segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Famílias Portuguesas nas Missões (Família Gomes de Carvalho)

FAMÍLIAS PORTUGUESAS NAS MISSÕES 
(GOMES DE CARVALHO)
família de Sebastião Gomes de Carvalho e Eufrásia Maria de Oliveira
Autoria de ZÉLCE MOUSQUER
edição de Diego de Leão Pufal

[atualizado em 11/08/2013]

 O português Antônio de Souza Fernando nasceu na freguesia de Valongo (São Mamede), Porto, Portugal, filho de José de Souza Fernando (a ascendência da família foi pesquisada por João Simões Lopes Filho, podendo ser consultada em http://mitoblogos.blogspot.com/2010/03/genealogia-488-familia-sousa-fernando.html) e de Catarina Benta, casou a 18.4.1717, Porto, Portugal, aguardando a partida do navio para a América, com Apolônia de Oliveira, nascida, aproximadamente, 1695, Terra da Feira (Oliveira de Azeméis), Porto, Portugal e faleceu 1.8.1765 em Viamão/RS, filha de Manuel de Oliveira e de Maria Manuel.
Antônio e Apolônia radicaram-se na antiga Colônia do Sacramento, atual cidade de Colônia, no Uruguai. Após, vieram para o Estado do Rio Grande do Sul, no Brasil, deixando larga e conhecida descendência. Foram pais de 8 filhos, a saber:
a) Maria de Oliveira, nasceu no Rio de Janeiro, casou na Colônia do Sacramento, Uruguai, com João Garcia Dutra, natural de Portugal.
b) Clara Maria de Oliveira, nasceu em 1720, na Colônia do Sacramento, casou em 1738, Rio Grande/RS com o Coronel de Dragões Francisco Pinto Bandeira nascido em Laguna/SC e falecido em Rio Pardo/RS, filho de José Pinto Bandeira e de Catarina Brito (filha de Francisco de Brito Peixoto, o fundador de Laguna/SC). O casal Francisco P. Bandeira e Clara foram os pais do brigadeiro Rafael Pinto Bandeira que nasceu em Rio Grande/RS, onde faleceu a 9.4.1795.
c) Eufrásia Maria de Oliveira/de São José, casada com Sebastião Gomes de Carvalho.
d) Antônio de Souza de Oliveira, nasceu na Colônia do Sacramento em 1724 e faleceu solteiro em Porto Alegre/RS.
e) Teresa, nasceu Colônia do Sacramento 1726.
f) Brígida Antônia de Oliveira, nasceu na Colônia do Sacramento em 1731 e faleceu em Porto Alegre, casou em Rio Grande/RS com o capitão de Dragões Manuel Pereira Roriz, nascido em Portugal.
g) Francisco de Souza de Oliveira, nasceu cerca de 1730, Colônia do Sacramento e faleceu a 04.10.1792, em sua estância em Gravataí/RS. Francisco casou a 27.1.1766, Viamão/RS, com Rosa Maria Seria, nascida cerca de 1750, Rio Grande/RS, filha do Capitão de Dragões Antônio Pinto da Costa e Teodósia Maria de Jesus.
h) Felícia Maria de Oliveira
Deteremos-nos na descendência da terceira filha do casal Antônio e Apolônia: Eufrásia Maria de Oliveira (ou Eufrásia Maria de São José).
EUFRÁSIA MARIA DE OLIVEIRA nasceu antes de 1724, Colônia do Sacramento e faleceu 8.1.1793, Rio Pardo, com aproximadamente 80 anos. Eufrásia casou-se em 1745, Rio Grande, com SEBASTIÃO GOMES DE CARVALHO (cirurgião- licenciado) nascido cerca de 1715, Santarém (São Salvador), Santarém (PT), e falecido a 19.6.1783 Rio dos Sinos/RS (Freg. Nova), filho de Manuel Carvalho e de Maria Madalena, ambos já falecidos em 1751.
Registro de óbito de Sebastião Gomes de Carvalho
Aos dezenove dias do mês de junho de mil setecentos e oitenta e três anos, nesta Freguesia de Nossa Senhora Madre de Deos de Porto Alegre, se enterrou em cova da Fabrica  depois de encomendado Sebastião Gomes de Carvalho que faleceo no Rio dos Sinos da Freguesia Nova, natural da Vila de Santarém marido de Eufrazia Maria de Oliveira natural da Nova Colonia do Sacramento. Do que para constar fiz este assento, que assignei. O Vigrº João Teixeira de Lacerda

