. Santo Ângelo.
           Bn7. Carlos Loureiro de Moura, n. Santo Ângelo.
           Bn8. Angelina Loureiro de Moura, n. Santo Ângelo.
           Bn9. Maria Loureiro de Moura, n. Santo Ângelo.
           Bn10. Adélia Loureiro de Moura, n. Santo Ângelo.
N6. Fabiano de Moura Martins nasceu em torno de 1888, casa aos 27 anos,em 1915 com Ernestina Gonçalves da Silva, nascida em 15/1/1899 São Miguel/RS, filha de Miguel Pinto Sobrinho e Vicentina Gonçalves da Silva. Os avós paternos de Ernestina foram: Felippe Pinto da Silva e Ana Antunes Maciel; seus avós maternos foram: João Francisco da Silva e Maximilia Gonçalves de Oliveira/dos Santos (filha de Zeferino Gonçalves de Oliveira e de Clarinda Rosa dos Santos).
*Os demais filhos de Felipe Pinto da Silva e Ana Antunes Maciel: Delfino Antunes Pinto casado com Bernardina Maria de Sena; Daniel Antunes Pinto casado com Emilia de Tal, residente no 3º dist. de Santo Ângelo/RS; Ermenegildo Antunes Pinto residente no 3º dist. de Santo Ângelo/RS; Miguel Pinto Sobrinho; Boaventura Antunes Pinto casado com Guilhermina Severo de Vargas, resid. 3º dist.de Santo Ângelo/RS; Crispim Antunes Pinto casado com Soledade Lombardes Pinto, resid 3º dist. Santo Angelo/RS; Emílio Antunes Pinto casado com Honória Severo de Vargas, resid. 3º dist Santo Ângelo/RS.
* João Francisco da Silva (era filho de Francisco Antônio da Silva e Maria Avelina de Siqueira) e Maximilia ou Massimilia (era filha de Clarinda Rosa de Oliveira e Zeferino Gonçalves dos Santos) tiveram os filhos: 
1. Senhorinha Gonçalves da Silva casada com Ernesto Quaresma Pinto; 
2. Vicentina Gonçalves da Silva casada com Miguel Pinto Sobrinho; 
3. Francisco Gonçalves da Silva casado com Íria do Carmo de Obregão; 
4. Laurinda Gonçalves da Silva casada com Germano Borchartt; 
5. Justino Gonçalves da Silva casado com sua prima Clarinda Gonçalves da Silva, filha de Antônio Gonçalves de Oliveira e Honorata José da Silva; 
6. Belisária Gonçalves da  Silva; 
7. Maria Gonçalves da Silva casada com Francisco Mattos da Silva; 
8. José Gonçalves da Silva casado com Rosalina Antônia Fernandes; 
9. Constância Gonçalves da Silva casada com João Corrêa da Silva, 
10. Clarinda Gonçalves da Silva, e 
11. Cipriana Gonçalves da Silva casada com Carlos Antônio Fernandes.


*Miguel Pinto Sobrinho fora casado em 1º matrimônio, em 28/1/1892 na parochia de SM com Hipolita Antonia dos Santos Quaresma,27 anos, nascida no distrito de São Miguel das Missões, onde faleceu em torno de 1895, filha de João José Quaresma e Mariana Antonia de Souza. Miguel e Hipolita foram pais de 5 filhos.



* Zeferino e Clarinda foram pais de:

1. Maximilia/Massimilia Gonçalves de Oliveira casada com João Francisco da Silva .
2. Antônio Gonçalves de Oliveira  casado com Honorata josé da Silva.
3. Serafim Gonçalves de Oliveira casado com Maria Fermina Borges dos Santos e/ou com Antônia Gonçalves de Oliveira (?)
 4. Alexandrina Gonçalves de Oliveira casada com Felício Francisco da Silva.
5. Maria José de Oliveira
6. Francelina Gonçalves de Oliveira casada com Laurindo Alves da Luz.
7. Zeferino Gonçalves de Oliveira Filho
8. Teotonio Gonçalves de Oliveira casado com Honorata Antunes da Silva.
N7. Octávia de Moura Martins nasceu em 17/3/1890, batizada em Santo Ângelo, faleceu em 10/6/1923 no 3º distrito de Santo Ângelo/RS. Casa em 1910 com Acelino Kaiper, 24 anos, nascido em 17/7/1885/1880 filho de Adão Kaiper e Rozalina de Moura Kaiper.
Bn1. Rivaldino Damasceno Kaipper, n. 11/5/1911 no 3º dist Santo Ângelo. Casa em 1934 com Alma Stieler nascida em 13/3/1916 no 1º distrito de Santo Ângelo/RS, filha de Max Stieler que nasceu em 25/8/1879 e Blondina Stieler nascida em 18/11/1888 e residentes no 1º distrito de Santo Ângelo/RS. Avós paternos de Alma foram Gustavo Stieler e Augusta Stieler, e, os maternos, Luís Rohde e Maria Rohde.
N8. Elibia Martins de Moura nasceu 4/1/1892, distrito de São Miguel, onde casou aos 26 anos, em 1918 com José João Pedro 33 anos, nascido em 7.1.1885, na cidade de Peruthe (Beiruth:?), Reino da Arábia e chegado em São Miguel em torno de 1913, filho de João Pedro natural e falecido em Peruthe, Reino da Arabia e Maria Cosme natural e falecida na mesma cidade de Peruthe, Reino da Arábia.
