sábado, 13 de junho de 2009

Inventários Lagunenses - Família Córdova

Inventários Lagunenses
Arquivo Histórico Municipal de Laguna/SC
(Casa Candemil)
Januária Rosa de Jesus (1858)
O texto abaixo se reproduz parcialmente da obra inédita de Moacyr Domingues, denominada "Famílias Lagunenses", disponível em http://www.scribd.com/doc/14650246/Familias-Lagunenses, acrescido de informações (em letra azul) retiradas do inventário de Januária Rosa de Jesus, autuado em 1858, em Laguna, depositado no Arquivo Histórico Municipal da mesma cidade (Casa Candemil).


SILVEIRA PACHECO, ANTÔNIO - Casou com Bárbara Rosa de Jesus, sendo ambos naturais da Ilha de São Jorge (Açores); pais de:

F-1 João Pacheco da Costa, n. Enseada de Brito; casou com Felizarda Rosa de Jesus, n. Enseada de Brito, fleg. Manuel Monteiro (n. En­seada de Brito) e de Rosa de Jesus (n. Ilha São Jorge); pais de:
(...)
N-5 Januária Rosa de Jesus, n. Laguna a 31/5/1807 (fl. 116) e falecida a 05/09/1858 na Barra, onde residia. Casou a 24/7/1830 (fls. 152/152v) com Floriano de Córdova, n. Freg. de São Francisco de Paula (RS) - batizado a 07/06/1797 em São Francisco de Paula (Vacaria, 1B-106 - informação de Gilson Justino da Rosa) -, fleg. Antônio Joaquim de Córdova e de Manuela da Silva. O inventário de Januária Rosa de Jesus foi autuado em 1858 (processo n. 1.237/1858, caixa 53), tendo sido inventariante o viúvo Floriano de Córdova, residente na Barra. O monte mor da herança era de 3:080$500 réis. Pais de:


BN-1 João Floriano de Córdova, casado, res. na Barra.
BN-2 Ana Januária, solteira, 25 anos, res. na Barra.
BN-3 Antônio Floriano de Córdova, solteiro, 24 anos, res. na Barra.
BN-4 Maria Januária c/c Antônio Flores de Mello, res. Campo Bom.
BN-5 Cristina Januária c/c Urbano de Morais, res. Larangeiras.
BN-6 João Floriano de Córdova, solteiro, 21 anos, res. na Barra.
BN-7 Mariana Januária, solteira, 19 anos.
BN-8 Francisco Floriano de Córdova, solteiro, 18 anos.
BN-9 Custódia Januária, solteira 17 anos.
BN-10 Manuel Floriano de Córdova, solteiro, 16 anos.
BN-11 Fausta Januária, solteira, 15 anos.
BN-12 José Floriano de Córdova, solteiro, 14 anos.
BN-13 Manuel, 10 anos.
BN-14 Miguel, 7 anos, todos residentes com o inventariante, na Barra.


6 comentários:

SILVIA DE CORDOVA disse...

se alguem souber a descendencia deste sobrenome :de cordova eu agrdeceria muito meu imail e sil34@live.com meu nome e silvia de cordova e minha familia paterna e de laguna obrigada

silvia de cordova disse...

ola sou silvia de cordova e algum tempo mandei mensagens para vc so que perdi e eu gostaria de saber se sabem algo de olindina floriano de cordova a familia era de laguna desde ja obrigada

DIEGO DE LEÃO PUFAL disse...

Olá Sílvia,
Infelizmente não tenho nada a respeito de Olindina Floriano de Córdova. Porém, já pesquisei em todos os livros de Laguna - batizados e casamentos -, nos quais poderá encontrar muitas informações da família, bem abundante na região.
Atenciosamente,
Diego.

Ana cecília tavares floriano disse...

Minha família tem floriano,sera que somos parentes.beijos cecília floriano

Famiglia Ambrosini e Pavanati disse...

Córdova é um sobrenome de origem espanhol, provavelmente essa família tem sua ascendência espanhola, enquanto ao Floriano, é apenas um prenome presente nessa família, assim como várias famílias de origem portuguesa tem, esse prenome vem depois do nome, que provavelmente era o nome do patriarca de alguma família, onde em muitos casos o sobrenome de família cai, e passa ser usado o prenome como sobrenome de família, e isso acontecia muito em famílias de origem açoriana, principalmente nas lusos açorianas, é por isso que temos hoje tantos sobrenomes de famílias por aqui como: Floriano, Manoel, Felipe, Inácio, Elias, Matias, Esmeraldino, Damasceno, Isidoro, Mateus, Luiz, Albino, Honorato, Pedro, Teodoro, Ezequiel, Israel, Marcos, Tomé, Silvério, Amâncio, Venâncio, Martinho, Alexandre, Vitória, Justino, Saturno, Prudêncio, André, Francisco, Florêncio e etc... por exemplo no caso da família Córdova, por exemplo pode que seja assim:

Antônio Joaquim de Córdova teve um filho que se chamou:

Floriano de Córdova que teve um filho que se chamou:

João Floriano de Córdova, onde o mesmo além do seu nome João, recebeu o nome do pai Floriano em seu nome, e mais o sobrenome da família, o filho ele pode receber o nome por exemplo de:

José João Floriano, onde esse mesmo embora ser descendente da família Córdova, não leva mais o sobrenome e o nome do avô paterno passa a ser seu último nome, ou seja, seu sobrenome, onde terá muitos descendentes com o sobrenome Floriano, ao invés de Córdova, pois esse sobrenome foi abandonado por um prenome, mas alguns irmãos da família pode ter adotado os sobrenomes de família, levando também adiante para seus futuros descendentes...isso acontecia muito entre esses povos de origem portuguesa, era normal abandonar o sobrenome de família e adotar os prenomes como sobrenome, por exemplo, na minha família também ocorreu isso, sou de Tubarão SC, descendente de açorianos e italianos, meu nome completo é Adriano Pavanati Elias da Rosa, Pavanati e Elias são sobrenomes da minha mãe, da Rosa do meu pai, no entanto, Elias é meu sobrenome, que na realidade é um prenome, ou seja, Elias era o nome do bisavô do meu avô materno, observe:

Antonio Antunes do Livramento, teve um filho:

Elias Antunes do Livramento, teve um filho:

Saturno Elias Antunes, o sobrenome do Livramento foi abandonado, onde o mesmo teve um filho:

João Saturno Elias, onde o sobrenome Antunes caiu, e o mesmo teve o filho:

Manoel Saturno Elias, que teve a filha:

Albertina Pavanati Elias, que teve eu:

Adriano Pavanati Elias da Rosa....daí em diante os descendentes dessa família levou o nome Elias como sobrenome de família...

Portanto, há possibilidade que de a família Floriano, possa estar relacionado com a família Córdova, ou não, para comprovar só pesquisando os nomes dos antepassados nos cartórios.

Anônimo disse...

gostei muito da historia,neta de Córdova. minha vô tem parente em tubarão e lages, hoje mora no mato grosso;
amei saber minhas origem, mais gostaria de saber mais. o nome dela é Judite Córdova da silva