  Registro de óbito Eufrazia Maria de Oliveira
Aos oito dias do mês de janeiro de mil setecentos e noventa e três anos nesta Freguesia de Rio Pardo faleceu da vida presente Eufrazia Maria de Oliveira viúva que ficou de seu marido o licenciado Sebastião Gomes de Carvalho, também já falecido, de idade de oitenta e tantos anos, natural da Colônia. Foi por mim encomendada e foi sepultada nesta Matriz. Não consta que fizesse testamento. Do que para constar fiz este assento que assignei. O Vigrº Manuel Menezes de Sam Payo.”
                                             Sebastião e Eufrásia foram pais de:
F1. Felícia Joaquina de Oliveira, batizada a 23.12.1743 em Rio Grande-RS. Casou-se em 19.1.1779 em Rio Pardo-RS, com o alferes João Machado da Silveira Bittencourt, batizado a 22.8.1762 (?) Rio Pardo, onde faleceu a 21.7.1833, filho do capitão Francisco Machado Fagundes e Rita Josefa de Bittencourt.
F2. Luís Severino de Carvalho (Severino José) foi batizado em 5.9.1740 Rio Pardo/RS, onde se casou a 28.9. 1771, com Inocência Josefa da Silveira, filha de Cosme da Silveira d'Ávila e Rita Josefa da Silveira. Inocência nasceu cerca de 1750 em Rio Pardo-RS.
N1. Eufrásia Severina de Oliveira casou-se com Manuel de Jesus Ferreira. Manuel nasceu em Bahia.
Bn1. Inocência Severina de Oliveira nasceu em 1799 em Rio Pardo-RS, onde se casou a 16.12. 1817, com José Francisco dos Santos, filho de Manuel Francisco Ferreira e Ângela Rosa de Jesus. José nasceu em 1793, Rio Pardo-RS.
F3. Capitão Francisco Gomes de Carvalho foi batizado em 13.5.1746 em Rio Grande-RS. Casou-se a 2.11.1775, Rio Pardo/RS com Brígida Francisca de Bittencourt, nascida em Rio Pardo/RS, batizada a 31.3.1760 filha de capitão Francisco Machado Fagundes e Rita Josefa de Bittencourt natural da Ilha do Pico/ Portugal.
N1. Maurícia Clara de Oliveira nasceu em Rio Pardo/RS, casou com Alexandre Guedes de Azevedo e depois com Belarmino José de Oliveira.
F4. Ana Joaquina de Oliveira batizada a 6.11.1748, Rio Grande. Casou-se com José Joaquim de Oliveira, filho de João Garcia Dutra e Maria Jacinta de Oliveira. José nasceu em Viamão-RS.
N1. Constantino José de Oliveira nasceu em 6.4.1775 em Gravataí-RS e foi batizado a 9.4.1775 em Gravataí-RS.
F5. Alferes José Gomes de Carvalho foi batizado em 5.3.1751 Rio Grande/RS (f112v) e faleceu em 30.1.1793 Rio Pardo/RS. José casou-se em 8.1.1779, Rio Pardo, com Ana Maria do Rosário, nascida cerca 1759 Rio Pardo/RS, filha de capitão Francisco Machado Fagundes e Rita Josefa de Bittencourt, em 18.1.1779 em Rio Pardo-RS. Ana nasceu em 1759 em Rio Pardo-RS. Eles tiveram os seguintes filhos.
N1. Rosália Brígida Gomes de Carvalho nasceu a 16.3.1783 Rio Pardo/RS e faleceu antes de 1842. Rosália casou-se em 2.8.1802, Rio Pardo/RS, com Tte Cel Francisco Xavier do Amaral Sarmento Mena, nascido a 28.5.1781, Porto Alegre/RS, e faleceu a 1.12.1842, Rio Pardo/RS, filho de Ten. José Maria de Figueiredo Mena e Ana Clemência de Oliveira, natural da Freguesia da Encarnação, da Costa de Lisboa. Francisco nasceu em 28.5.1781 em Porto Alegre-RS.
Bn1. Antônio nasceu 21.3.1810, Rio Pardo/RS, onde foi batizado a 29.4.1810.
Bn2. Maria Carlota do Amaral Sarmento Mena nasceu a 08.07.1824, Rio Pardo, RS.  O batismo foi realizado através de Justificativa, por sentença, em 05.08.1843, com testemunhas arroladas.