N9. Corina nasceu em 3/1/1894, Santo Ângelo, faleceu em Santo Ângelo. Casou em 19/10/1932, Santo Ângelo com Faria Mihlen Silveira(Vitório Manoel Silveira), natural da Arábia, nascido em torno de 1892, falecido em Santo Ângelo, filho de Miguel Simão Silveira e Telina Ignacia Silveira, naturais e falecidos na Syria. Pais de:
Bn1. Julieta de Moura Silveira que nasceu em 6.3.1918 e casou em 1933, Santo Ângelo/RS com Altamiro Fernandes Lima nascido em 20.2.1912, Ijuí, filho de Severino Fernandes de Lima e Lina Queiroz Lima.
N10. Holina Martins de Moura nasceu 1/9/1896, São Miguel, onde também faleceu aos 26 anos, em 31.5.1923. Casou em 1917, São Miguel, com Antonio Gonçalves da Silva nascido em 29.5.1895, São Miguel, filho de Vicentina Gonçalves da Silva, natural do RS e moradora São Miguel. Os avós paternos de Antonio foram João Francisco da Silva e Maximilia Gonçalves de Oliveira, naturais do RS e moradores São Miguel. Pais de:
Bn1. Maria Gonçalves de Moura nascida em torno de 1920.
Bn2. Maria Vicentina Gonçalves de Moura nascida em maio de 1923.
N11. Lindolpha Martins de Moura nasceu em 19/11/1898, São Miguel/RS, casou em 1919, aos 20 anos, com Horácio Antunes Maciel, 26 anos, nascido em 26/3/1892 São Miguel/RS, filho de João Antunes Maciel e Maria Magdalena Langer. Os avós paternos de Horácio foram José Antunes Maciel e Francisca Josepha de Siqueira, ambos naturais do RS. Seus avós maternos forma Alberto Langer e Rufina Techeira/Teixeira de Almeida.
N12. Arlindo de Moura Martins nasceu em 19/5/1895, São Miguel das Missões, residente Santa Rosa/RS casa em 1928 com Esmelindra Quaresma Obregon nascida em 5/12/1908, filha de Serafim do Carmo Obregão e Rosalina Quaresma Pinto ambos nat deste estado. Avós paternos de Esmelindra foram: João do Carmo Obregão[14] e Josephina Corrêa de Souza, e, os maternos, Miguel Pinto Sobrinho e Hypolita Antônia Quaresma.
N13. Horácio de Moura Martins casou aos 29 anos, em 1897,distrito de Santa Tecla com Claudelina da Silva Machado, 23 anos, nascida a 7.4.1875, batizada em Santo Ângelo, filha de Pedro da Silva Machado e Constância da Silva Martins, neta paterna de Ricardo José Machado (fal. 19.10.1852?) e de Margarida Constância da Silva (fal. aos 60 anos em 20.5.1872, Santo Ângelo) e, materna, de Estácio de Souza Martins e Maria da Silva Moraes.
N14. Hortêncio de Moura Martins, casou em 1916 em Santa Tecla com Etelvina Luiz de Oliveira, filha de Theodoro Luiz de Oliveira e Vitalina Nunes da Silva, neta materna de Leonardo José da Silva e Catarina da Silva Nunes ou Nunes da Silva.
F4. ANA AMÉLIA MARTINS natural da paróquia de Santo Ângelo, casa aos 22 anos em 1º/07/1873 em Santo Ângelo, com Antônio Albino Rodrigues, natural desta paróquia, 23 anos, filho de Albino Rodrigues d’Oliveira e de Bernardina Maria do Nascimento. Pais de:
N1. João nasceu em 20/6/1877, batizado em Santo Ângelo.
F5. ISOLINA MARTINS casada com Valdomiro Ferraz (?) [15].
F6. VICENTINA RIBEIRO MARTINS faleceu em 29/10/1907 Santo Ângelo. Casou aos 26 anos em 30/5/1876 São Miguel/RS, com Thomas Ribeiro Lemes (os), 26 anos, falecido em 2/7/1894 São Miguel/RS, filho de Antonio Ribeiro Lemes e Ermenegilda Maria de Jesus. Tiveram 7 filhos.
N1. Delminda Ribeiro Lemes nasceu em 10/3/1895 e faleceu em 12/10/1917 em Santo Ângelo/RS, casa aos 18 anos, em 15/7/1895 em Santo Ângelo/RS, com Abelardo Ferraz de Almeida Campos, 33 anos, nascido em 31/10/1864 São Martinho ou Santa Maria, filho de Francisco Ferraz de Almeida Campos e Leopoldina Ferraz de Almeida, ambos naturais de São Paulo/SP. Pais de nove filhos:
Bn1. Waldomiro Ferraz de Almeida Campos nascido em 31/3/1896 em São Miguel das Missões/RS e falecido em 24/7/1972, casa em 1923 com Silvina Martins Kruel nascida em 23/6/1901 São Miguel/RS e falecida 19/11/1998, filha de Policarpo Kruel e Isabel Lúcia Martins. 2 filhos.
Bn2. Honorina (Lora) nasceu em 30/9/1901 Santo Ângelo/RS, casa em 1921 com João Dinarte Martins Kruel, nascido em 16/10/1893 em Santo Ângelo/RS, filho de Policarpo Kruel e Isabel Lúcia Martins.
Bn3. Coradina nasceu em 3/10/1906, Santo Ângelo/RS.
Bn4. Eurico nascido em 4/2/1909 em Sto Ângelo/RS.
Bn5. Abelardo nascido em 17/8/1910 em Santo Ângelo/RS
Bn6. Aguinelo nasceu 12/12/1911 em Santo Ângelo. Casou em 12/11/1936 em Pirassununga, São Paulo, com Maria Conceição Mendes, filha de Severino Mendes e Izolina Rios.
