segunda-feira, 1 de julho de 2013

Poloneses no RS: a habilitação de casamento como fonte da pesquisa genealógica - Veranópolis (III)

Poloneses no RS: a habilitação de casamento como fonte da pesquisa genealógica - Veranópolis (III)
autoria de Diego de Leão Pufal
[dúvidas, acréscimos e correções, escreva para diegopufal@gmail.com]

 [Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: PUFAL, Diego de Leão. Poloneses no RS: a habilitação de casamento como fonte da pesquisa genealógica - Veranópolis (III)in blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/] 

Em novembro de 2008, quando da edição da V Revista do CEKAW (http://www.poloniapoa.org/revista.php), publiquei parte das habilitações de casamento autuadas no antigo município de Alfredo Chaves, hoje Veranópolis, dizente aos poloneses, alemães e russos, cujos processos encontram-se sob a guarda do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS).
Esses processos trazem importantes informações à pesquisa genealógica, especialmente pela necessidade de os pretendes apresentarem algum documento original de seu nascimento ou testemunhas que pudessem suprir-lhe a falta.
Assim, reproduzo o artigo “Fontes para a genealogia: o processo de habilitação de casamento (V) – Veranópolis (Alfredo Chaves)”, objetivando fomentar a genealogia e trazer informações aos que pesquisam as origens dos seus.
Por fim, lembro que as habilitações de casamentos cujos sobrenomes começam com as letras “A” a “F”, podem ser vistas no post anterior (http://pufal.blogspot.com.br/2013/04/poloneses-no-rs-i-habilitacao-de.html), enquanto que das letras “G” a “O” em http://pufal.blogspot.com.br/2013/05/poloneses-no-rs-habilitacao-de.html.

“Na Revista do CEKAW de número 03, de maio deste ano, iniciou-se a transcrição das habilitações de casamento existentes no Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul, da então colônia de Alfredo Chaves, hoje Município de Veranópolis, enquanto distrito de Vacaria.
Na edição de agosto (n.º 04), deu-se seguimento à publicação, trazendo-se os feitos correspondentes às letras “G” a “O”, complementada agora com a presente edição, na qual resumidas as habilitações referentes às letras “P” a “Z”, de 1890 a 1898.
Já os processos de 1898 a 1924 serão tratados nas próximas edições, compreendendo o primeiro (sede) e segundo distritos (São João Batista do Herval, depois Capoeira e, após, o município de Nova Prata) de Veranópolis.
De referir ainda que apenas foram compiladas as habilitações que dizem respeito a poloneses, muito embora tratados às vezes como russos, austríacos ou alemães. Além das informações referidas em cada processo complementou-se com dados (fonte em itálico e  entre colchetes) dos livros Povoadores das Colônias Alfredo Chaves, Guaporé e Encantado (Porto Alegre: EST, 1997) e Etnias de Alfredo Chaves (Porto Alegre: EST, 2000), assim representados no texto:
“[I-]” refere-se ao livro Povoadores das Colônias Alfredo Chaves, Guaporé e Encantado, de Rovílio Costa e outros, com a respectiva página, p. ex. [I - p. 928].
“[II-]” refere-se ao livro Etnias de Alfredo Chaves, com a respectiva página, p. ex. [II-p. 25].
Seguem as informações existentes nas habilitações de casamento:
- PALINSKI, Ignácio e LORENTA, Victoria – aut. 14-07-1896. Ambos nats. Polônia, solteiros, aqui res. Ele n. 25- 06-1875, prov. Plocka, agricultor, filho de Antony Palinski e Maryanna Cieplinski, aqui res. Ela n. 20-03-1874, prov. Lonczynska, filha de Teofil Lorenta e Rozalia Budnz, esta aqui res. e aquele aqui fal. Casaram em 29-07-1896, AC. (cx. 32) [vide acima: GOLEMBIESKI, Francisko (Franciszek) e LORENTA, Josefa];[Alexander Palinski, filho de Antonio Palinski e Mariana Celeska, 20 anos, c. a 18-10-1903, na Capela de Nova Prata, com Antonia Wodziska, filha de George W. e Mariana Trondniski, 18 anos, poloneses, poloneses; Stanislao Palinski, filho de Antonio e Mariana Setlinghi, 21 anos, casou a 1-5-1898 na capela de Nova Prata com Emilia Bzeginski, 16 anos, poloneses russos, res. na VII Seção oeste (I-p. 906)]; [Antoni Palinski, 55 anos, casado, católico, russo, entrou na prov. em 1891, res. na Linha General Osório em AC, juntamente com: Mariana, 44 anos, casada, Ignatz, 17, Stanislaw, 14, Francisco, 12, Alexander, 9, Ian, 6 e Joseph, 2 anos, todos russos (II-p. 236)]
- PETRYKOWSKI, Francisco (Franciszek) e SZCZESNY, Wladislawa – aut. 13-10-1896. Ambos solteiros, nats. Polônia e aqui res. Ele n. 21-01-1875, prov. de Plocka, agricultor, filho de Maciej Petrikowski e Jozefa Kraszewska, aqui res. Ela n. 03-12-1879, prov. de Kalisz, filha de Stanislaw Szczesny e Antonina Olinska, esta fal. Polônia e aquele aqui res. Casaram em 28-10-1896, AC. (cx. 32) [(Ip. 925)];
- PILOTTI, Adriano e KLEIN, Maria – aut. 26-03-1895. Ele solteiro, res. no lote letra T, Linha Barros Cassal, filho de Domenico Pilotti, fal. Itália, e Maria Alberti, res. em Bordolano, Cremona, Itália. Ela solteira, aqui res. (lote 17 da Linha 2 de Julho), filha de Friedrich Klein e Otilie, aqui res. Constam o batismo de Maria em alemão (Marie Bertha Helene Klein, n. 13-06-1875, bat. 20-06 em Treptow, filha de Friedrich Klein e Ottilie Dahn) e o passaporte dele em italiano (expedido em 1893 em Cremona, 23 anos). Casaram em 04-05-1895, AC. (cx. 31) [vide acima: DAL PAI, Alessandro e KLEIN, Augusta]; [Friederick Klein, 45, da Alemanha (Prússia) e Ottilie, 39; Friederick, 17; August, 16; Marie, 14; Ottilie, 9; Bertha, 4; Otto, 1, evangélicos, chegaram em AC a 28-4-1890 (I-p. 828)]
- POLLOM, João e STORMONSKA, Anna – aut. 20-07-1896. Ambos nats. Prússia, solteiros e aqui res. Ele n. 10-11-1875, agricultor, filho de João Pollom e Elizabetha Gohmenska(?), res. na 8ª seção da margem direita do Rio das Antas. Ela n. 22-08-1878, filha de Josef Stormonski e Marianna Biesek, res. no mesmo local. Casaram em 29-08-1896, AC. (cx. 31) [vide abaixo: SIEGER, Jan e POLLOM, Martha; STURMOWSKI, João e ZYGER, Mariana]
Certidão de nascimento de Valente Porolniczak,
em russo, cujo documento está em sua
habilitação de casamento.