Maria casou-se em 29.4.1847 Rio Pardo/RS, com Joaquim Pedro da Silva Lisboa, que nasceu a 1823, Rio Pardo/RS, filho de Francisco Pereira da Silva Lisboa e Ana Maria Borba.
Tn1. Frederico do Amaral Lisboa casado com Eulália Barreto, nascida a 25-11-1865, Rio Pardo, RS, onde foi batizado a 02-10-1866. 
Qn1. Joaquim Pedro Lisboa nasceu a 02-04-1887, Rio Pardo, RS, onde foi batizado a. 26-05-1887.  É reconhecido como pai da Festa da Uva, em Caxias do Sul. Ele casa com Alzemira (Alcemira) Veríssimo Ribeiro, nascido em Santa  da Boca do Monte, RS. 
Bn2. Francisca nasceu a 25.9.1826 Rio Pardo/RS, onde foi batizada a 5.11.1826.
N2. Inácio Gomes de Carvalho nasceu em Rio Pardo/RS, onde faleceu solteiro.
N3. Francisco Gomes de Carvalho nasceu 29.12.1785, Rio Pardo/RS.
Bn1. Alferes José Maria do Amaral Sarmento Mena nasceu em Rio Pardo-RS. Ele faleceu a 25.7.1893 em Bagé-RS. José casou-se com Maria Delfina de Borba, filha de Pedro Rodrigues Borba e Cândida de Viterbo Dias, em Bagé-RS. Maria nasceu a 1.6.1819 em Piratini-RS. Ela faleceu em 3.12.1893 em Bagé-RS.
F6. Cap. Vicente Venceslau Gomes de Carvalho (cirurgião–mor) nasceu a 16.9.1753 em Rio Grande-RS, onde foi batizado em 20 de setembro, faleceu a 20.11.1826 Rio Pardo/RS.
Vicente casou-se a 15.5.1778, Rio Pardo/RS com Maria Josefa da Natividade, nascida em Rio Pardo/RS cerca 1758, onde faleceu a 29.5.1844, filha de capitão Francisco Machado Fagundes e Rita Josefa de Bittencourt.
Maria nasceu cerca de 1757 em Rio Pardo-RS, onde faleceu a 29.5.1844, sem descendência.
F7. Rosaura Maria de Oliveira nasceu em 1755, Rio Grande/RS e faleceu a 22.9.1822. Casou-se com o Tte. Carlos Antônio Vieira Rodrigues, que nasceu em São Salvador das Rosas/Roma, Braga, Portugal e faleceu a 11.6.1807 em Porto Alegre, filho de Domingos Rodrigues e Custodia Vieira Novaes.
N1. Rosaura Antônia ou Maria de Oliveira.
N2. Felícia Antônia de Oliveira foi batizada a 8.3.1789, Triunfo/RS.
N3. Maria Antônia de Oliveira foi batizada a 25.5.1793, Triunfo/RS. Maria casou–se com o Cap. Manuel do Nascimento Cardoso. (Não consta do inventário materno, no qual consta como Maria Carlota Vieira casada com Sargento-mor João Afonso de Almeida- talvez o segundo casamento dela).
N4. Custódia Vieira Novaes.
N5. Carlos Antônio Vieira Rodrigues foi batizado a 21.9.1795, Triunfo/RS.
F8. João Gomes de Carvalho nasceu em 4.10.1759 Rio Grande/RS, onde foi batizado a 24.10.1759, falecido em 26.5.1817 aos 59 anos, em Porto Alegre/RS.
João casou-se a 26.7.1795, Triunfo/RS com Ana Joaquina de Oliveira/ do Rosário (cfe reg bat dos filhos), nascida a 19.05.1780, Taquari-RS, onde foi batizada a 27.5.1780, filha de Francisco José Fagundes (bat. 18.11.1754, Viamão/RS e fal. 11.09.1807, Rio Pardo/RS) e de Maria Joaquina do Rosário (de Melo) (n. 1756, freg. N. Sra. das Necessidades, hoje Santo Antônio de Lisboa, Florianópolis/SC). Os avós paternos de Ana Joaquina foram Francisco Machado Fagundes da Silveira (nat. freg. da Ponte ou da Piedade, ilha do Pico, Açores, filho do capitão Manuel Machado da Silveira e Maria do Rosário) e Rita Joaquina de Bittencourt (nat. Velas, ilha de São Jorge, Açores, filha de Francisco Machado Fagundes e Ana Úrsula de São Pedro, antepassados de Diego de Leão Pufal). Seus avós maternos foram João Lourenço de Mello (da SIlva) e Joana Rosa, naturais da Ilha de Santa Bárbara, Ilha Terceira/Portugal. 