Bn7. Dolália nasceu 5/3/1913 em Santo Ângelo/RS
Bn8. Rosinda nasceu 5/7/1914 em Sto Ângelo/RS.
Bn9. Tharsila nasceu em 29/11/1915, casa com Lúcio Saraiva da Fonseca, filho de Marcolino Saraiva da Fonseca e Aucineia da Silveira Fonseca.
Bn10. Thomaz Ferraz de Campos nasceu 1/10/1917
Bn11. Delminda/Deolminda Martins nasceu em 16/1/1908 Santo Ângelo.
N2. Thomaz Martins Lemes casa em 17/3/1934 com Ernestina Lauter, filha de Affonso Lauter e Celestina Fernandes Grass.
Bn1. Álvaro nasceu em 14/1/1908 Sto Ângelo/RS, casou em 2/6/1931 em Santo Ângelo, com Ester Padilha, nascida em 2.7.1912, Santo Ângelo/RS, filha de Jerônimo Padilha da Rosa e Maria Antunes Padilha Fernandes. Neta paterna de Zeferino Padilha da Rosa e Quintiliana Padilha Chaves e neta materna de Vicente Manoel de Deus e Maria do Carmo Antunes Fernandes (Ver família de Antonio José Antunes). 
Bn2. Ottilia nasceu em 17 junho 1910, Santo Ângelo, casou-se em 1930 com Belarmino Couto nascido em 31.3.1904 em Uruguaiana/RS, militar, filho de Antonio Couto e Serjolina da Silva, ambos nat de Uruguaiana/RS. 
Bn3. Celestina nasceu 6/2/1913 no 1º distrito de Sto Ângelo/RS, onde casou em 1934 com José Ludwig Müller nascido em 26.10.1911, Bachrain, distrito de Kusel, Alemanha, filho de Ludwig Müller, pedreiro, morador em Bachraim, Alemanha, católico e Augusta Schipper Müller.
N3. Avelino Martins Lemes
N4. Laudelino Martins Lemes nasceu em 9/6/1884 São Miguel/RS
N5. Isolina Lemes de Campos casada com Leopoldo Ferraz de Campos falecido em 10/8/1918, Julio de Castilhos/RS, filho de Francisco Ferraz de Almeida Campos e Leopoldina Ferraz de Almeida Campos.
Bn1. Ramão nasceu em 23/6/1906 Santo Ângelo.
Bn2. Delminda Ribeiro Ferraz, nascida em 3/1/1919. Casou em 8/2/1936 com Dorival Ferreira Escobar, filho de Francilio Ferreira Escobar e Rosalva Brites Escobar.
Bn.3 Acelino Ferraz de Campos, falecio aos 24 anos em 08.10.1933 em Entre-Ijuís.
N6. Juvenal Martins Lemes nasceu em 6/12/1889 e faleceu a 20.07.1949. Casou em 1919 com Djalmira Kruel nascida em 17/5/1892, filha de Policarpo Kruel e Isabel Lucia Damasceno Martins. Avós paternos de Djalmira foram Frderico Kruel e Generosa Lemos Quaresma. Avós maternos: João Damasceno Martins e Maria Ribeiro Martins. 6 filhos.
Bn1. Olavo Biron Kruel Lemos
Bn2. Ubaldina Kruel Lemos casou com Dorival Lemos. 4 filhos
Bn3. Vanda Kruel Lemos nasceu em 28 jul e faleceu em 4 dez 1996. Casou com Adelino Ribeiro Flores. 5 filhos
Bn4. Norma Ely Kruel Lemos nasceu em 8 jan e faleceu em 6 jun 1996. Casou com Cristiano Kruel dos Santos, nascido em 2 agosto e falecido em 30/10/1967, filho de José Pereira dos Santos e Delícia Martins Kruel. 4 filhos
Bn5. Izabel Kruel Lemos
Bn6. Vicentina Kruel Lemos (Nenê) casou com Antônio Silva. 2 filhos
F7. FABIANO RIBEIRO MARTINS natural desta província, casado a 01/8/1868 em Santo Ângelo/RS, com Ana Rita do Espírito Santo, natural desta província, filha natural de Delfina Rodrigues dos Santos. Pais de:
N1. Jonia nascida em 19/12/1872, batizada em Santo Ângelo.
N2. Rita nasceu em 13/3/1875, batizada em Santo Ângelo.
F8. THEREZA RIBEIRO MARTINS ou Martins Ribeiro, falecida aos 35 anos em 20-05-1873, no parto, em Santo Ângelo, casada com José Ribeiro Lemes, falecido aos 79 anos no distrito de Entre-Ijuhis/RS, em 11/10/1916. Casa em 20/5/1873(?) filho de Antônio Ribeiro Lemes e Ermenegilda Maria de Jesus. Pais de:
N1. Lerino Ribeiro Lemos nasceu em 18/5/1866, São Miguel/RS, casa em 27/5/1887, Santo Ângelo com Maria Angélica Pereira, nascida em Rio Pardo, falecida em 19/12/1913 filha de Felisberto Antonio da Rosa e Guilhermina Pereira da Rosa.
Bn1. Felisberto Ribeiro Lemos nasceu em 23/9/1888 no 1º dist Sto Ângelo/RS, casa em 1921 com Josephina Ângela Teixeira nascida em 25/3/1894 no 1º dist Sto Ângelo/RS filha de José Ângelo Teixeira falecido em 11/7/1914 e Olympia Páscoa Teixeira nascida em 17/5/1871. Os vós paternos de Ângela foram Mariano Marcondes Teixeira e Páscoa dos Santos Teixeira. Seus avós maternos foram Francisco Fernandes de Oliveira e josepha Páscoa de Oliveria.