- POROLNICZAK, Valente e TARTAS, Antonina – aut. 10-08-1895. Ambos solteiros, nats. Polônia e aqui res. Ele res. na 7ª seção, 2ª série oeste, agricultor, filho de Woiciech Porolniczak e Kataryzina Blaszczak, aqui res. Ela res. na mesma seção, filha de Woiciech Tartas e Klementina Kowalski, esta fal. Polônia e ele lá res. Woiciech Wodzizki, cunhado de Antonina, consentiu o seu casamento com Valente. Constam duas certidões de nascimento em russo. Casaram em 24-08-1895, AC. (cx. 31)
- POZZOBOM, Mamante e BENTKA, Monika – aut. 21-01-1897. Ele n. prov. de Treviso, Itália, solteiro, agricultor, filho de Giovanni Pozzobom e Giaroma Schievano, fal. na Itália e aquele lá res. Ela n. Polônia, solteira, filha de Marrin Bentka e Maryanna Stawinczeski, ambos fal. em Antônio Prado. Casaram em 05-02-1897, AC. (cx. 32) [(I-p. 938)]
- PREISS, Johann e SZELONG, Josefa – aut. 06-04-1897. Ambos solteiros, nats. Polônia, aqui res. Ele res. na 9ª seção à margem direita do Rio das Antas, agricultor, filho de Franz Preiss e Edwirges, ambos fal. na Polônia. Ela res. na 4ª seção, 2ª série oeste, filha de Johann Szelong e Marianna, ambos fal. na Polônia. Casaram em 01-05-1897, AC. (cx. 31) [Franz Preiss, 36; Pauline, 30; Johann, 25, chegaram em AC 1890 (I-p. 940)]
- PUFAL, Jacob (na habilitação: Jacob BUFALT) e DOPPLER, Emilie – aut. 12/1891. Ele viúvo de Anna Juliana Fehler (fal. 20-11-1891, AC, 20 anos, filha de Daniel Fehler e Juliana, naturais da Rússia, sem filhos), agricultor, aqui res., filho de Adolf Bufalt (Adolf Pufal) e Justine Bitner (Büttner), casados, residentes na Rússia. Ela solteira, aqui res. (lote n. 36 da 4ª seção oeste), filha de Heinrich Doppler e Franciska Kuviatkowska (Kwiatkowska), casados, esta residente nesta colônia e aquele falecido na Rússia. Constam a certidão de nascimento de Jacob Pufal em russo e o passaporte de Francisca também em russo. (cx. 25) [Ip. 660] [vide acima DOPPLER, Henrique e ZAKRZEWSKA, Mathilde]; [Jacob Bufal, 25 anos, viúvo, católico, russo, entrou na prov. em 1891, res. na Linha General Osório em AC (II-p. 234); Francisca Doppler, 70 anos, viúva, católica, russa, entrou na província em 1890, res. na quarta seção, segunda série leste de AC, com os filhos: Emilia Doppler, 24 anos, solteira, russa, e Heinrich Doppler, 22 anos, solteiro, católico, russo (II-p. 215)]
Passaporte passado a Franziska Kwiatkwoska
Doppler para que pudesse transitar na Polônia
com a filha Emilie Doppler. O documento
data de 1890 e está na habilitação de
casamento de Jacob "Bufalt" e Emilie Doppler,
estes trisa-avós de Diego de Leão Pufal,
autor do presente.
- RASCHKE, Wilhelm e SCHMOECKEL, Maria – aut. 20-06-1893. Ambos nats. Pomerânia, solteiros e aqui res. Ele filho de Friedrich Raschke e Wilhelmine. Ela filha de Johann Schmoeckel e Ernestine. Constam as certidões de batismo de ambos em alemão, já traduzidas. A dele: Wilhelm Carl Raschke, n. 08-02 em Clarenfelde de Treten, bat. 09-02- 1873, na igreja de Treten, filho de Friedrich R. e WilhelmineMunzke; a dela: Marie Henriette Hermine Schmokel, n. 12-08-1868 em Alt-Warschow, bat. 20, filha do trabalhador Johann S. e Ernestine Masch – o doc. é da igreja de Schlowa, de 15-05-1883). Casaram em 08-07-1893. (cx. 32) [Frederick Raskke, 45, da Prússia, e Hermine, 43; Wilhelm, 17; Henrick, 10; Herman, 2; August, 13; Bertha, 8 anos, evangélicos, chegaram em AC a 27-4-1890 (I-p. 946)]
- RATAESCKI, Casemiro e GAESCKA, Josepha – aut. 22-09-1894. Ele solteiro, res. no lote 17 da linha Barros Cassal, AC, filho de Michal Rataescki e Antonina Rubliescki, aqui res. Ela n. 06-02-1876, no lugar de Uenke, Rússia Jondrowisk (sic), solteira, res. no lote 63 da 9ª seção – Rio das Antas, filha de Michal Gaescki e Josepha, aqui res. Consta uma certidão de nascimento em russo. Casaram em 04-04-1895, AC. (cx. 32) [vide acima: MIKOTAJERYKI (também Mikolaiecak), Jakob e RATAJENSKA]; [Michel Ratayeski, 50, e Antonia, 49; Mariana, 9; Margaretha, 8; Kasimir, 18, chegaram em AC 1890 (I-p. 946)]; [Mihan Rataieski, 53 anos, casado, católico, russo, entrou na prov. em 1891, res. na 9 seção do Rio das Antas, juntamente com Antonia, 40 anos, casada, Kasimirski, 20 anos, solteiro, Mariana, 12 anos, solteira, Magojata, 9 anos, todos russos (II-p. 259); Mihan Gaieski, 55 anos, casado, católico, russo, entrou na prov. em 1891, res. na 9 seção do Rio das Antas, juntamente com Josepha, 38 anos, casada, russa, Martin, 16 anos, Josepha, 15 e José, 9 anos, todos russos (II-p.259)]
- RENTZ, Andreia e STRAUSS, Maria – aut. 21-08-1896. Ambos nats. Rússia, solteiros, aqui res. Ele n. 20-03-1875 na prov. de Plotzk, agricultor, filho de Kristiano Rentz e Ewa Hoff, esta aqui res. e aquele fal. na Rússia. Ela n. 01-04-1878, prov. de Zytomierski, filha de Miguel Strauss e Maria Buss, aqui res. Casaram em 08-09-1896, AC. (cx. 32)
Certidão de nascimento de Wawrzyencie Rezner, cujo
documento está em russo e na respectiva habilitação de
casamento. 