Francisco José e Maria Joaquina foram pais de:
1. Manoel Machado Fagundes casado com Teodora da Rosa de Jesus.
2. Ana Joaquina de Oliveira/do Rosário casada com João Gomes de Carvalho.

Segundo Rheingantz o casal teve 10 filhos, sendo 8 filhos aqui, identificados.
N1. Eufrásia Maria de Oliveira, nasceu 8.5.1797, Rio Pardo, onde foi batizada a 22 de maio, casou a 25.6.1815, Triunfo/RS, com Antônio dos Santos Pereira Macielnascido a 5.8.1783 Porto Alegre/RS e batizado a 13.8.1783, Igreja N.S. Madre de Deus, Porto Alegre/RS, filho de Miguel dos Anjos Maciel (natural da Ilha de São Jorge, Açores e falecido a 11 ou 12.3.1813, Porto Alegre/RS) e de Severina Maria de Jesus (bat. 08/03/1766, Viamão/RS). Os avós paternos de Antonio foram Francisco Gonçalves de Borba e Maria Lemos Maciel, ambos naturais da Ilha de São Jorge, Bispado de Angra, Portugal. Seus avós maternos foram João Homem (n. freguesia de São Miguel, ilha de São Jorge, Açores e já falecido em 14/10/1772, filho de Francisco Gonçalves e Catarina de Santo Antônio, ambos da ilha do Faial) e Ana Maria de São José (ou Ana de Souza) (n. 07/04/1741, Urzelina, ilha de São Jorge, Açores, filha de Manuel de Souza Bairros e Córdula Maria). 

Antônio dos Santos Pereira Maciel fora casado com Maria Joaquina do Nascimento, filha de Joaquim Manoel da Silva e Ana Inácia de Jesus, ambos naturais da Freguesia da Conceição do Estreito/RS, Antônio dos S. P. Maciel e Maria Joaquina tiveram os filhos: 
1. Antônio dos Santos Pereira Maciel casado com Eufrásia Maria de Oliveira.
2. João Maciel n. 14.10.1785 e bat. 9.10.1785 N. S. Madre de Deus, Porto Alegre, casado com Rosa de Tal.
3. José Maciel n. 8.11.1787 e foi bat. 17.11.1787 N. S. Madre de Deus/PorTo Alegre, casado com Rosa de Tal.
4. Joaquim n. 23.9.1792 e foi bat. 1.10.1792 N. S. Madre de Deus/Porto Alegre, casado com Matilde de Tal.
5. Mariana de Lemos Maciel n. 2.9.1794, foi bat a 17.9.1794, N. S. Madre de Deus/Porto Alegre, onde casou a 5.3.1821, com Luciano Martins Pereira, filho de Domingos Martins Pereira e Eufrásia Maria de Jesus ou Eufrásia Joaquina da Conceição.
6. Alexandre Maciel n. 9.10.1796 e foi bat. 16.10.1796 N. S. Madre de Deus/Porto Alegre.
7. Jesuína Maria de Jesus n. 22.11.1802 e foi bat. 7.12.1802, N. S. Madre de Deus/Porto Alegre, onde casou a 11.1.1817com Antonio Francisco da Rosa, filho de José Francisco da Rosa e Ana Felícia do Nascimento.
8. Manoel Maciel n. 18.7.1798 e foi bat. 4.8.1798 N. S. Madre de Deus/Porto Alegre. Não é citado no inventário do pai.
9. Bernardina Joaquina da Soledade ou Bernardina Maciel n. 20.7.1808 e foi bat. 3.8.1808 N. S. Madre de Deus/Porto Alegre, onde casou a 28.11.1829 com Alexandre Domingos Martins, filho de Domingos Martins Pereira e Eufrásia Joaquina da Conceição ou Eufrásia Maria de Jesus.

Eufrásia e Antônio foram pais de:
Bn1. Maria Pereira Maciel, batizada com cinco (?) meses a 30.5.1816, Capela Azevedo/RS.
Bn2. Joaquina Pereira Maciel, nasceu a 17.8.1821, bat. 9.9.1821, São Sebastião do Caí/RS.
Bn3. Felisberto Pereira dos Santos casou a 21.9.1860, Santo Amaro/RS, com Ana Manuela de Macedo natural de São João de Monte Negro/RS, filha de Manuel Tomás de Macedo e Porfíria Joaquina da Cruz, naturais de Rio Pardo/RS (?). Felisberto e Ana foram moradores em Venâncio Ayres/RS. Foram pais de 7 filhos localizados: Joana, José, Faustino, Nicolau, Carolina,Antônia e Alfredo.
Tn1. Joana nasceu a 16.10.1863, foi batizada em 10.6.1869 Santo Amaro/RS.
Tn2. José Pereira dos Santos nasceu 2.6.1865, Santo Amaro/RS, onde foi batizado em 9.6.1869, casou no religioso aos 26 anos, a 8.10.1891 e no Civil no ano de 1900, São Miguel das Missões, com Leopoldina Kaiper, 19 anos, nascida em 5. 2.1873, filha do imigrante alemão Christiano Kaipper e (Ana) Felisbina Hoffmann falecida em 4.2.1903, Carajazinho (distrito de São Miguel).
 José Pereira dos Santos e Leopoldina Kaipper[1]
                                   Christiano Kaipper e Felisbina foram pais de:
Carlos Kaipper casado com Isabel Fuchs.
Adão Kaipper
Jacob Kaipper
Adolpho Kaipper
Emilia Kaipper
Florentina Kaipper
Leopoldina Kaipper casada com José Pereira dos Santos