Bn2. Rosa nasceu em 13/5/1893 no distrito de Entre-Ijuhys/RS.
Bn3. Maria José Lemos Teixeira nasceu em 15/3/1896 no distrito de Entre-Ijuhys/RS, onde faleceu ao 26 anos em 3.2.1922, casa  em 1919, Santo Ângelo/RS,com Ernesto Ângelo Teixeira, nascido a 8.3.1892, no 1º distrito de  Santo Ângelo/RS,  filho de José Ângelo Teixeira e Olympia Páscoa Teixeira. Tiveram 1 filha. Ernesto casa em 2ª núpcias com (H)Odoria Oliveira, filha de José Antonio Raymundo (Juca Raymundo) e Maria Dolorosa de Oliveira.
Bn4. Jorgina Ribeiro Lemes nasceu em 16 ou 10.11.1897, no 1º distrito de Santo Ângelo/RS, onde casa em 1931 com Isidoro Mattos da Silva nascido em 13.10.1898, Santo Ângelo/RS, filho de Roberto Mattos da Silva e Maria Rodrigues Fróes. Avós paternos de Isidoro foram: Salvador de Mattos e Anna Guiomar Cássia de Mattos, naturais deste estado. Seus avós maternos foram: José Fróes e Maria Vieira (?) Machado.
Bn5. Brasilicia nasceu em 20/12/1899 no distrito de Entre-Ijuhys/RS.
Bn6. Manuel Ribeiro Lemos nasceu em 29/4/1903 Santo Ângelo/RS, casa aos 25 anos, em 1928 com Áurea Soares Martins 20 anos, nascida em 24/10/1908 São Miguel/RS, filha de Felisberta Leal Martins. Seus avós maternos foram: Sebastião Pinheiro Hipólito, pai por criação (Sic) e Maria Leal Martins ambos naturais deste estado.
N2. Guilhermina Ribeiro Lemes nasceu em 10/2/1868, batizada em Santo Ângelo viúva e com 48 anos por ocasião do óbito do pai. Residente em Santo Ângelo/RS. Casou com Antônio Ferraz, filho de Antônio Ferraz e Maximiana Ribeiro. Pais de:
           Bn1. João Batista Ferraz, nasceu a 29.10.1897, São Miguel das Missões.
N3. Virgilina/Virgilia Ribeiro Lemos nasceu em 10/4/1871, batizada em Santo Ângelo, onde faleceu em 24/3/1927, casou em 1910 em Santo Ângelo/RS com Felisberto Nunes da Silva, 48 anosmorador no 1º distrito de Santo Ângelo/RS, nascido em 19/3/1852, filho de Ricardo Nunes da Silva e Anna Telles de Souza. Residente em Santo Ângelo/RS. Felisberto fora casado em 1ª núpcias com Maria Simplicia da Silva, falecida em 13.4.1909 São Miguel, distrito de Santo Ângelo/RS, filha de Reginaldo José da Silva e Ana Antunes de Freitas (filha de Joaquim Antunes de Freitas e Margarida Inácia da Cruz), com quem teve 11 filhos. Pais de:
Bn1. Alcisia Nunes da Silva nascida em 7/1/1914, São Miguel, casa aos 16 anos, em 1930, São Miguel com Lindolpho de Sene (?) e Silva nascido em 30/5/1900 São Miguel, filho de Marcelino João da Silva nascido em 2/6/1873 e Vergilina de Moura Martins nascida em 3/8/1877. Seus avós paternos foram Reginaldo José da Silva e Anna de Freitas, ambos naturais deste estado e seus avós maternos foram Emiliano Bartholomeu de Moura e Anna Martins de Moura, ambos nat deste estado.
Bn2. Gasparino Nunes da Silva nasceu em  9.11.1910, 3º distrito de  Santo Ângelo/RS, onde casou em 1935 com Cenuta Gomes de Almeida, nascida em  21.1.1904, Santo Ângelo/RS, filha de Bernardo Gomes de Almeida, falecido em 21.4.1911, em Maxambomba (Serra?), Rio de Janeiro, e Porfíria Gomes de Almeida nascida em 2.2.1868, moradores na Villa de Santo Ângelo/RS os avós paternos de Cenuta foram Calixto Gomes de Almeida e Ana Fogaça de Almeida. Seus avós maternos foram Antônio Pires de Almeida e Felisberta dos Anjos (n. RS e fal. aos 60 anos a 27.10.1910 em Inhacorá, filha de Serafim Cirino dos Anjos e Balduína).
Antônio Pires de Almeida e Felisberta dos Anjos foram pais de 15 filhos, dentre eles:
1. Porfíria Gomes de Almeida c/c Bernardo Gomes de Almeida;
2. Júlio Pires de Almeida
3. João Batista Pires c/c Celícia Rolim de Moura
4. Isabel Pires c/c Bernardino Umbelino de Oliveira.
Bernardo e Porfíria foram pais de;
1.Martinha de Almeida Machado
2.Carlos Gomes de Almeida
3. Damásia Almeida de Freitas casada com Gavino Mario de Freitas.
4. Eugênia Gomes de Souza casada  com Júlio Norberto de Souza e Amado Elias.
5. Ernesto Gomes de Almeida
6. Valdomiro Gomes de Almeida
7.V icentina Gomes de Almeida, faleceu solteiro aos 19 anos
8. Júlio Gomes de Almeida
9. Cenuta Gomes de Almeida casada com Gasparino Nunes da Silva.
Bn3. Cacilda Nunes da Silva nasceu em 9.11.1910, casou aos 17 anos, em 1928,São Miguel das Missões, com Manoel Antunes de Freitas nasceu 8.10.1902 São Miguel, filho de Bento Antunes de Fritas, 64 anos  e Maria Cândida Moreira 52 anos
N4. Rosalina nasceu em 7/11/1869, batizada em santo Ângelo.