- REZNER, Wanzenice e WITKOWSKA, Kataryna – aut. 22-09-1894. Ele solteiro, res. na 9ª seção, Rio das Antas, filho de Wojeich Rezner e Katarzyna Rybakówa, aqui res. Ela n. 20-12-1879 em Uenke, Rússia, solteira, res. na Linha Barros Cassal, AC, filha de Pawel Witkowski e Anna Chomentoska, aqui res. Consta uma certidão de nascimento em russo. Casaram em 04-04-1895, AC. (cx. 32) [Noikek Resner, 47, e Katharina, 39; Vazarzik, 19; Josephe, 15 anos, chegaram em AC 1890 (I-p. 949); Paulo Witkoski, 46 anos, casado, católico, russo, entrou na prov. em 1891, res. na Linha Barros Cassal em AC, juntamente com a mulher Anna, 38, e os filhos: Johan, 17, Catharina, 13, Stanislau, 10, russos (II-p.261)]; [vide abaixo: WITKOWSKI, Jan e STAKOSKI, Rozalia]
- ROMANCIN, Isaia e PORSLNIZCAK, Marianna – aut. 07/1891. Ele solteiro, aqui res., filho de Pietro Romancin e Cattarina Brum, aqui res. Ela n. Gubernie Kalisk, Rússia, solteira, aqui res., filha de Woeceich Porslnizack e Katarzyna, aqui res. Consta uma justificação de idade de Marianna, na qual foram testemunhas: Francisek Brzig, n. Gubernie Kalisk, 37 anos, casado, aqui res., que declarou conhecer Marianna há cinco anos e que sabe ter vinte e um anos de idade, solteira; Joseph Matiesk, n. Boemia, Áustria, com 40 anos, aqui res., declarou conhecê-la há um ano, sendo solteira. Consta o passaporte de Isaia em italiano: agricultor, 23 anos, expedido em 22-10-1890 em Vicenza. Casaram em 20-07-1891, AC. (cx. 32) [Isaia Romanzini, 23 anos, solteiro, chegou AC 1890; Isaia Romanzini, filho de Pietro e Catterina Brun, n. a 6-9-1867, c. a 20-7-1891 na igreja de AC com Marianna Poronica, filha de Alberto P. e Catterina Boasca, 21 anos, italianos (sic) (I-p. 962)]
- RÜNZEL, Franz e BALK, Juliana – aut. 28-09-1893. Ele agricultor, viúvo de Giohanna (Johanna) Blublitz (fal. 09- 06-1891, AC, com 37 anos, filha de Henrique Bublitz e Carolina, deixou um filho natural, moradores nesta colônia, c/c Franz Rinzel), n. Alemanha, filho de Friedrich Rünzel e Federick, ambos fal. na Alemanha. Ela solteira, n. Rússia, aqui res., filha de Johann Balk e Emilia, aqui res. Constam as certidões de nascimento de ambos, a dele em alemão (Franz Bernhard Emil Rünzel, n. 26-02-1858, filho de Friedrich R. e Caroline Schössow, de Parpart – o doc. data de 09-10-1884, sendo da igreja ev. de Zirkewitz) e a dela em russo. Casaram em 14-10-1893. (cx. 32) [Franz Rünzel, 32, da Prússia, e Johanna, 36; Emil, 13; Bertha, 5; Herman, 3; Helene, 1; Wilhelm, 6 meses, evangélicos, chegaram em AC a 27-4-1890 (I-p. 970)]
- RYBICKI, Jan e WIECEZOREK, Josefa – aut. 21-08-1895. Ambos solteiros, nats. Polônia e aqui res. Ele agricultor, filho de Franciszek Rybicki e Orszula Bunaski, esta fal. na Polônia e aquele lá res. Ela n. 18-09-1877, prov. de Varsóvia, filha de Andrzej Wieczorek e Jadwiga, aqui res. Casaram em 12-09-1895, AC. (cx. 32) [Jan Ribinski, 21 anos, solteiro, chegou em AC 1890; João Ribicki, filho de Francisco e Ursula Jablonska, 25 anos, c. a 26-2-1895 na capela de Nova Prata com Josefa Wieczorek, filha de André e Edwiges, 17 anos, poloneses (I-p. 949)]
- SCHADOWSKI, Augusto e STEINKE, Augusta (na habilitação: Augusta Schteinke) – aut. 13-09-1895. Augusto era agricultor, viúvo de Bertha Kaivri (n. Prússia e fal. 06-09-1891, com 26 anos, em AC, filha de Carl Kaivri (sic) e Andrietta), n. Alemanha, filho de Johann Schadowski e Konstantine Kulling, esta res. na Alemanha e aquele lá fal.; Augusta Steinke, solteira, n. Alemanha, filha de Ludwig Steinke e Mathilde Krause (há a certidão de batismo em alemão de Augusta, na qual consta: Wilhelmine Auguste Steinke, n. 20-05-1865 (o ano está borrado), filha de Ludwig Steinke, de Chabsko, e Mathilde Krause (no verso do documento consta o endereço de Ludwig Steinke a quem o registro foi enviado, sendo o seguinte: Nicolajewska – Kreis Lutzk, Gow. Volhynien – Rússia). Augusto e Augusta casaram em 01-10-1895 em AC. (cx. 33) [August Schadonski, 30 anos; Berta, 27; August, 6; Agate, 3; Berta, 1, chegaram em AC em 26-5-1891 (I- p. 987); Luduvig Steinke, 60; Emília, 42 (deve ser a segunda esposa); Auguste, 22, Herman, 17; Amália, 14; Wilhelmine, 12, chegaram AC 1890 (I-p.1.008)]; [August Schadowski, 23 anos, solteiro, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1891, res. na 5 seção, 2 série oeste de AC (II-p. 233); Ludwig Steinke, 62 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1890, res. na 5 seção, 2 série oeste de AC, juntamente com:Emilie Steinke, 52 anos, casada, Auguste, 21 anos,Hermann, 18, Amalie, 13, Marie, 19, os últimos solteiros, alemães (II-p.232)]
- SCHARTEN, Carlos von e NEUBAUER, Edwirges