Leopoldina Kaipper e José Pereira dos Santos
[fotografia enviada por Plínio Bittencourt]
José Pereira dos Santos e Leopoldina foram pais de:
Qn1. José Pereira dos Santos (Tigre) nasceu em 9.9.1893 São Miguel das Missões e faleceu a 12.4.1955, casou em 1919 com Delicia Kruel (Mimosa) nascida a 13.1.1896 São Miguel/RS e falecida em 6.12.1954, filha de Policarpo Kruel e Izabel Lúcia Martins. 6 filhos. [Vide:  http://familia-kruel.blogspot.com/]
Qn2. Etelvina Pereira dos Santos nasceu em 29.1.1895 São Miguel, casou-se em 1910, distrito de São Miguel, com Jacob Henrique Balduino Kochemberger, nascido a 24.3.1877 em São João de Montenegro, filho de Henrique Kochemberger e Maria Schaan, ambos naturais deste estado e moradores em SJ de Montenegro. Seus avós paternos foram André Kochemberger e Maria Catharina Lerner e os avós maternos foram João Schaan e Filipina Vemens (?).
Qn3. Christiano Pereira dos Santos nasceu a 23.1.1897, São Miguel das Missões.
Qn4. Alcinda Pereira dos Santos nasceu 8.10.1899, São Miguel das Missões, onde casou aos 18 anos, em 1917, com Alcindo Martins de Bittencourt, 26 anos, nascido a 26.6.1892, São Luiz Gonzaga (?), filho de Antero José de Bittencourt, falecido neste município a 29.4.1910 e Maria Angélica Martins de Bittencourt nascida 20.4.1859.
Qn5. Adelaide Pereira dos Santos nasceu 14.8.1898, São Miguel das Missões, faleceu em 30.1.1985, casou aos 21 anos, em 1919, no mesmo distrito, com Aparício Martins de Bittencourt, 23 anos, nascido São Miguel das Missões, 18.7.1896, e falecido a 11.1.1983, filho de Antero José de Bittencourt[2] falecido em torno de 1910, São Miguel das Missões e Maria Angélica Martins, também falecida neste distrito (casaram em Santa Anna do Rio dos Sinos ou Montenegro).AP: Joaquim José Ferreira de Bittencourt e Maria Joaquina da Trindade. AM: Damaso José Martins natural e morador em Santa Ana do Rio dos Sinos e Leocádia Joaquina da Conceição.
Qn6. Alfredo Pereira dos Santos casado com Anélia Bittencourt dos Santos.
Tn3. Faustino n. 14.11.1867 Santo Amaro/RS, onde foi batizado a 9.2.1869.
Tn4. Nicolau n. 3.1.1870, Santo Amaro/RS, onde foi batizado a 20.1 1870.
Tn5. Carolina n. 12.1.1872 Santo Amaro/RS, onde foi batizado a 23.3.1872.
Tn6. Abel n. 29.8.1873 Santo Amaro/RS, onde foi batizado a 14.11.1873.
Tn7. Perciliano nasceu a 12.9.1875 Santo Amaro/RS, onde foi batizado a 1.9.1876.
Tn8. Antônia nasceu 20.11.1878 Picada de Santa Emilia, Santo Amaro/RS, onde foi batizada a 19.1.1879.
Tn7. Alfredo Pereira dos Santos casado com Lélia.
Bn4. Sebastião Pereira dos Santos, casado a 9.4.1861, Santo Amaro/RS, com Belmira Maria Fagundes, filha de Felisberto Fagundes e Felisberta Maria Joaquina, ambos de Santo Amaro/RS. Pais de:
Tn1. Maria nasceu em 14.9.1864, e foi batizada em 9.6.1869 Santo Amaro/RS.
Tn2. Sebastião nasceu 29.7.1867 e foi batizado em 9.2.1869 Santo Amaro/RS.
Tn3. Marcolina nasceu a 3.10.1869 Sto Amaro/RS, onde foi batizada a 18.10.1869.
Tn4. Manuel n.5.1.1872 Santo Amaro/RS, onde foi batizado a 23.3.1872.
Tn5. Feliciano n.26.1.1874 Santo Amaro/RS, onde foi batizado a 20.7.1874.
Tn6. João nasceu em 7.8.1878 Faxinal de São Sebastião, Santo Amaro/RS, onde foi batizado a 19.1.1879.
N2. Rita de Carvalho
N3. Francisco Gomes de Carvalho nascido em 24.1.1801, Triunfo/RS, onde foi batizado a 7.3.1801.
N4. Maria foi batizada a 8.1.1803, por necessidade, em casa de João Machado de Bittencourt.
N5. Francisco Gomes de Carvalho  nasceu 1.9.1806, Capela de Santana, RS, onde foi batizado a 3.10.1806 Capela de Santana/RS, casou-se com Bernarda Maria da Silva, nascida em Triunfo/RS, filha de João Pires Fernandes e Comba Maria da Silva, nascida a 28.10.1837, Capela de Santana.