F9. CAP. JOÃO DAMASCENO MARTINS, foi casado com Maria Ribeiro de Jesus, filha de Antônio Ribeiro Lemos, natural da freguesia de Santo Ângelo/RS, que faleceu em 18/12/1895 em São Miguel/RS e Hermenegilda Maria de Jesus (filha de Hermenegilda Soares Lemos falecida em 1869). João Damasceno Martins faleceu em 21/5/1882 e Maria Ribeiro faleceu em 30/12/1905 aos 67 anos. Lutou na Guerra do Paraguai com a patente de Capitão.
capitão João Damasceno Martins e Maria Ribeiro de Jesus
Fotografia cedida por Dalila Martins Mousquer.
 O casal teve 8 filhos, que seguem:
N1. IRINEU DAMASCENO MARTINS nasceu em 16/12/1862, foi batizado em Santo Ângelo e faleceu em 18/6/1929 com 66 anos. Casou aos 34 anos, em 1897 ou 1901, Sta Tecla (4º distrito de Santo Ângelo/RS) com Maria (H) Ercilia Corrêa Dornelles nascida em 27/7/1872, filha de Pacifico Baptista Dornelles nat deste estado e falecido em 8/6/1898 no 4º distrito,Santa Tecla, (filho de João Baptista de Miranda Dornelles[16] e Angélica Maria Corrêa, falecida em 5/6/1870) e Maria Aldina/Dina Corrêa da Silva f. 6/1/1881 (irmã de Francisco Gaspar Corrêa da Silva) e filha de José Francisco da Silva e Francisca Corrêa, vindos da Lapa, Paraná e ambos filhos de açorianos vindos da Lapa ,Paraná. Maria Aldina e Francisco nasceram no 4º distrito de Santo Ângelo, Santa Tecla/RS.
Irineu Damasceno Martins[17]

Maria Hercilia Dornelles Martins

Registro de batismo de Irineo Damasceno Martins[18]: "Aos dezoito dias do mês de outubro de mil oitocentos sessenta e três, nesta freguesia de Sto Ângelo, baptizei solenemente a um párvulo a quem pus por nome Irineo, branco, nascido a dezesseis de dezembro de mil oitocentes e sessenta e dois, filho legítimo de João Damasceno Martins e Maria Rivero, avós paternos André Martins e Maria Fabiana, avós maternos Antonio Rivero Lemes e Ermenegilda Maria, tendo por padrinhos a Antonio Rivero Lemes e Ermenegilda Maria. Em fé do qual assigno estte no dia, mes e anno de supra. Vig. Luis Dolores (...)”.
Bn1. Arlinda Martins falecida em 14/9/1901, com 15 meses.
Bn2. Alcinda Martins nascida em 19/4/1899 no 3º distrito/Santa Tecla/RS casa em 1926/São Miguel/RS com Arthur Kaiper nascido em 1/5/1898 em São Miguel/RS, filho de Carlos Kaiper e Izabel Fuchs Lied.
Bn3. Maria Aldina Martins casa com Leovelgildo Baptista dos Santos, filho de João Baptista dos Santos e Apolinária Mousquere. 1 filho.
Bn4. Zelina Martins nasceu em 1/11/1905, casa em 1/9/1923/São Miguel/RS, com Pacífico Gaspar Dornelles, nascido em 18/5/1900 filho de Pedro Solano Corrêa Dornelles (nascido em 24/7/1868) e Maria Francisca da Silva (nascida em 15/1/1868)
Bn5. Deoclydes Dornelles Martins nasceu em 7/12/1903/São Miguel/RS, casa em 1925 com Maria Luiza Kruel (sua prima - vide http://familia-kruel.blogspot.com/) nascida em 19/12/1904 filha de Polycarpo Kruel e Isabel Lúcia Martins. 2 filhos.
Bn6. João Damasceno Martins (Janguito) nasceu em 10/11/1903 (sua certidão de casamento informa 01/01/1904), casa com Maria Orozina (16/12/1912) filha de Almerinda Damasceno Dorneles e José Calixtro Alves de Oliveira [19]. Os avós paternos da Maria Orozina foram Calixtro Alves Teixeira (1861, filho de Policarpo Alves Teixeira e Joaquina Francisca Alves) e Clara Cardoso de Oliveira (1869) (filha de José Cardoso de Oliveira e Felisbina Baptista Dornelles, irmã de Pacífico Baptista Dornelles). Seus avós maternos foram: Pacífico Corrêa Dornelles (n.10/10/1863) e Arminda Corbiniana Damasceno Martins (da Silva.) (n. 08/09/1872) [20].
Bn7. Ondina faleceu aos 15 anos.
Bn8. Pacífico Martins, nasceu a 06.04.1900, São Miguel das Missões.
N2. VIRGILINO DAMASCENO MARTINS
N3. EDUVIRGES DAMASCENO MARTINS nasceu em 17/10/1865, batizada em Santo Ângelo e falecida em 7/3/1895 com aproximadamente 20 anos.