aut. 02-05-1893. Ele n. 03-12-1872, Bom Jardim, batizado na igreja evangélica de Porto Alegre, solteiro, seleiro, res. na Picada Paraíso em AC, maior de 21 anos, filho de Rudolfo von Scharten, brasileiro, negociante, e Catharina Wolf, res. em Bom Jardim (Ivoti), neto paterno de Carlos Frederico Guilherme von Scharten e Carlota Frederica Guilhermina, neto materno de Daniel Wolf e Catharina. Ela solteira (batizada com o nome de Helena Emilie Clara Edwigues), n. 19-03-1877, de Wittemberg, Alemanha, na Rua Bohnstrasse n.º 39, filha de Augusto Neubauer, evangélico, fabricante de cigarros, e Emilia (n. em Stechow), aqui residentes. Casaram em 18-05-1893, AC. (cx. 33)
- SCHUMPF, Hermann e ULRICH, Natalie – aut. 03/1891. Hermann com 29 anos, n. cantão de Zürich, Suíça, solteiro, residente em AC, linha 6ª seção, lote n° 10, filho de Jacob Schumpf e Margaretha Hirzel, res. na Suíça. Natalie n. 1873, Prússia, solteira, residente na linha 6, seção lote n° 33, filha de August Ulrich e Maria, res. no mesmo local da filha. Consta a certidão de nascimento de Natalie em russo e um documento do consulado da Suíça em Buenos Aires referente a Hermann. Casaram em 14-04-1891 em AC (há também uma justificação de idade, da qual foram testemunhas: Heinrich Dönner, n. Hessen-Nassau, 32 anos, Alemanha e August Kurzenbaum, n. província de Kuzlowa (?), Rússia, 35 anos, solteiro). (cx. 33) [vide acima BUTH, Wilhelm e ULRICH, Alvine]; [August Ulrick, 45 e Wilhelmine, 40; Elvine, 17; Wilhelm, 12; Carl, 10; Herman, 7, chegaram AC 1891 (I-p.1037)]; [Herrmann Schlumpf, 30 anos, casado, católico, natural da Suíça, entrou na prov. em 1891, res. na Linha General Osório em AC com a esposa Natalie, 18 anos, católica, russa (II-p. 237); August Ulrich, 46 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na província em 1891, res. na quarta sessão, segunda série leste de AC, juntamente com: Wilhelmine Ulrich, 41, casado, Alvine, 17 anos, solteira, Menna, 14 anos, Wilhelm, 12, Carl, 9, Herman, 6, Johann Ulrich, 56 anos, casado, acatólico; Augusta, 39 anos, casada, Hermann, 13 anos, Bertha, 10, Gustaw, 6, e Carl, 4 anos (II-p. 212)]
- SIEGER, Jan e POLLOM, Martha – aut. 06-05-1896. Ambos solteiros e nats, da Prússia. Ele n. 22-02-1877 em Long (Prússia), católico, agricultor, residente na 8ª seção da margem direita do Rio das Antas, filho de Albert Sieger (fal.) e Marianna Jasnoch; Martha n.14-06-1878, Long, Prússia, filha de Jan Pollom e Elisabetha Golnmska, aqui res. Casaram em 26-05-1896, AC. (cx. 33) [vide abaixo os regs. de Leon Siger e Francisca Riszka e de João Sturmowski e Marianna Zyger; acima: POLLOM, João e STORMONSKA, Anna]
- SIGER, Leon e RISZKA, Francisca – aut. 26-07-1897. Ambos solteiros, nats. da Prússia e res. na 8ª seção à margem direita do Rio das Antas. Ele católico, agricultor, filho de Alberto Siger e Marianna Jasnoch, esta ali res. e aquele fal. nesta colônia. Ela n. 13-06-1875, Long, Prússia, católica, filha de André Reszka e Joanna Kaliszewska, residentes nesta. Casaram a 14-08-1897, AC. (cx. 33) [vide acima o reg. de Jan Sieger e Martha Pollom e, abaixo o reg. de João Sturmowski e Marianna Zyger]
- SIKORSKI, Joséf e GNACINSKA, Rozalia – aut. 23-11- 1896. Ambos solteiros, nats. Prússia e aqui res. Ele agricultor, filho de Josef Sikorski e Anna Lewandowski, ambos falecidos na Prússia. Ela analfabeta, viúva de Franz Biesek (+09-02-1892, AC), filha de Wojciech Gnacinski e Rozalia Blumawski, ambos falecidos na Prússia. Casaram em 19-12-1896, AC. (cx. 33)
- SLOTHC (STOTTKI ou SLOTKE), Carl e HENSKI, Matilde – aut. 12/1891. Carl era viúvo de Júlia Slotke (n. Prússia, fal. 28-06-1891, AC, com 42 anos, filha de Carl Krepel e Elise), agricultor, residente em AC, filho de Johann Slottki e Alvina Heft, ambos falecidos na Alemanha. Ela viúva de Wilhelm Honse (sic) [Henski] (n. Rússia, fal.10- 07-1891, com 43 anos, filho de Heinrich Henski e Dorothea, deixou cinco filhos: Wilhelm, 15 anos; Paulina, 14; Emília, 12; Gustav, 11 e Ferdinand, 9 anos), residente nesta colônia (lote n.° 65, da 5ª seção, 2ª série oeste), filha de Wilhelm Lange e Carolina Aeitner (sic), residentes na Rússia. Há dois documentos em alemão, num deles consta o casamento de Gustav Slotke, n. 30-08-1851, Sterbenin (?), residente em Schleischow, filho de Johann Slotke e Caroline Hoft, casado a 19-03-1881, Ludwinke? com Julianne Henriette Kropel, n. 19-01-1849, Schluschow (?), filha de Carl Kröpel e Henriette Klibbe. Carl e Matilde casaram a 19-01-1892, AC. (cx. 33) [Carl Slothe, 40; Julie 42; Ernest, 10; Hermine, 5; Carl Slotke, 76, viúvo, chegaram em AC 1891 – (I - p. 999); Carl Stottke, 40 anos, viúvo, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1891, res. na 5 seção, 2 série oeste de AC (II-p. 233)]