N6. José Gomes/dos Santos de Carvalho nasceu 14.3.1808, foi batizado a 7.4.1808 (1-16), Capela de Santana, casou-se a 4.11.1844, Santa Maria /RS, com Maria Marques da Silva, que foi batizada a 10.6.1811 Rio Pardo/RS, filha de Antônio Marques da Silva e Ana Angélica da Silveira.
N7. Sebastião Gomes de Carvalho nasceu a 25.10.1810, Capela de Santana/RS, onde foi batizado a 13.11.1810, casado com Maria Pulquéria de Oliveira.
N8. Maria Gomes de Carvalho batizado a 28.2.1816 Capela de Santana/RS.
N9. João Gomes de Carvalho foi batizado a 20.12.1817, Capela de Santana.
N10. Rosa de Carvalho
N11. Alexandre de Carvalho falecido antes de 1817.
F9. Tte. Leonardo Gomes de Carvalho foi batizado a 20.1.1763, Rio Grande-RS.
Leonardo casou a 28.7.1785 Rio Pardo/RS, com Maria Antônia da Natividade, batizada a 30.6.1770 Rio Pardo/RS, filha de João de Ávila Rodrigues e Rita Maria de Jesus. Leonardo Maria Antônia tiveram 8 filhos (2 identificados).
Leonardo casou em 2º matrimônio a 8.4.1807, Rio Pardo/RS com Maria Joaquina de Jesus batizada a 20.5.1787. Rio Pardo/RS, filha de Antônio Lopes de Carvalho e Antônia Maria de Jesus. Leonardo e Maria Joaquina tiveram 2 filhos.
Filhos do 1º casamento com Maria Antônia:
N1. David Gomes de Carvalho nasceu em Santa Maria/RS, onde casou a 4.5.1823 com Maria do Carmo, nascida em Rio Pardo/RS, filha de José Machado Fagundes e Severina Josefa da Silva.
N2. Rita Gomes de Oliveira nasceu em Rio Pardo/RS. Casou a 11.11.1829. Alegrete/RS, com João Machado da Silveira Bittencourt, que foi batizado a 22.8.1762 Rio Pardo/RS, onde faleceu a 21.7.1833, filho de Francisco Machado Fagundes da Silveira e Rita Josefa de Bittencourt.
Bn1. Ana batizada a 9.7.1834, Alegrete/RS. (1 mês).
            N3. Sebastião Gomes de Carvalho natural de Rio Pardo/RS casado com Bernardina Cândida de Menezes, natural de Rio Pardo/RS filha de Pedro José de Mello (natural de Alegrete/RS) e Genoveva dos Santos dos Menezes (nat de Rio Pardo/RS). Pais de:
            Bn1. Rita n. 27.9.1829 e foi bat 14.10.1829 Alegrete/RS.
 Filhos do 2º matrimônio com Maria Joaquina
N4. Cristina Gomes de Oliveira foi batizada a 13.10.1808, São Borja/RS, casou-se com Manuel José Rodrigues.
N5. Ana Gomes de Oliveira nasceu em Santa Maria (?), onde casou a 25.11.1815, com Manuel Soares de Souza, filho de José Machado de Souza.
Fontes:
ALVES, Luiz Antônio. Memorial Açoriano- Famílias Pioneiras do Rio Grande do Sul. Caxias do Sul, 2008. 
Arquivo Histórico da Cúria da Igreja Matriz Madre de Deus, Porto Alegre. (lv. 1C-55v).
Arquivo Histórico da Cúria de Rio Grande (lv. 1A-46), (lv. 1A-56), (lv. 1A-112v)."
Arquivo Histórico da Cúria de Santa Maria (livro 01-47)
Arquivo Histórico da Cúria de Santo Ângelo
Arquivo Histórico da Cúria de Santo Ângelo/RS
Arquivos pessoais de: João Simões Lopes Filho, Gilson Justino da Rosa, Vera Ferreira, Diego de Leão Pufal, Pedro Paulo Pons e Rui Mota.
BELÉM, João. História do Município de Santa Maria (1797-1933).
CARVALHO, E. d´Artagnan. Repertório Sul Riograndense, Arquivo Histórico do RS.
FABRÍCIO, José de Araújo. A Freg. de N. S. Bom Jesus do Triunfo, Rev. IGHRS, n. 105 (1947).
FELIZARDO, Jorge Godofredo. Arquivo, Cúria Metropolitana de Porto Alegre, Av.Espírito Santo, 95.
FERRAZ, João Machado. Os primeiros gaúchos da América Portuguesa. Porto Alegre: IEL, 1980.
Microfilmes CHF – Santo Ângelo, São Miguel Microfilmes CHF – Santo Ângelo, São Miguel, Triunfo, Santo Amaro, Capela de Santana, Rio Pardo.
RHEINGANTZ, Carlos G. Anais do Simpósio Comemorativo do Bicentenário da Restauração do Rio Grande (1776-1976). RJ, 19, p. 399.
RHEINGANTZ, Carlos G., Famílias Primeiras de Bagé (esboços avulsos, inéditos), Título BORBA.
RHEINGANTZ, Carlos G., Povoamento do Rio Grande de São Pedro: A contribuição da Colônia do Sacramento.