N4. IZABEL LÚCIA DAMASCENO MARTINS nasceu em 4/3/1871 em São Miguel, foi batizada em Santo Ângelo. Casou com Manoel Polycarpo Kruel, filho de Frederico Kruel nascido em Baumholder, Rheinland-Pfalz, Alemanha e e Generosa Lemes (os) Quaresma nascida em 3/3/1822 em Vacaria/RS e falecida em 1/4/1895, Entre-Ijuhis/Santo Ângelo/RS,filha de José Bernardo Quaresma[21] e Maria Antonia Lemes (os). O casal Izabel Lúcia Damasceno Martins e Manoel Polycarpo Kruel é ancestral da autora da pesquisa, Zélce D. Mousquer. (vide http://familia-kruel.blogspot.com/).
Polycarpo Kruel e Izabel Lúcia Damasceno Martins[22]



Registro de batismo de Isabel Lucia Martins[23]“Aos vinte e dous de julho de mil oito centos setenta e hum nesta freguesia de Sto Ângelo baptizei solenemente e pus os santos óleos a Isabela, nascida quatro de março d’este anno, filha legitima de João Martins e de Maria Ribeiro de Jesus, padrinho João Ernesto Kruel e Isabela Kofmis (Hoffmeister). Em fé do que assigno. Vig. Antonio Fortunato."
Bn1. Delícia Kruel, nasceu a 1.1.1896, São Miguel das Missões, casada com José Pereira dos Santos, filho de José Pereira dos Santos e Leopoldina Kaipper. 3 filhos.
Bn2. Dejalmira Kruel nasceu em 17/5/1892 casada com Juvenal Martins de Lemos nascido em 6/12/1887 Santo Ângelo/RS, filho de Thomaz Ribeiro Lemos e Vicentina Ribeiro Lemos.
Bn3. Maria Luiza Kruel nascida em 19/nov ou dez/1904, filha de Polycarpo Quaresma Kruel e Isabel Lúcia Martins. Casou a 19/11/1925 em São Miguel das Missões com Deoclydes Dornelles Martins (seu primo), ali nascido a 7/12/1903 e falecido em Pato de Minas/MG, filho de Irineu Damasceno Martins e Maria (H) Ercilia Corrêa Dornelles. 2 filhos
Bn4. João Dinarte Kruel casado com Honorina Ferraz de Campos, filha de Abelardo Ferraz de Almeida Campos e Delmira/Delminda Ribeiro Lemes.
Bn5. Dulcino/Deoclécio Kruel casado com Maria do Carmo Ferrando, filha de Delphino Soares Ferrando e Rosalina Rodrigues Ferrando.
Bn6. Otacília/Otacília Kruel
Bn7. Victor Sady Kruel casado com Edith Corrêa Marques filha de Fredolino Silveira Marques (filho de Josephino Silveira Marques) e Carmelina Corrêa Marques.
Bn8. Silvina Kruel casada com Valdomiro Ferraz de Almeida Campos, filho de Abelardo Ferraz de Almeida Campos e Delminda/Delmira Ferraz de Lemes.
Bn9. Celina Kruel casada com Arthur Baptista Mousquer, filho de Alexandre Mousquere e Francisca Roza Teixeira.
N5. ARMINDA CORBINIANA DAMASCENO MARTINS nasceu em 8/9/1872, batizada em Santo Ângelo e faleceu em 20/3/1894 aos 24 anos, casou em 28/3/1890 na Paróquia de São Miguel/RS aos 17 anos, com Pacífico Corrêa Dornelles, 22 anos, filho de Pacifico Baptista Dornelles e Maria Aldina Corrêa da Silva. Pais de três filhos:
Bn1. Almerinda Damasceno Dornelles nasceu em 12/5/1892, batizada em Santo Ângelo, casa em São Miguel/RS com José Calisto Alves de Oliveira, nascido em 1891, filho de Calisto Alves Teixeira e Clara Cardoso de Oliveira, neto paterno de Policarpo Alves Teixeira (falecido em 29.05.1898, com inventário autuado em Santo Ângelo, APRS) e de Joaquina Francisca Alves (fal. 17.07.1913, aos 77 anos, em São Miguel das Missões), neto materno de José Cardoso de Oliveira e Felisbina Baptista Dornelles.
Policarpo e Joaquina Francisca foram pais de:
1. João Alves Teixeira casado com Marcolina Alves da Rosa/Franco Alves.
2. Calixtro Alves Teixeira casado com Clara Alves de Oliveira. 
3. Luiza Alves Teixeira casada com  João Cardoso de Oliveira.
4. Generosa Alves Teixeira casada com Salvador Luis Teixeira.
5. Joaquim Alves Teixeira casado com Senhorinha Cardoso de Oliveira.                        
6. Maria Alves de Oliveira casado com Pacifico Luis de Oliveira.
7. Rosalina Alves Teixeira casado com Procopio José da Silva.
8. Júlia Alves Teixeira casado com Raymundo Luis de Oliveira.
9. Lídia Alves Teixeira casada com Domingos Leal de Oliveira
Bn2. Pedro Damasceno Martins nasceu em 1894. Casa com Maria das Dores Mousquer 20 anos, filha de Alexandre Mousquere e Francisca Roza Mousquere. 5 filhos.
Pedro Damasceno Martins e Maria das Dores Mousquer
Bn3. Maria Damasceno Dornelles nasceu em 27/1/1895, batizada em Santo Ângelo, casada com João Theodoro dos Santos, nascido a 11/09/1876, filho de João Baptista dos Santos e Apolinária Mousquere. 6 filhos.
N6. PEDRO HONOPHRE MARTINS nasceu 29/04/1872 e faleceu a 22.09.1935, casa em 1903 com Basilícia dos Santos, 20 anos, nascida em 26/12/1883 filha de João Baptista dos Santos e Appolinária Mousquere. 10 filhos.