- SOCCOL, Pietro Giovanni e TRAPP, Augusta – aut. 03/1891. Pietro foi bat. 29-09-1863 em D’Agordo, Belluno, Vêneto, Itália, filho de Michele Soccol e Maria Teresa Curti (consta a certidão), solteiro, residente em AC. Ela solteira, res. em AC, filha de Carl Trapp e Júlia Tikmann, residentes em AC. Consta a certidão de batismo dela em alemão, na qual apontado o seu nome completo: Auguste Ernestine Friederike Trapp, n. 04-01-1879 (o doc. é de Waldau de 26-03-1882). Casaram em 11-04-1891, AC. (cx. 33) [Pietro Giovanni Soccol, 24, solteiro, de Belluno, chegou a AC a 15-12-1888 (I-p. 1001); Carl Trapp, 49, da Alemanha; Johanna, 46; August, 25; Auguste, 20; Carl, 18; Bertha, 16; Lina, 14; Emil, 9; Ida, 3, evangélicos, chegaram em AC a 26-4-1890 (I-p.1025)] [vide BERTONI, Luigi e TRAPP, Carolina Augusta e BUTH, Hermann e TRAPP, Carolina; KRÜGER, August e TRAPP, Bertha]
- SONTAG, Eduard e VOSS, Ida – aut. 11/1891. Eduard viúvo, agricultor, residente em AC, lote 71, 5ª seção, 2 série oeste, filho de Carl Sontag e Augusta, residentes nesta. Ida com 21 anos, res. nesta, lote 96 da 5ª seção 2ª série oeste, filha de Karl Voss e Auguste Paschke. Constam quatro documentos originais em alemão: a) levantamento familiar, no qual referido Eduard Friederich August Sontag, n. 07.12.1858; a esposa Ottilie Wilhelmine Kusch, n. 02-8-1862; Otto Emil Sontag, filho, n. 26-12-1888, Hermann Friedrich Sontag, n. 19-01-1888, filho, e Bertha Augusta Sontag, n. 12-12-1889, filha; o doc. data de 23-03-1891 de Slaikowb-Zelasen(?), com carimbo de Slaikow, Kreis Lauenburg; b) certidão militar de Eduard Friedrich August Sonntag, n. 07-12-1858 em Freist, Kreis Lauenburg, Coeslin, Prússia, na qual indica que entrou no regimento n.º 17 em 03-11-1880 e saiu em 24-09-1883; c) caderneta militar dele em alemão; d) certidão de nascimento dela, Ida Emilia Voss, n. 26-05-1873, filha de Karl Voss e Augusta Paschke em Schweslin – o documento é de Bresin datado de 24-02-1891. Casaram em 30-11-1891, AC. (cx. 33) [Carl Sontag, 66; Auguste, 59; Theodor, 25; Frederick, 23; Berta, 19; Hermann, 16; Adeline, 11, chegaram em AC 1890 (I-p. 1003); vide o próximo registro, bem como DÖRING, Theodoro e SONNTAG, Bertha]; [Eduard Sontag, 32 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na província em 1891, juntamente com: Ida Sontag, 18 anos, casada, Carl, 66 anos, casado, Auguste, 59 anos, casada, Bertha, 19 anos, Hermann, 16, Theresa, 13, todos acatólicos, alemães, res. na 5 seção da 2 série oeste de AC (II-p. 232)]
- SONTAG, Hermann e VOSS, Lina Augusta – aut. 21- 10-1896. Ambos da Prússia, solteiros, ele n. 29-06-1875 na província de Pommern, filho de Carl Sontag e Augusta Perlick, esta residente nesta e aquele aqui falecido. Lina n. 18-11-1878 na província de Pommern, filha de Carl Voss e Auguste Paschke, aqui residentes. Casaram em 06-11-1896, AC. (cx. 33) [vide registro anterior, bem como bem como DÖRING, Theodoro e SONNTAG, Bertha]; [Eduard Sontag, 32 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na província em 1891, juntamente com: Ida Sontag, 18 anos, casada, Carl, 66 anos, casado, Auguste, 59 anos, casada, Bertha, 19 anos, Hermann, 16, Theresa, 13, todos acatólicos, alemães, res. na 5 seção da 2 série oeste de AC (II-p. 232); Carl Voss, 41 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1891, res. na 5 seção, 2 série oeste de AC, juntamente com Auguste Voss, 49 anos, casada, Otto, 16, Adeline, 13 e Alexander 10 anos, solteiros, alemães (II-p. 233)]
- SPONHOLZ, Julius e SCHOEWE, Augusta – aut. 13-05-1897. Ele solteiro, agricultor, evangélico, n. da província de Pommern, reino da Prússia, residente na 5ª seção 2ª série oeste de AC, filho de Hermann Sponholz e Carolina Gültzow ou Güptow, aqui residentes. Ela n. 09-10-1877, Gnewinski, província de Pommern, evangélica, filha de Johann Schoewe e Luiza Wapp (esta casada em segundas núpcias com August Walk), esta aqui residente e aquele falecido na Prússia. Casaram em 29-05-1897, AC. (cx. 33) [vide I-p.1.007].
- STEMPCZINSKI, Wladislaw e BARCZAK, Francisca – aut. 15-07-1893. Ambos da Polônia, solteiros e residentes em AC. Ele agricultor, filho de Michal Stempczinski e Ludwika, residentes na 4ª seção 2ª série oeste de AC; ela filha de Michal Barczak e Eva, esta falecida e aquele residente na mesma seção e série. Constam as certidões de ambos em russo. Casaram em 01-08-1893, AC. Não assinaram. (cx. 33) [Michel Steinpzinski, 48; Ludowika, 46; Wladislaw, 20; Helena, 16; Maria, 14, chegaram AC 1890 (I-p.1008); Miguel Barciak, filho de Martin B. e Victória Andrzejeska, 43 a, viúvo de Eva Kaminska, +29-4-1892 em AC, c. a 09-10-1894 com Miguelina Bogucka, filha de José B. e Francisca Kaczmarek, todos poloneses (I-p. 600)].