[1] Foto cedida por Clair Kruel.
[2] Antero José e Maria Angélica foram pais de:
1. Joaquim Martins de Bittencourt casado com Josefina Schorn.
2. Amélia Martins de Bittencourt casada com Emerencio Theodoro Ferreira.
3. Adélia Martins de Bittencourt casada com Leocádio Ribeiro Lemos (es)/ Paz Maciel (?)
4. Aparício Martins de Bittencourt casado com Adelaide Pereira dos Santos.
5. Angélica Martins de Bittencourt casada com Ricardo Antunes/Rodrigues Padilha.
6. Adália Martins de Bittencourt casada com Hildebrando do Nascimento e Silva.
7. Aníbal Martins de Bittencourt casado com Justina Santos de Oliveira.
8. João Martins de Bittencourt casado com Brandina ou Bernardina  Baptista do Nascimento. 

domingo, 15 de janeiro de 2012

Franceses no RS: os Lacroix (2)

Franceses no RS: os Lacroix (2)
Autoria de Diego de Leão Pufal
[dúvidas, acréscimos e correções, escreva para diegopufal@gmail.com]


[Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: PUFAL, Diego de Leão. Franceses no RS: os Lacroix (2)in blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/] 
[atualizado em 24/06/2014]

Em outubro de 2010 veiculei a genealogia de outro ramo Lacroix, vindo dos Baixos-Pirineus, estabelecido em Rio Grande e, depois, em Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul (v. http://pufal.blogspot.com/2010/10/franceses-no-rs-vii-os-lacroix-1.html).
Hoje, cuidarei da descendência de Marcelino Domingos Lacroix, radicado na fronteira da Argentina com o Rio Grande do Sul, na cidade de Itaqui, o que sugere tenha emigrado da França para a Argentina ou o Uruguai e de lá para o Brasil.
Não consegui ainda estabelecer a cidade natal de Marcelino Domingos, mas é de se supor tenha vindo também dos Baixos-Pirineus, “País-Basco”, em razão da incidência do sobrenome na região.
Ao que parece, este Lacroix emigrou sozinho para o Brasil antes da década de 1850, exercendo a função de caixeiro viajante e, mais tarde, comerciante estabelecido em Itaqui/RS.
Marcelino Domingos Lacroix,
fotografia do acervo de Cynthia Filártiga Lacroix
Tal conclusão se extrai de um salvo-conduto encontrado no Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul (AHRS), concedido a Marcelino Domingos Lacroix em 02/10/1845, pelo qual foi autorizado, na qualidade de estrangeiro, a se deslocar de Porto Alegre a Pelotas. Por ocasião, Marcelino foi assim qualificado: natural da França, negociante, com destino a Pelotas, 24 anos, estatura alta, rosto comprido, cabelos castanhos, olhos pardos, nariz e boca regulares, cor clara e barba rasa (AHRS: Fundo da Polícia, Códice 140, passaportes 1845/1846, Porto Alegre).
Já em setembro de 1877 Lacroix foi testemunha de uma justificação de ausência realizada no inventário de Antônio Fernandes Lima, quando declarou contar com 55 anos de idade, natural da França e de profissão comerciante (APRS: inventários).
A descendência de Marcelino Domingos Lacroix é bem expressiva se comparada àquele outro ramo, sendo que muitos ainda hoje levam o sobrenome, como se pode ver da genealogia que segue:

1. MARCELINO DOMINGOS LACROIX (na França: Marcelline Dominique Lacroix), nasceu a 22/12/1821 na França, possivelmente na região dos Baixos-Pirineus e falecido a 30-06-1898, Itaqui (inventário n. 79/1898, Itaqui, APERS, autuado em 01/08/1898, tendo sido inventariante a viúva Cândida Barbosa Lacroix, cuja assinatura consta, indicando ter sido bem letrada).
assinatura de Marcelino Domingos Lacroix
O total da herança deixada por Marcelino foi de 71:910$464 réis, composta pelos seguintes bens: um galpão de material em mau estado no Beco São Patrício n.º 02, em Itaqui; uma casa de material no mesmo Beco, n.º 4; um terreno cercado de pedras no mesmo local, n.º 8; uma casa de material à Rua 15 de Novembro, n.º 3; outra na mesma rua, n.º 5; uma meia água de material na rua do Ipiranga, n.º 6; outra na Rua Aristides Lobo, n.º 5; outra na mesma rua, n.º 10; um terreno com esquina na mesma rua; um galpão; metade de um terreno cercado de pedra na Rua Aristides Lobo; metade da chácara que foi de João Baptista Marenco, nos arrabaldes da cidade, à Rua Senador Pinheiro Machado, n.º 7; metade de um terreno na mesma rua, cercado de pedra; uma parte de campo no Município de Santo Ângelo, em seu 3 distrito, no local denominado Umhú-caru (sic) com oito quadras de sesmaria; uma pequena parte no estabelecimento no Município de São Borja, no lugar do Carnny (sic), pelo falecimento do sogro Manuel Francisco Barbosa; em mercadoria na casa comercial em Itaqui (13:334$497 réis); ações do Theatro Prezewodowski, em Itaqui; em dinheiro líquido a quantia de 11:353$552 réis.
Marcelino foi filho de Cartou Lacroix e Marie Therése Bauix (para alguns: Boniz), os quais, em princípio, não emigraram para a América. Ao que parece, Cartou e Maria Thérese tiveram a filha Francine Cartou Lacroix, falecida na França solteira, conforme se verifica de um requerimento feito pela sobrinha Maria Cândida de outorga de assentimento do ano de 1899. 
Marcelino casou-se a 20/06/1856 em Itaqui (registrado em São Borja/RS) com Maria Cândida Barbosa (às vezes Francisca Cândida Marques Barbosa), nascida em 1840 e falecida em Itaqui depois do marido.
Maria Cândida Barbosa, fotografia
enviada por Cynthia Filártiga Lacroix.
Maria Cândida Barbosa foi filha de Manuel Francisco Barbosa Júnior (n. Florianópolis, SC; casado a 28/04/1832 em Porto Alegre/RS e falecido a 14/07/1892, Santiago do Boqueirão/RS) e de Cândida de Souza Marques (nasceu a 07/03/1817, bat. a 11/04, Porto Alegre/RS e fal. 1896, Carovi, distrito de Santiago do Boqueirão), neta paterna de Manuel Francisco Barbosa (n. São Gonçalo de Sapucaí, MG, casado a 13/8/1809 em Florianólis/SC) e de Eufrásia Joaquina Rosa (n. Santo Antônio de Lisboa em Florianópolis, SC), neta materna de Joaquim de Souza Marques (n. 08/05/1784, bat. 16/05, Porto Alegre) e de Carolina Joaquina de Jesus (n. 08/06/1792, bat. 15/06, Viamão/RS). Por Manuel Francisco Barbosa, bisneta de Francisco Barbosa Sandoval e de Maria Antônia da Conceição, cuja ascendência pode ser vista no blog do genealogista Roberto Sandoval: http://rlavodnas.blogspot.com.br/. Por Eufrásia Joaquina da Rosa, bisneta de Joaquim de Espíndola e Joaquina Rosa de Jesus. Por Joaquim de Souza Marques, bisneta de João de Souza de Ávila (n. Laguna/SC, filho de Antônio de Ávila Machado e Maria do Rosário, açorianos da ilha de São Jorge) e de Teresa Maria de Jesus (n. Rio Grande/RS, filha de Manuel Ferreira da Costa, da ilha Terceira, e de Águeda de Nazaré). Por Carolina Joaquina de Jesus, bisneta de Manuel de Souza Feijó (n. 19/05/1753, São Roque, ilha de São Miguel, Açores e fal. 03/09/1835, Viamão/RS, filho de João Feijó e Francisca do Nascimento) e de Inácia Felicidade de Santa Clara (bat. 24/08/1764, Viamão, onde fal. a 14/07/1822, filha de Luís Ferreira Velho e de Francisca Mariana, naturais da Freguesia de Santa Bárbara das Nove Ribeiras, ilha Terceira, Açores).