Família de Pedro Honophre [24]
Bn1. Arlinda Baptista Martins nasceu 1/7/1904, em Santo Ângelo/RS e faleceu a 17.03.1989. Casou em 1925, São Miguel/RS, com João Carlos Biermann nascido em 13/9/1897 no lª Distrito de Santo Ângelo/RS, onde faleceu a 16.03.1957, filho de João Biermann faleceu a 01/01/1912 e Leopoldina Jung Biermann falecido em 1918, ambos falecidos no 1º distrito de Santo Ângelo/RS. 7 filhos.
Bn2. João MartinsBn3. Alicinda Baptista Martins nasceu 31 out 1906 em São Miguel/RS, casa em 1931 com Christiano Kaiper Neto, nasceu 10 jan 1900 em São Miguel/RS filho de Carlos Kaiper natural deste estado, falecido em 8 jun 1920 em São Miguel/missõs/RS e Isabel Fuchs Kaiper, nascida em 22 nov 1864 natural e residente neste 3º dist Sto Ângelo/RS. Avós paternos de Christiano: Christiano Kaiper nat da Alemanha e Felisbina Hoffman kaiper, natural deste estado e falecida em 4 fev 1903 no Carajazinho/São Miguel. Avós maternos: Pedro Fuchs e Catharina Zimmermann, ambos naturais deste Estado. Alcinda e Christiano tiveram 3 filhos.
Bn4. Valdomiro casado com Elizia Mello. 6 filhos.
Bn5. Maria casada com Ari Marques. 5 filhos.
Bn6. Dorival nasceu em 16/2/1920
Bn7. Alcida nasceu em 24/2/1920 casada com Eloi Schorn Mousquer, filho de Djalma Baptista Mousquer e Julieta Schorn. 1 filha.
Bn8. Pedro
Bn9. Rivaldino faleceu 25/5/1928 com 4 meses.
Bn10. Alice casada com Nelson Baptista. 3 filhos.
N7. APPARICIO LEOCÁDIO MARTINS, nascido em 2/12/1876, batizado em Santo Ângelo, falecido em 9/1/1956 em Santo Ângelo/RS, casa aos 35 anos em 1913/São Miguel, com Maria Justina Mousquer nascida 15/5/1883 São Miguel/RS, filha de João Pedro Mousquere e Deolinda Mousquer, naturais de São Miguel/RS. 6 filhos.
Bn1. Dalila Martins Mousquer casada com João Baptista Moraes. 5 filhos.
Bn2. Maria Martins Mousquer casada com Vicente Nunes. 3 filhos.
Bn3. Mário Martins Mousquer casado com Alires Ribeiro. 3 filhos.
Bn4. Henrique Martins Mousquer casado com Elodia Biermann. 7 filhos.
Bn5. Cezina Martins Mousquer casada com Augusto Moraes. 4 filhos.
Bn6. Vilma Martins Mousquer casada com Alcides Moraes. 8 filhos.
N8. HERMÍNIO MARTINS nasceu em torno de 1880.


F10. UMBELINA MARIA FABIANA (na dúvida se filha do mesmo casal ou de casal homônimo) casada com Cândido José Rodrigues, filho de José Rodrigues/Ricardo e Mariana Rodrigues (ou Ricarda Fernandes). Cândido e Umbelina tiveram 3 filhos localizados.
           N1. Maria Madalena nasceu a 22.7.1863 e foi batizada a 9.7.1864 São Borja/RS.
           N2. José Ricardo batizado aos 4 anos, a 11.7.11869 São Borja/RS.
           N3. Ursulina Rodrigues, n. 21.10.1872 e foi batizada  a 2.5.1873 São Borja/RS.  

[1] As relações F, N, Bn, Tn, Qn,Pn, Hxn tem como referência o casal base (genearca) Sebastián/André Martinez e Flaubiana/Fabian de Vargas. (Filho, Neto, Bisneto).
[2] Arquivo pessoal de Marilia Gudolle Gottens.
Nota de Diego de Leão Pufal: a Fabiana ou Flaubina de Vargas talvez seja a mesma "Flaubiana Inácia de Vargas" abaixo:
Inventário de Joao Ignácio de Vargas, falecido em 17.09.1883 em São Gabriel/RS (proc. n.º410, ano 1886, cartório de órf'ãos de São Gabriel - Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul. Inventariante: Elisa Pacheco da Silveira, viúva; Foram seus herdeiros os irmãos e sobrinhos:
1-Manoel Inácio de Vargas
2-Astrogildo Inácio de Vargas
3-Leocádia de Vargas, falecida , casada que foi com Olivério Ramos
     3.1-Gaudêncio Calisto Ramos c.c. Maria
     3.2-Manuel Francisco Ramos c.c. Maria Teresa
     3.3.Maria Antônia ,viúva, c.q.f.c. Salvador Baerda
     3.4-Leopoldina Ramos, solteiro, 13 anos
     3.5-João Ramos, casado
     3.6-Valência Ramos solteira, moradora no Estado Oriental
     3.7. Manoel Paulo Ramos, 14 anos
     3.8-Maria Cândida, Viúva de João Antônio Kellis, ambos falecidos
             3.8.1.Donata 3 anos
             3.8.2.Por batizar
4-Leopoldina Rosa , irmã do falecido c.c. Miguel Pedroso de Morais
5-Flaubiana Inácia de Vargas, residente em lugar incerto.