- STURMOWSKI, João e ZYGER, Mariana – aut. 11/1891. Ele com 22 anos, solteiro, agricultor, residente em AC, colônia n.° 56, 8ª seção, margem direita do Rio das Antas, filho de Wilhelm Sturmowski e Paulina, residentes nesta. Mariana n. Prússia, 17 anos, solteira, residente no lote n.° 53, da 8ª seção, filha de Albert Zyger e Marianna, esta aqui residente e aquele lá falecido. Há uma justificação de Mariana feita perante o cartório de AC, da qual foram testemunhas: a) João Reschke, n. Prússia, casado, agricultor, 22 anos, res. nesta; b) Josef Stormonwski, n. Prússia, agricultor, 29 anos, os quais declararam conhecê-la há 06 e 10 anos respectivamente. As mesmas testemunhas disseram conhecê-lo, sendo que a segunda há vinte anos. Casaram em 27-11-1891, AC. (cx. 33) [vide registros acima Jan e Leon Sieger/Siger]
- SÜSS, Andrzei e WONSKOWSKA, Kordula – aut. 09- 07-1895. Ambos solteiros e nats. da Polônia; ele residente na 7ª seção, 2ª série oeste em AC, filho de Jan Süss e Justina Carolina, esta aqui residente e aquele falecido na Polônia; ele analfabeto; Kordula n. 13-01-1874 em Lesniewo, Gubernia, Polcke, Polônia, residente no mesmo local do marido, filha de Leonard Wonskowska e Viktoria Jastrozmbowski ou Jastzombowska, residentes na Polônia. Consta a certidão de nascimento de Andrzei em russo. Casaram em 22-07-1895, AC. (cx. 33)
- SÜSS, Johann e LEHMAN, Maria – aut. 05/1891. Ele solteiro, agricultor, residente em AC, filho de Michael Süss e Juliana, residentes em Gubernia, Wolinska, Rússia; ela solteira, menor de 18 anos, agricultora, residente em AC no lote letra A, 4ª seção, 2ª série oeste, filha de Christian Lehman e Luiza, residentes em AC. Há a certidão de ambos em russo. Casaram em 09-06-1891, AC. (cx. 33) [vide Ip. 1.011]; [Christian Lehmann, 59 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1890, res. na 4 seção, 2 série oeste ala norte de AC com a mulher Louise, 59 anos, alemã (II-p. 219)]
- SZAMPLAWSKI, Theodoro e WASINENWSKA, Marianna – aut. 10-07-1897. Ambos solteiros, católicos, n. Prússia e alfabetizados. Ele filho de Jacob Szamplawski e Anna Sikovska, esta residente nesta e aquele falecido na Prússia. Ela filha de Francisco Wasinenwska e Marianna Mokova, residentes na 8ª seção à margem direita do Rio das Antas. Marianna n.14-09-1874 em Long, província da Prússia. Casaram em 26-07-1897, AC. (cx. 33)
- SZLUSAREK, Stefan e CIERZMOWSKA, Elisabetha – aut. 20-02-1895. Ambos solteiros, ele da Rússia e ela da Prússia. Ele agricultor, filho de Blazei Szlusarek e Marianna Budinck, falecida e aquele aqui residente. Ela filha de Josef Cierzmowski e Antonia Lesnak, residentes na Colônia D. Isabel. Há a certidão de ambos em russo e alemão respectivamente, sendo que da última apurou-se que Elisabetha foi batizada a 06-11-1871, filha de Joseph Cierzmowska e Antonia Lesnak, o doc. data de 20-10-1884 de Byslaw (?). Casaram em 06-02-1895, AC. (cx. 33)
- ULRICH, Franz e KÖNIG, Paulina – aut. 03-02-1897. Ambos solteiros, nats. da província de Pommern; ele n. 31-08-1872, em Zettlur ou Zettlui (?), agricultor, filho de August Ulrich e Wilhelmine Marow, residentes na 4ª seção, 2ª oeste; ela n. 13-10-1875, Kösslin, filha de Franz König e Alvine Krumreich, esta aqui residente e aquele aqui falecido. Casaram 18-02-1897, AC. (cx. 34) [Franz Ulrich, 19, alemão, chegou em AC a 15-1-1892 (I-p. 10370); Franz Künig, 34, da Alemanha, e Alvine, 32; Carolina, 12; Auguste, 4; Herman, 28; Wilhelm, 24, chegaram em AC a 16-4-1890 (I-p.831)]; [August Ulrich, 46 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na província em 1891, res. na quarta sessão, segunda série leste de AC, juntamente com: Wilhelmine Ulrich, 41, casado, Alvine, 17 anos, solteira, Menna, 14 anos, Wilhelm, 12, Carl, 9, Herman, 6, Johann Ulrich, 56 anos, casado, acatólico; Augusta, 39 anos, casada, Hermann, 13 anos, Bertha, 10, Gustaw, 6, e Carl,4 anos (II-p. 212)]; [vide acima: BUTH, Hermann e TRAPP, Carolina; SCHUMPF, Hermann e ULRICH, Natalie; BUTH, Wilhelm e ULRICH, Alvine]
- VENSKE, Carl e MANTEUFEL, Bertha – aut. 04-11-1895. Ambos solteiros, nats. da província de Pommern, Alemanha; ele agricultor, n. 16-06-1874 e bat. 19-06, em Wochmin(?), filho de Carl (Wilhelm Friedrich) Venske e Ernestine Rutz, aqui residentes (2ª seção, 1ª série oeste); ela filha natural de Ulricke Manteufel, residente na linha Júlio de Oliveira nesta colônia (depois casada com Wilhelm Neueufeldt). Consta a certidão de batismo de Carl em alemão de 07-06-1887 de Treten e há um carimbo com os dizeres seguintes: “Siegel der Kirche – zu Treten”. Há também o batismo dela em alemão, no qual referido que Bertha n. 26-11-1875 e bat. 05-12, em Gross-Vorbeck, distrito de Kolberg-Koeslin, filha da solteira Ulrike Manteufel (há um carimbo da igreja de Ramelow). Casaram em 19- 11-1895, AC. (cx. 34)
- VIEBRANZ, Carl e MUTSCHAL, Mathilde – aut. 08/1891. Ele viúvo, carpinteiro, residente em AC, filho de Friedrich Viebranz (residente na 5ª seção, lote 27) e Wilhelmine (fal. em Pommern); Mathilde menor de 21 anos, filha de Johann Mutschal, residente nesta colônia – lote n.º 62, da 5ª seção e Emilie (fal. Gubernia – Walinska – Zytowmirsko, Rússia). Consta um documento em alemão de confirmação de Carl  Friedrich Wilhelm Viebranz, n. 14-11-1861 em Quisbernow, Wusterbarth (?), confirmado a 20-09-1874 na igreja de Polzin. Casaram em 21-08-1891, AC. (cx. 34) [vide acima DEFANTÉ, Constantino e MUTZALL, Henriette; abaixo WAGNER, Alberto e MUTZAL, Maria; MUTSCKAL, Alvin e FRIEDENBERGER, Maria]; [Johan Mützel, 52 e Friederike, 42; Alvinw, 22; Henriett, 15; Maria, 10, chegaram em AC 1890 (I-p. 894)]; [Friedrich Viebrantz, 69 anos, viúvo, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1890, res. na 5 seção, 2 série oeste em AC, com Carl Viebrantz, 30 anos, católico, alemão e Mathilde, russa, 19 anos, casada (II-p. 228); Johann Mutschal, 56 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na província em 1890, res. na quinta seção, segunda série oeste de AC, com a família: Friedrike Mustchal, 40, casada, russa; Heinricha, 18 anos, solteira, russa, Henriette, 16, russa, Marie, 10, russa (II-p. 232)]
 - VINTENCOURT, João e KOLZENTA, Josepha (vide João Bentancor)
- WAGNER, Alberto e MUTZAL, Maria – aut. 07-07-1896. Ambos solteiros, naturais da Alemanha, ele aqui res., onde agricultor, n. 27-05-1876 na província de Keslin, filho de Theodoro Wagner e Wilhelmine Ratir (sic), residentes nesta. Maria n. 11-03-1881 na província de Keslin, filha de Jocham Mutzal e Friedricke Schentzke, residentes nesta. Casaram 24-07-1896, AC. (cx. 35) [Johan Mützel, 52 e Friederike, 42; Alvinw, 22; Henriett, 15; Maria, 10, chegaram em AC 1890 (I-p. 894)]; [Johann Mutschal, 56 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na província em 1890, res. na quinta seção, segunda série oeste de AC, com a família: Friedrike Mustchal, 40, casada, russa; Heinricha, 18 anos, solteira, russa, Henriette, 16, russa, Marie, 10, russa (II-p. 232); Theodor Wagner, 50 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1890, res. na Linha José Bonifácio em AC, juntamente com a mulher Wilhelmina, 47 anos, alemã, e os filhos: Bertha, 20 anos, Albert, 15 e Hermann, 12 anos, todos alemães (II-p. 279)]
- WARNBIER, Ignatz e SUSZEK, Elzbieta (Elisabetha) – aut. 04/1891. Ignatz solteiro, residente na 3ª seção do Rio das Antas em Bento Gonçalves, filho de Jacob Warmbier e Magdalena, residentes no lote n.º 76, 24 da 3ª seção na margem do Rio das Antas. Elisabetha era viúva de Alexandre Grzeca (fal. 29-06-1889, AC – somente fez o registro em 31-03-1891 “por ignorar a lei, morreu afogado no Rio das Antas”, com 42 anos, deixando dois filhos: Anna, 15 anos e Jan, 13 anos, nat. da Prússia, província de Westpreussen, residentes na 8ª seção, linha Alfredo Chaves na casa dos avôs Jan Grzeck e Maria Mozuch), residente no lote 96, 77 da 8ª seção na mesma margem, filha de José Suszek e Maria, residentes em Alfredo Chaves. Há uma tradução do batizado do noivo (o documento não mais se encontra no processo): Ignácio, filho do jornalista Jacob Warmbier e Magdalena Ossowka, n. 26-01-1871 na colônia Long, Konitz, Prússia-Oeste, bat. 29 – o doc. é de Long de 25-06-1887 – igreja católica). Casaram em 22-04-1891, AC. (cx. 35)
- WASZELEWSKI, Vicente e ZALEWSKA, Josefa – aut. 17-01-1896. Ambos da Polônia, solteiros, residentes na Linha General Osório em AC. Ela analfabeta. Ele n. 04-04-1874 em Gubernia Warjawa, Polônia, filho de André Waszelewski e Malgorzato Ploszak, esta residente e aquele falecido na linha General Osório. Josefa n. 18-03-1878 em Gubernia Plozk, Polônia, filha de Martin Zalewski e Julianna Nazkiewicz, residentes na mesma linha. Casaram 31-01- 1896, AC. (cx. 35) [Vicente Waseleski, filho de André e Margarida Plaska, c. a 30-6-1895 com Josefa Zaleska, filha de Martin e Juliana Naskiewicz, poloneses – igreja de Nova Prata, lv. 1-3 (I-p. 1048)]
- WASZKIEWICZ, Stanislaw e FRANKOWSKA, Waleria – aut. 02-12-1895. Ambos naturais da Polônia. Ele agricultor, n. 10-11-1874 em Gouvermemend (?) de Plozk, filho de Jan Waszkiewicz e Mariana Ciesinska, residentes na linha General Osório em AC. Ela n. 15-02-1879 em Gouvermemend (?) de Plozk, filha de Antony Frankowski e Anna Czerwinska, residentes na mesma linha. Casaram em 23-12-1895, AC. (cx. 35) [vide o casamento do irmão de Stanislaw, Mariano Waszkiewicz com Antônia Wasielewski (I-p.1048); Anton Frankowoski, 33, e Anna, 35; Valéria, 10; Theophil, 9; Stanislaw, 3, chegaram AC 1890 (I-p.781); Jan Waschkewik, 40 anos, católico, russo, entrou na prov. em 1891, res. na Linha General Osório em AC juntamente com a mulher Mariana, 40 anos, e os filhos: Stanislaw, 17, Mariano, 14, Joseph, 12, Francisco, 10 e Mariana, 7 anos, solteiros, russos (II-p. 242)]
- WEGNER, August Ferdinand Ludwig e POTRATZ, Johanna Augusta Ulrike – aut. 03-12-1894. Ambos alemães. Ele filho de Friedrick Wegner e Albertine Abel, aqui residentes. Ela filha de Wilhelm Potratz e Augusta Lubke, aqui res. Constam as certidões em alemão de batismos dos noivos. Na dele: Ludwig Ferdinand August Wegner, n. 05-05-1872, Trechel, krais Naugow (?), bat. 14- 04, filho de August Wilhelm Friedrich Wegner e Albertine Alwine Ernetine Abel – o doc. data de 09-02-1890, com carimbo da igreja luterana de Trechel. Na dela: Ulrike Augusta Johanna Potratz, n. 14-06-1878, Kletzin, filha de Wilhelm Potratz e Auguste Lubke – o doc. data de 18-02- 1890, com carimbo da igreja de Baumgarten’sches. Casaram em 20-12-1894, AC. (cx. 35) [Wilhelm Potratz, 39 anos, casado, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1890, res. na 4 seção, 2 série leste em AC, juntamente com Augusta, 43 anos, Júlio, 17 e Weich, 14 anos, alemães (II-p. 212)]
- WINKEL, Wilhelm e KIRCHOFF, Anna – aut. 09-09-1897. Ambos alemães e solteiros. Ele n. 08-03-1877, na prov. de Pommern, agricultor, filho de Hermann Winkel e Henrietta Fentzke, aqui residentes (2ª seção, 1ª série oeste). Ela n. 13-01-1879, Pommern, filha de Heinrich Kirchoff e Johanna Wolleger, aqui res. Casaram em 25-09-1897, AC. (cx. 35) [vide acima: KIRCHOF, Albert e WINKEL, Bertha; DICKMANN, August e KIRCHOFF, Hulda]; [Johana Kirchoff, 40, casada, da Alemanha (Prússia); Albert, 24; August, 20; Hulda, 17; Anna, 10; Friedrich, 28; Berta, 20, evangélicos, chegaram em AC a 26-4-1890 (I-p. 828)]
- WITKOWSKI, Jan e STAKOSKI, Rozalia – aut. 28-05-1896. Ambos solteiros e nats. da Polônia. Ele agricultor, n. 26-12-1874 na prov. de Ploecka, filho de Pauvel Witkowski e Anna Humentowski, aqui res. Rozalia filha de Ludwik Stakoski e Marianna Jablunowski, aqui res. Casaram em 16-06-1896, AC. (cx. 35) [João Witkoski, filho de Paulo e Ana Chumentoska, c. a 9-6-1894 na igreja católica de Nova Prata com Rosália Stachoska, filha de Isidoro e Mariana Jablonaska, todos poloneses (I-p. 1048); Paulo Witkoski, 46 anos, casado, católico, russo, entrou na prov. em 1891, res. na Linha Barros Cassal em AC, juntamente com a mulher Anna, 38, e os filhos: Johan, 17, Catharina, 13, Stanislau, 10, russos (II-p. 261)]; [vide acima: REZNER, Wanzenice e WITKOWSKA, Kataryna]
- WOLL, Albert e SCHULZ, Luiza – aut. 22-09-1893. Ambos solteiros, ambos da prov. de Pommern, Alemanha. Ele filho de Johann Woll e Luiza, esta falecida e aquele aqui residente. Luiza filha ilegítima de Albert Schulz e Johanna, esta aqui residente e aquele falecido na Alemanha. Consta a certidão de batismo dele em alemão, batizado com o nome de Albert Heinrich Woll, n. 04-10- 1866, filho de Johann Woll e Luisa Wangerow, residentes em Lauenburg, Pomerânia. Consta também a certidão de batismo de Louise Friedrika Bertha Schulz, n. 13-03-1895, bat. 15-03, filha ilegítima de Johanna Auguste Wilhelmine Schlulz, residente em Ribbefrardt (sic). Casaram 07-10-1893, AC (cx. 35) [vide o casamento de August Woll, irmão de Albert, com Berta Laudt em AC (I-p.1048); Johann Woll, 67 anos, viúvo, acatólico, alemão, entrou na prov. em 1891, res. na 5 seção, 2 série oeste de AC, juntamente com August Woll, 27; Albert, 25, Johann, 18 e Julius Woll, 14 anos, todos solteiros, alemães (II-p. 232)]
- ZEWINIZKI, Jan e KOINAZKA, Mariana – aut. 10-12-1894. Ambos analfabetos (assinaram a rogo: Mariano Paluswkiewicz e Konstant Führich). Jan agricultor, n. Rússia, filho de Maxi Zewinizki e Josefa Cubiska, esta falecida na Rússia e aquele aqui residente. Mariana solteira, n. Rússia, filha de Antônio Koinazki e Antonia Iklesla, aqui residentes. Consta a certidão de nascimento dos noivos, a dele em russo e a dela em alemão (ele n. 24/06/1879). Casaram em 21-12-1894, AC. (cx. 35)


- ZIEMICZAK, Francisco e PERCHEN, Josepha – aut. 14-04-1896. Ambos solteiros, naturais da Polônia, residentes nesta colônia. Francisco n. 11-09-1871, Gubernia Kalisk, Polônia, filho de Maciej Ziemiczak e Josefa Iagodzenska, esta falecida na Polônia e aquele residente na linha General Osório nesta colônia. Ela n. 19- 03-1878 em Gubernia Kalisk, Polônia, filha de Ludwig Perchen e Mariana Kowalska, residentes na Linha Gustavo Vaz na colônia de Antônio Prado. Casaram em 02-05-1896, AC. (cx. 35) [vide I-p. 1064]

2 comentários:

Dienes Reghin disse...

Achei minha bisavó e bisavô maternos. Jan witkowski e Rozalia Stochoski
Existem registros de nascimento de Alfredo chaves a partir desse periodo?Gostaria de encontrar meus avós.
Parabéns pelo blog

Diego de Leão Pufal disse...

Obrigado Dienes! Sim, no cartório de Veranópolis podes conseguir a certidão de casamento de Jan e Rozalia. Porém, como nasceram na Polônia, nada terá acerca do nascimento deles ali.