***
[3] “..em 29 de junho é uma data lutuosa em nossa família; perdi neste dia minha extremosa mãe, vossa avó paterna.Acha-se sepultada no cemitério de Santo Cristo.Tem catacumba com a inscrição em pedra mármore. Faleceu com 60,62 anos... Memórias manuscritas de André Gudolle (Arquivo pessoal de Marilia Gudolle Gottens).
[4] Vide referência no próprio texto.
[5] Arquivo pessoal de Marilia Gudolle Gottens.
[6] Registros de Nantes: D 74. Disponível em http://www.genfrancesa.com.ar/
[7] Microfilme 1443966, Itaqui/RS./CHF. (Livro 1, Nº 10, f.42v).
[8] “...Pelos anos de 1881 à 1882, Galdino Francisco Pereira, cidadão riograndense, veio com a família do município de São Gabriel residir na Fazenda Santa Rita (que é situada no primeiro distrito de São Borja) que foi outrora pertencente ao Conde de Porto Alegre. Ali travei relações com sua família, que era composta de sua senhora D. Camila Nunes Pereira, suas filhas Maria Benvinda, Julia Malvina, Honorina, moças, e duas meninas Cecília e Maria Leduvina e seus filhos Maximiliano Alfredo, já moço, e Galdino Eleutério, menino, de cujas relações resultou agradar-me, das moças, a mais velha com a qual casei-me...” Memórias manuscritas de André Gudolle (Arquivo pessoal de Marilia Gudolle Gottens). Camila Nunes Pereira era irmã de Serafim Cipriano Nunes. Maria Benvinda teve seu inventário autuado em abril/1897 em Itaqui/RS. Seu sepultamento está registrado na F.181, Nº 1247, do livro de óbitos da Intendência Municipal de Itaqui. Maria Benvinda é descendente do açoriano Antonio Nunes, chegado no RS em 1752 e de Sebastião Nunes nascido em Rio Pardo em 1768 (LAGO, 1996, p.65).
[9] José Ferreira Sampaio e Esmerilda tiveram os filhos: Ritta Sampaio da Silva, José João Monteiro Sampaio, Maria José Sampaio e Maria Luisa Sampaio, casada com André Gudolle.
[10] [...] que no estado de solteiro, houve uma filha a qual foi dado o nome de Malvina Gudolle, que tem vivido em minha companhia desde a idade de 2 anos, tendo nascido em 30/10/1870. Testamento de André Gudolle (Livro de Registro de Testamentos nº 4505, Maço 124,E 116, 1903-1910,CC, Itaquy).
[11] GUIMARÃES e FELIZARDO, 1937, p. 120.
[12] TINM e GONZALES, 1934.
[13] Tiveram os filhos: Adalberto, Oswaldo, Luis, Eloá, Cneu, Manoel, Guido, Ciro, José Antonio e Lais. Álbum Ilustrado do Partido Republicano.
[14] O casal João do Carmo Obregon/Obregão e Josephina/Josepha Corrêa de Souza, tiveram 11 filhos: Estevão, Felícia casada com Valêncio Leopoldo dos Santos, Sesinando do Carmo Obregon casado com Maria Domingues Obregão (filha de Manoel Domingues Corrêa e Maria Pereira da Silva), Iria, Pedro do Carmo Obregon casado com Francisca Domingues Obregon, Francisco, Hortencio, Serafim casado com Rosalina Quaresma Pinto, Paulino, Antonia e Anna.
[15] Manuscritos deixados por Maria Orozina de Oliveira Martins/Arquivo Pessoal de Ana Marisa Alves.[2] Ver Família João Baptista de Miranda Dornelles.
[16] Fotos de 1929. Arquivo pessoal de Iole Steinhaus Martins.
[17] Cúria Angelopolitana/Diocese de Santo Ângelo/RS.
[18] O casal José Calixto e Almerinda, teve 9 filhos:Maria Orozina casada com João Damasceno Martins (Janguito), Vespasiano, Setembrino, Adília (faleceu criança), Nair ( faleceu criança), Decio, José (faleceu criança), Ivory e Getulio. Arquivo Pessoal de Ana Marisa Alves.
[19] Filho de João Baptista Quaresma nat de Laguna e Catharina Maria/Maria Catharina de Jesus, que tiveram 7 filhos.
[20] Arquivo pessoal de Teresa Marques Dornelles
[21] Cúria Angelopolitana/Diocese de Santo Ângelo/RS.
[22] Pedro Honophre, a esposa Basilicia e os filhos: João está junto ao pai. A menina Arlinda em pé e Alicinda no colo da mãe. Arquivo pessoal de Tereza M. Dornelles
----
Fontes e biografia:
  • GUIMARÃES, João Pinto da Fonseca e FELIZARDO, José Godofredo: Genealogia Riograndense. Vol I. Porto Alegre: Oficinas Gráficas da Livraria do Globo, 1937.
  • LAGO, Luiz Aranha Corrêa. Oswaldo Aranha: O Rio Grande e Revolução de 1930: Um Político Gaúcho na República Velha. Rio de Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 1996.
  • TINM, Octacílio B. e GONZALES, Eugenio (org. e editores). Álbum ilustrado do Partido Republicano Castilhista – RGS. Porto Alegre: Livraria Selbach de J.R da Fonseca e Cia, 1934.
  • Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul;
  • Arquivos pessoais de: Ana Marisa Alves, Francisca Mousquer Loureiro, Iole Steinhaus Martins, Marília Gudolle Gottens e Teresa Marques Dornelles;
  • Cúria Angelopolitana da Diocese de Santo Ângelo/RS;
  • Microfilmes CHF/ Porto Alegre/RS;

Nenhum comentário: